Posts

Informativo abihsc

Informativo ABIH-SC 09 de abril

No informativo da ABIH-SC desta semana você vