Posts

TAXA DE OCUPAÇÃO: O que é e qual a sua importância?

A Taxa de Ocupação (TO) é o principal indicador da porcentagem de ocupações vendidas em relação ao disponível. Os hotéis utilizam dessa taxa para entender como o negócio está caminhando, quantas pessoas entram e saem todos os dias.

Essa taxa pode ser obtida seguindo a fórmula:

TO (Taxa de Ocupação) = Unidades vendidas / Unidades disponíveis x100

Isso sempre levando em consideração todo o contexto que o hotel se encontra. É necessário definir onde o hotel se encontra, qual sua tipologia, qual seu público, tudo isso interfere diretamente com a Taxa de Ocupação.

POR QUE CONHECER A TAXA DE OCUPAÇÃO É TÃO IMPORTANTE?

Conhecendo a Taxa de Ocupação no seu hotel, é possível entender quais são seus períodos de baixa e alta ocupação e como lidar com eles, aplicando melhores tarifas e ações promocionais.

Se seu hotel se localiza em um litoral, pode-se perceber um aumento da Taxa de Ocupação em épocas de temporada. Se seu hotel é voltado para empresários, dias da semana, como segunda-feira, podem ter uma maior Taxa de Ocupação. Se o seu hotel recebe jovens em férias, percebe-se que a Taxa de Ocupação é menor durante o ano letivo.

E como informação nunca é demais, ao conhecer o público alvo do seu hotel, é possível se manter atualizado em tudo que ronda o setor. Eventos, palestras, shows, e qualquer outro acontecimento que podem acontecer na  cidade do seu hotel que chamem pessoas de fora podem aumentar sua Taxa de Ocupação.

Compare as informações obtidas periodicamente e anualmente, entendendo os períodos diferentes dos anos em comparação com os anos anteriores, de forma a perceber as mudanças. Também deve-se sempre manter-se a par dos seus concorrentes diretos, afinal, eles devem se encontrar no mesmo contexto que você.

Analisando a Taxa de Ocupação, você pode planejar como vai utilizar os dados que coletou na análise, entendendo quais épocas precisam de inovação, quais épocas podem ter tarifas alteradas e aumentar seus lucros.

Marcos Hardt

Diretor de Operações ABIH-SC

Festa Pomerana celebra cultura alemã que ultrapassa gerações, em Pomerode

A alegria, o folclore e as tradições da cidade de Pomerode, conhecida como “A idade mais alemã do Brasil”, são celebrados na 37ª Festa Pomerana, em 12 dias de atrações que envolvem os habitantes da região e turistas, que teve início nesta quarta-feira (14). A edição 2020 da festa tem como tema “Tradição que envolve, cultura que contagia” e destacou, na cerimônia de abertura, as raízes alemãs que ultrapassam as gerações.

Antes da abertura, no início da noite, o desfile tomou conta do município e levou a população às ruas para festejar mais uma edição da festa típica. Para a presidente da Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina (Santur), Flavia Didomenico o município conta com uma diversidade de atrativos turísticos para durante todo o ano receber visitantes.

– Pomedore é uma cidade inovadaora e inova em cada edição da Festa Pomerana. Sempre com novas atrações e novos equipamentos, mas o principal segue por aqui: a essência dessa comunicdade, a cultura e a tradição. É isso que o turista vem buscar, é isso que nos alegra e traz uma experiência ainda mais agradável. Além da gastronomia e tudo mais, mas são vocês, as pessoas daqui que fazem a diferença. Que sejam dias alegres, de muita amizade e diversão – disse a presidente da Santur.

A cerimônia contou com a presença do prefeito do município anfitrião, Ercio Kriek e também do cônsul da Alemanha no Brasil, Thomas Schmitt, além de outras autoridades.

Para mais informações sobre a Festa Pomerana, acesse aqui.

A programação
Com encontros de grupos folclóricos, competições, feiras e uma animada programação musical, os festejos acontecem de 15 a 26 de janeiro, na Avenida 21 de Janeiro, no Pavilhão Municipal de Eventos, no centro da cidade. A festa ocorre de segunda a sexta-feira, a partir das 18h e, aos sábados e domingos, a partir das 12h.

Os pratos típicos da culinária alemã também têm destaque na festa que conta com diversas competições entre os foliões, como o chope em metro, disputa de tiro ao alvo, disputa de serrar madeira, além do concurso de Miss da Festa Pomerana. Os ingressos variam entre R$10 e 25, dependendendo do dia da semana. Para quem vai vestido com traje típico, a entrada é gratuita. Na noite de abertura e nos dias 20 e 21, a entrada é gratuita para todos.

Pomerode
Localizada próxima ao litoral, a uma distância de 175 Km de Florianópolis, a 90 km de Balneário Camboriú e a 79 km do Beto Carrero World, Pomerode é vizinha de Blumenau e tem uma população estimada em 34 mil habitantes, conforme dados do IBGE. Devido à localização e fácil acesso, os organizadores esperam que os turistas que veraneiam no Estado visitem a Festa Pomerana e tenham mais uma opção de lazer e diversão no verão de Santa Catarina.

Na feira comercial, industrial e artesanal é possível encontrar produtos diversificados e também os típicos da região, como os artigos de trajes alemães, canecos, tirantes, chapéus, entre outros. As tradicionais cucas, os chocolates e as linguiças, entre outros produtos, também estão disponíveis para os consumidores levarem para casa.

Cultura alemã

O município de Pomerode foi colonizado por imigrantes alemães que estabeleceram-se na região do Vale do Itajaí entre 1860 e 1880, no início da imigração alemã no Brasil. A maior parte desses imigrantes vieram da histórica região da Pomerânia, situada no norte da Alemanha, de onde se origina o nome do município catarinense.

Pelas ruas da cidade, há casas edificadas de acordo com as características da arquitetura germânica enxaimel, que consiste em paredes montadas com hastes de madeira encaixadas entre si. Nos restaurantes, há diferentes opções de comida e bebida alemã, além dos bolos e doces tradicionais.

Fonte: Santur

Destinos brasileiros estão entre os mais buscados para 2020, aponta levantamento

São Paulo (SP) é o segundo destino mais desejado no mundo e o terceiro entre os brasileiros.

Um levantamento realizado pelo Google apontou que oito destinos nacionais estão entre os mais desejados no Brasil e no mundo para viagens em 2020. Segundo o site de buscas, São Paulo (SP) é a segunda cidade, em um grupo de dez, mais desejada pelos turistas de todo o mundo, perdendo apenas para Da Nang, no Vietnã. Entre os internautas brasileiros, a capital paulista é o terceiro destino mais buscado ficando atrás de Londres, na Inglaterra, e do Rio de Janeiro (RJ), respectivamente.

Além das duas capitais, outras cidades como Brasília (DF), Florianópolis (SC), Santos (SP), Natal (RN) e Belo Horizonte (MG) também aparecem na lista. Para o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, a maior procura pelos destinos brasileiros conversa com o trabalho que a Pasta vem realizando no sentindo de estruturar e divulgar esses lugares. “Temos trabalhado constantemente para levar aos turistas domésticos e internacionais o melhor do Brasil, para que eles saiam daqui com uma boa experiência e que indiquem para seus familiares e amigos. Não foi à toa que 9 em cada 10 estrangeiros aprovam a viagem ao nosso país”, finalizou.

O turismo cultural é uma das marcas de São Paulo. O município possui diversas expressões artísticas que vão desde exposições, espetáculos de dança até circuitos culturais. Mas, quem pensa que a capital é só cultura está muito enganado. Milhares de pizzarias, churrascarias, bares, padarias e restaurantes com a culinária de mais de 50 países, elegem a cidade como um dos principais destinos gastronômicos. O turismo de negócios, também, é uma das marcas da economia local, tanto que a cidade foi o principal destino dos estrangeiros que vieram para o Brasil para eventos e convenções em 2018, segundo pesquisa do Ministério do Turismo.

No Brasil, a capital da fluminense é o principal interesse dos turistas domésticos. A intensa vida cultural e o centro histórico exuberante se unem à paisagem natural com muitos atrativos urbanos. São ícones do roteiro turístico carioca: a Floresta da Tijuca (considerada a maior mata urbana do mundo), as praias de Copacabana, Ipanema e Leblon, além do mundialmente famoso Pão de Açúcar com o vai-e-vem do seu Bondinho e o Corcovado com a estátua gigante do Cristo Redentor.

O LEVANTAMENTO – Realizado pelo site de pesquisas Google, o levantamento trouxe os 10 destinos mais buscados pelos internautas com base nos buscadores de hotéis, entre janeiro e dezembro de 2019 com reservas para 2020.

Fonte: Ministério do Turismo.


Informativo ABIH-SC 09 de janeiro

No informativo da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Santa Catarina – ABIH-SC, você vai ver:

Exprotel 2020 já está com espaços à venda;– Viva a Ponte: comércio movimentou cerca de R$ 1,2 mi no evento de reabertura;-  Vendendo sem erros – 5 tipos de vendedor que você não vai querer ser;- Curso de Atendimento ao Turista supera os 15 mil inscritos;- Sócio Colaborador – Gazin;- Sócio Colaborador – Anfer Design;-  2ª edição da Revista ABIH-SC;-Associados ABIH-SC.

Confira o informativo completo AQUI!!

ABIH-SC Informa

Vendendo sem erros – 5 tipos de vendedor que você não vai querer ser

Um bom vendedor traz para a empresa bons resultados de faturamento, por isso existe a necessidade de ter bons colaboradores. É preciso adaptar-se ao mercado, à cada situação singular e, principalmente, é necessário aprender com cada erro. Dessa forma, apresentamos aqui 5 tipos de vendedor que você não deve ser!

1.  O vendedor vidente

Como o Google tentando completar sua frase, o vendedor vidente é aquele que tenta desesperadamente adivinhar o que o cliente está pensando, antes mesmo dele pronunciar qualquer palavra. Esse tipo de vendedor acaba perdendo um potencial consumidor, pois não oferece a ele o produto que atende a sua necessidade.

2.  O vendedor acomodado

O vendedor acomodado é aquele que acredita que o cliente é totalmente fiel a ele e não precisa de mais nada para conquistá-lo. No momento em que um vendedor se acomoda, a confiança do cliente pode ser quebrada, bem como a fidelidade à marca.

3.  O vendedor que não escuta

Falar demais e ouvir de menos nunca funciona com um cliente. Ao tentar adivinhar o que o cliente deseja e tentar conquistá-lo na “lábia”, sem ouvir o que ele realmente deseja, o vendedor vai “espantar” o cliente e não vai realizar o seu desejo ou necessidade.

4.  O vendedor inflado

Um vendedor com superego é aquele que acredita que está sempre certo e que o cliente faz um “favor” ao comprar com ele. Sua passividade pode causar muita antipatia com os clientes, fazendo com que eles não queiram comprar com o mesmo vendedor novamente.

5.  O vendedor estagnado

É aquele vendedor que não busca se atualizar sobre as inovações e renovações do mercado, não busca se aprimorar ou melhorar sua forma de trabalho. Um vendedor que não deseja ser mais qualificado para o trabalho, vai continuar no mesmo lugar.

Agora que você sabe o que NÃO deve fazer, bora vender?

Marcos Hardt

Diretor de Operações ABIH-SC

Viva a Ponte: comércio movimentou cerca de R$ 1,2 mi no evento de reabertura

A emoção de cruzar a maior ponte pênsil com sistemas de barras de olhal do mundo atraiu milhares de pessoas no evento Viva a Ponte, entre 30 de dezembro e 5 de janeiro de 2020, em Florianópolis. Cerca de 1,18 milhão de pessoas circularam entre as cabeceiras continental e insular da Ponte Hercílio Luz, o que também trouxe incremento à economia. Com base nos valores previstos no edital, a organização calcula que a comercialização de comidas e bebidas movimentou R$ 1,2 milhão durante os sete dias de atrações.

O monumento símbolo de Santa Catarina foi reaberto, depois de permanecer fechado por 28 anos. Na manhã do dia 30, milhares de pessoas aguardavam ansiosas pela liberação de pedestres, ávidas por se reencontrar com a estrutura inaugurada em 1926 para ligar ilha e continente. Mais que uma conexão física com 821 metros de extensão, a reabertura da Hercílio Luz estabeleceu uma conexão com a memória de quem vive ou visita a Capital.

A partir das passarelas, o público prestigiou o desfile de carros antigos que encerrou a cerimônia de reabertura da Ponte. Participaram do ato 172 veículos com data de fabricação até 1970. O governador Carlos Moisés conduziu um Fusca dos anos 70 e puxou o comboio.

infografico reabertura Ponte

Após passar o último veículo, a ponte foi tomada pela multidão, que se fez presente todos os dias do evento, superando todas as expectativas dos organizadores. “A reabertura da Ponte Hercílio Luz tem um significado enorme para a Santur. Essa semana de reabertura demonstrou a seriedade e o comprometimento com a obra e o recurso público. A expectativa que tínhamos foi superada, ficou claro o pertencimento e autoestima recuperada de todo o catarinense e manezinho que teve novamente a Ponte de volta”, disse Flavia Didomenico, presidente da Agência de Desenvolvimento do Turismo de SC (Santur).

O movimento surpreendeu inclusive os comerciantes das 17 barracas de comidas e bebidas, credenciados pela Santur. Durante os sete dias, foram vendidos 15,7 mil itens de comidas, 12,6 mil sorvetes, milk shakes e sundaes, e 82,5 mil litros de bebidas (chope, água, refrigerante e caldo de cana).

Esporte e cultura

Atletas também participaram deste momento histórico para Santa Catarina, por meio da primeira Corrida da Ponte, organizada pela Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte). Foram 2 mil competidores, que registraram o percurso em selfies no domingo, dia 5.

O último dia do evento Viva a Ponte também teve outras atrações. Durante o dia, atletas do highline, modalidade extrema do slackline, surpreenderam quem passava pela Velha Senhora. A multidão observou atentamente o caminhar lento e calculado sobre a fita instalada entre as duas torres da ponte. Rafael Bridi, profissional do esporte, conquistou novo recorde nesta data ao realizar a inédita travessia.

01pontebridi2020

Além do slackline e de acrobacias em tecido, entusiastas de aventuras radicais puderam experimentar a sensação de saltar da ponte: foram realizados mil saltos de bungee jumping. Além de 150 de pêndulo humano e 135 descidas de rapel. Para quem preferiu estar nas alturas, mas sem sair do chão, teve o simulador de voo de balão, conduzindo os usuários em uma viagem até a Capadócia, na Turquia, através de óculos de realidade virtual.

A diversidade foi outra marca do evento. O palco Viva a Ponte foi um dos espaços mais democráticos da celebração de reabertura. De acordo com a Fundação Catarinense de Cultura (FCC), foram 65 apresentações que contemplaram quase todos os gostos musicais: do samba ao rock, do sertanejo à batucada, passando pelo rap e gospel, entre outros estilos. Para encerrar, a Orquestra de Baterias de Florianópolis prestou homenagem à Velha Senhora fazendo todo mundo vibrar.

ponte hercilio luz 20200102 1272823745

A conclusão das obras da ponte está prevista para março. Até lá serão definidas as diretrizes sobre o uso dessa estrutura, inclusive para o turismo. “Agora precisamos definir qual o melhor uso desse bem, que tem suas belezas e que precisa ser autossustentável”, avaliou Flávia.

Fonte: Santur

Informativo ABIH-SC 19 de dezembro

No informativo da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Santa Catarina – ABIH-SC, você vai ver:

Boas Festas; – Revista ABIH-SC – 2ª Edição;-  FECHADURAS: A SEGURANÇA DO HÓSPEDE ;- Sócio Colaborador – Ecoflex ;- Câmara concede cidadania honorária à desembargadora Rosana Fachin ;- Sócio Colaborador – 7 Seven Publicidade e Propaganda ;- Praias de difícil acesso em Florianópolis ganham postos guarda-vidas ;-Associados ABIH-SC.

Confira o informativo completo AQUI!!

Turismo consegue aumentar em cinco vezes proposta inicial do orçamento 2020

Em seu melhor ano, Ministério do Turismo assegura orçamento de mais de R$ 1 bilhão para suas ações ao longo do ano.

Para encerrar o melhor ano do turismo brasileiro, o Ministério do Turismo comemora mais uma importante vitória. A aprovação do orçamento com um valor quase cinco vezes maior do que previa a proposta original, de R$ 209,2 milhões. Em 2020, a Pasta contará com o montante de mais de R$ 1 bilhão que será destinado às ações e programas para o desenvolvimento do setor. Trata-se de um dos maiores orçamentos dos últimos 5 anos. Com isso, iniciativas já trabalhadas pela Pasta, como o Fungetur, o Prodetur+Turismo e as obras de infraestrutura terão mais recursos para impulsionar ainda mais o crescimento do Brasil.

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, comemorou o salto do orçamento para o ano que vem, e destacou a importância desse recurso para a estruturação dos destinos. “Investir no Turismo é investir na economia, é gerar emprego e renda para a nossa população. Mais recursos significam mais ações que poderemos financiar e estruturar os nossos atrativos turísticos. O ano de 2019 foi um ano de importantes conquistas e em 2020 deveremos avançar ainda mais. Vamos juntos transformar o turismo do Brasil”, celebrou.

O recurso aprovado é fruto da articulação de Marcelo Álvaro Antônio com parlamentares e membros do poder executivo. No segundo semestre, o ministro se reuniu com coordenadores das bancadas no Congresso Nacional das regiões Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sul e Sudeste. Entre os objetivos destes encontros estavam a promoção da integração entre Legislativo e Executivo para uma maior sinergia na alocação de recursos no setor. “Houve um reconhecimento do Parlamento sobre a importância do turismo para a recuperação econômica do nosso país”, avaliou Lia Noleto, chefe da assessoria parlamentar do MTur.

O Turismo é um dos setores com maior crescimento no país. Apenas no mês de julho, a atividade cresceu 3,4% e gerou mais de 25 mil empregos. Só no setor de cruzeiros marítimos foram movimentados mais de R$ 2 bilhões na última temporada, gerando mais de 30 mil postos de trabalho. O Turismo de Negócios também registrou bons resultados com alta de 14,7% no primeiro semestre de 2019.

Com mais recursos para 2020, a Pasta espera gerar mais empregos, promover a conectividade dos modais de transportes, dobrar o número de turistas estrangeiros, ampliar em 40 milhões o número de brasileiros conhecendo o país e mais que triplicar a arrecadação com o turismo internacional. 

Fonte: Ministério do Turismo

Reunião da Diretoria Executiva ABIH-SC

Osmar José Vailatti presidiu a última reunião do ano de 2019 da diretoria executiva da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Santa Catarina – ABIH-SC, realizada na quarta-feira(11/12), que teve como pauta a Apresentação do Financeiro ABIH-SC e Encatho, Projeção financeiro ABIH-SC 2020, Exprotel, Metas da presidência para o ano de 2020, Contratos ABIH-SC pendentes, Definição de datas das reuniões da Diretoria Executiva 2020 e Assuntos Gerais.

Verão Santa Catarina 2019/2020 prevê investimento de R$ 41,1 milhões em diferentes áreas

A ação Verão Santa Catarina terá novidades para a temporada 2019/2020. Além da participação de 9,2 mil profissionais da Segurança Pública, a força-tarefa do Governo do Estado, programada para começar em 19 de dezembro, terá uma Comissão de Respostas Rápidas, que engloba 22 órgãos da administração direta e indireta com o objetivo de prevenir e garantir celeridade no enfrentamento de situações emergenciais.

O lançamento nesta quinta-feira, 12, marca a apresentação de um novo conceito de ação para a alta temporada, com objetivo de fortalecer o atendimento à população e aos visitantes. O investimento total chega a R$ 39,4 milhões apenas na Segurança Pública, principalmente em diárias, ressarcimento aos guarda-vida civis e novas viaturas. Também está confirmado R$ 1,6 milhão em ação da Casan de fiscalização contra despejo irregular de esgoto na região dos Ingleses, em Florianópolis. Foram destinados ainda R$ 85 mil por parte do Instituto do Meio Ambiente em novas placas para indicar a balneabilidade das praias.

: : Confira a galeria de fotos 

Segundo o governador Carlos Moisés, a presença maciça de turistas, em especial na região litorânea, exige uma articulação de forças por parte da administração estadual. Ele salienta que serão três meses de muito trabalho e atenção redobrada.

Foto Julio Cavalheiro Secom

 Foto: Júlio Cavalheiro/Secom

“Santa Catarina, por suas qualidades, é procurada por milhões de pessoas durante a temporada de verão. Para esse ano, o Governo se preparou de uma maneira especial. Estamos trabalhando de maneira ainda mais integrada para garantir a melhor experiência possível para os nossos visitantes. Queremos que eles voltem sempre e façam uma propaganda voluntária do nosso estado, gerando um ciclo cada vez mais virtuoso”, diz Carlos Moisés.

Comissão de Respostas Rápidas

A ação Verão Santa Catarina 2019/2020 vai até o início de março. A Comissão de Respostas Rápidas será comandada pela Casa Civil e pela Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina (Santur) e terá representantes dos seguintes órgãos: Defesa Civil, Casan, Celesc, Epagri/Ciram, Polícia Civil (PCSC), Instituto Geral de Perícias (IGP), Instituto do Meio Ambiente (IMA), Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP), Instituto de Metrologia de Santa Catarina (Imetro), Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade, Secretaria Executiva de Comunicação, Escritório de Gestão de Projetos (EPROJ), Secretaria de Estado da Saúde, Procon, Polícia Militar (PMSC), Corpo de Bombeiros Militares de Santa Catarina (CBMSC), Secretaria Executiva de Assuntos Internacionais, Secretaria de Estado da Educação, Secretaria de Desenvolvimento Social e Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca.

Para o chefe da Casa Civil, Douglas Borba, a integração das diversas áreas do governo será fundamental para garantir o sucesso da temporada. De acordo com ele, é papel do Estado evoluir para desenvolver ainda mais o turismo.

“O Estado precisa se profissionalizar para receber os turistas não só do Brasil, mas de todo o mundo. Fizemos um esforço para congregar todos esses órgãos e integrar as nossas ações. Teremos uma equipe de plantão para todo o período de veraneio. Os visitantes são uma parte importante do incremento da economia e da receita de Santa Catarina e devemos fazer a nossa parte”, opina Borba.

Reforço na segurança

A chegada dos turistas a Santa Catarina é um desafio para a Segurança Pública. Por conta disso, 9,2 mil profissionais atuarão nos locais mais frequentados pelos visitantes. São 5.750 mil policiais militares, 1.413 policiais civis, 2 mil homens do Corpo de Bombeiros (incluindo 1.146 mil guarda-vidas civis) e 41 profissionais do Instituto Geral de Perícias (IGP) dedicados ao Verão Santa Catarina 2019/2020. Esse efetivo contará com o apoio de 1,7 mil viaturas, 87 embarcações, 37 quadriciclos, oito helicópteros e quatro aviões.

O comandante-geral da Polícia Militar e presidente do Colegiado Superior de Segurança Pública e Perícia Oficial, coronel Carlos Alberto de Araújo Gomes Junior, destacou que as corporações irão agir sempre de forma proativa, com engajando contínuo dos efetivos.

Araújo Gomes ressaltou também que a PMSC irá “promover atendimento de apoio e socorro às situações de emergência, em conjunto com outros órgãos do sistema estadual e nacional de segurança pública”.

Santur espera quase 5 milhões de turistas

A expectativa da Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina (Santur) é de uma temporada agitada no litoral catarinense. Um levantamento feito pelo órgão estima que a movimentação turística neste verão deve chegar a 5 milhões de pessoas. A projeção é feita com base nos anos anteriores, com informações da Polícia Federal, além de dados filtrados e publicados oficialmente nos Anuários Estatísticos pelo Ministério do Turismo/MTur. Apenas em dezembro e janeiro, são esperados 515 voos extras com destino ao estado.

 “Esta é mais uma ação estratégica da Santur, que pela primeira vez coordena as ações de verão de forma integrada com os demais órgãos governo. Nosso foco está centrado nas pessoas. No bem estar do cidadão catarinense e na satisfação do turista. Ao longo do ano promovemos nosso destino em novos mercados e vamos aproveitar a oportunidade do verão para mostrar que Santa Catarina tem atrativos para todas as épocas do ano”, afirma a presidente da Santur, Flavia Didomenico.

Verão Santa Catarina na web

A temporada 2019/2020 também contará com um website que agrega informações de serviços essenciais, como Casan e Celesc, telefones para emergências, como Samu e Corpo de Bombeiros, links para dados de balneabilidade e previsão do tempo, além de dicas para tornar ainda mais proveitosa a experiência de visitantes ou residentes em Santa Catarina. O endereço é www.verao.sc.gov.br

O desenvolvimento dessa ferramenta considerou fatores como navegabilidade, carregamento rápido e conteúdo relevante, de maneira que seja funcional mesmo em áreas com pouca cobertura de dados ou locais com grande concentração de acessos à internet. O formato foi planejado especialmente para uso em celulares e outros dispositivos móveis, com o objetivo de oferecer mais facilidades para quem está aproveitando o verão no estado.

Polícia Militar

A Polícia Militar de Santa Catarina executará a ação Verão Santa Catarina de 19 de dezembro de 2019 a 10 de fevereiro de 2020. Em uma segunda fase dará início à Operação Alegria, que ocorre entre os dias 20 e 26 de fevereiro de 2020.

O Verão Santa Catarina 2019/2020 será realizado em 29 zonas balneárias (municípios/praias), 22 estâncias hidrominerais, duas zonas alfandegárias e em 129 áreas de proteção ambiental com frequência de turistas e de responsabilidade do Comando do Policiamento Ambiental.

Os locais atendidos têm um efetivo de 4.745 policiais militares em emprego operacional e receberão os reforços de 1.005 policiais militares. Além disso, aproximadamente 1.210 veículos (automóveis e motocicletas) serão utilizados nas operações, além de quatro helicópteros, dois aviões e 26 embarcações.

Foram anunciados R$ 9,3 milhões em novas viaturas para a a Polícia Militar Rodoviária.

Polícia Civil

A Polícia Civil participará do Verão Santa Catarina 2019/2020 com reforço de 71% no número de policiais civis em relação à ação anterior. São 588 policiais civis extras que atuarão nas delegacias do Litoral e Oeste catarinense, divididos em três períodos, em 35 municípios sede, além do efetivo local. Com isso, o total de homens mobilizados será de 1.413. Serão usados dois helicópteros e quase 500 viaturas.

Será realizada novamente neste ano a campanha de prevenção ao desaparecimento de crianças nas praias através da Delegacia Móvel e equipe de policiais civis. Haverá distribuição de cartilhas à população e pulseirinhas de identificação às crianças com dicas de cuidados e informações de serviços, por exemplo, sobre onde procurar ajuda e como agir. Outra ação prevê a atuação de apoio da equipe do Canil da Polícia Civil com cão farejador. O objetivo é localizar drogas em ações policiais.

Está previsto ainda trabalho em conjunto com o consulado da Argentina por meio da parceria com policiais argentinos nos atendimentos aos turistas.

Corpo de Bombeiros

Para o Corpo de Bombeiros Militar, o Verão Santa Catarina 2019/2020 dura 191 dias. A baixa temporada começa em 5 de outubro e o pós-temporada acaba em 13 de abril. Desde o fim de novembro, 384 postos de guarda-vidas já estão em operação no estado. Ao todo, 2 mil homens atuarão por dia na força-tarefa, incluindo os 1.146 guarda-vidas civis temporários.

operacao verao 2019 20

Foto Ricardo Wolffenbüttel / SECOM

O CBMSC contará com o apoio de dois helicópteros e dois aviões, além de 61 embarcações e 37 quadriciclos. O investimento total da corporação na força-tarde é superior a R$ 17 milhões.

Os locais atendidos são 35 cidades sede de balneários que possuem 170 praias, estâncias hidrominerais, lagos, represas e/ou rios. No total, são 325 km de praia atendidos, o que representa 58% do litoral catarinense.

Instituto Geral de Perícias

Serão 41 servidores entre médicos legistas, auxiliares médico-legistas, peritos criminais, auxiliares criminalísticos, peritos bioquímicos e auxiliares de laboratório empenhados no Verão Santa Catarina 2019/2020. O investimento será de aproximadamente R$ 231 mil.

Instituto do Meio Ambiente (IMA)

Com um investimento total de R$ 85 mil, serão instaladas 229 placas de balneabilidade nos 500 quilômetros da costa catarinense. O layout mais moderno e atrativo contém características e cores que remetem ao mar e à natureza. Além de indicar se o local é próprio ou não para banho, as placas têm informações como o site de balneabilidade e o da Ouvidoria para denúncias.

Santa Catarina é o segundo estado com maior monitoramento de balneabilidade, atrás apenas do Rio de Janeiro. Ao todo, são monitorados 229 pontos. O IMA seleciona pontos que englobam todo o litoral catarinense, concentrando as coletas justamente nos locais mais suscetíveis de poluição e com maior fluxo de banhistas.

Celesc

A vinda de milhares de turistas para o litoral catarinense; o grande crescimento da demanda por energia elétrica devido, principalmente, ao uso muito mais intenso de eletrodomésticos, refrigeradores, sistemas de climatização, e a grande incidência de temporais, com ventanias e descargas atmosféricas, criam um cenário desafiador para a Celesc.

Por isso, é neste período que a distribuidora catarinense concentra esforços e desenvolve ações específicas em três grandes frentes: reforço do sistema, manutenção preventiva e ampliação do número de equipes para atendimento de emergências.

No ano, os recursos para manutenção do sistema elétrico somam R$ 58 milhões em obras de melhorias, que consistem na substituição de cabos, postes e equipamentos, ampliando a robustez das redes elétricas e a confiabilidade do sistema em todo o estado. Nos balneários, essas obras têm como destaque a substituição de postes, cruzetas, divisão de circuitos e a instalação de isoladores híbridos e cabos isolados, mais resistentes às intempéries e à ação da maresia.

Além de ampliação e melhoria, a empresa também investe em ações preventivas. Do total de recursos destinados à manutenção do sistema elétrico neste ano, R$ 21 milhões foram para limpeza de faixa, poda e roçada de vegetação, um aumento de mais de 20% sobre o valor aplicado em 2018.

A Celesc contratou ainda mais 40 equipes extras que atuarão nas regiões de Florianópolis, Joinville, Itajaí, Tubarão e Criciúma para reforço do contingente de atendimento às emergências, o que significa um aumento de mais de 50% do contingente normal dessas áreas.

Casan

A Casan projetou um investimento de R$ 45,6 milhões em melhorias no sistema de abastecimento e saneamento, prevendo o aumento vegetativo de demanda e para suprir as necessidades que a temporada anterior apresentou. Destaca-se o fato de que os processos licitatórios e as revisões de contratos permitiram uma economia de 22,74% em relação aos preços orçados inicialmente. Todos esses investimentos estarão em operação para o Verão 2019/2020, sendo que a maior parte – cerca de 75% – está concentrada na Grande Florianópolis, região que abriga o maior número de usuários permanentes e recebe o maior número de visitantes na temporada. Ainda será destinado R$ 1,6 milhão para o Trato pelo Capivari, uma ação da Casan de fiscalização contra despejo irregular de esgoto na Praia dos Ingleses, em Florianópolis, para melhorar balneablidade do local.

balneabilidade

Foto: Cristiano Estrela / Secom

Secretaria de Agricultura, Pesca e Desenvolvimento Rural

O agronegócio é a base da economia de Santa Catarina e manter a saúde dos rebanhos e lavouras é uma das prioridades do Governo do Estado. Com o maior fluxo de turistas entre os meses de dezembro e fevereiro, a Secretaria da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural irá reforçar as ações de defesa agropecuária para minimizar os riscos de entrada de pragas e doenças. Entre as ações previstas estão a conscientização sobre os produtos que têm entrada proibida no estado e a aplicação de penalidades para quem desrespeitar as normas.

“Convidamos os turistas a desfrutarem dos produtos catarinenses. Temos aqui excelentes produtos, muitos deles são exportados para os países mais exigentes do mundo. Desejamos que todos que visitem Santa Catarina aproveitem o que o nosso estado tem de melhor”, destaca o secretário de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural, Ricardo de Gouvêa.

Secretaria do Desenvolvimento Social

Exploração sexual: por que falar sobre isso no verão? É com essa pergunta que a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social dá início a sua participação na ação Verão Santa Catarina 2019/2020. A proposta é desenvolver ações de conscientização, através das redes sociais e veículos informativos para alertar que turismo sexual deve ser combatido e denunciado.

Quando alguém é forçado a realizar práticas sexuais visando o lucro está sendo vítima de exploração sexual, que pode se manifestar de quatro formas: prostituição (quando forçada), pornografia, tráfico para fins sexuais e turismo sexual, quando a pessoa é explorada sexualmente por visitantes de outras cidades, estados ou países. Para enfrentar essa prática ilegal, Santa Catarina conta com um canal de denúncias, o Disque 100.

Imetro-SC

O alvo do Imetro-SC são os veículos com instalação de sistema de uso do GNV; caminhões, ônibus e veículos utilitários que necessitam de uso do cronotacógrafo; e veículos de carga que transportam produtos ou equipamentos regulamentados pelo Inmetro.

“O Verão Santa Catarina vai levar segurança às estradas. Com maior conscientização dos proprietários de veículos e a conformidade dos equipamentos de GNV e cronotacógrafos, além da garantia do selo do Inmetro nos produtos comercializados no Estado”, garante Rudinei Floriano, presidente do Instituto Metrológico de Santa Catarina.

Fonte: Santur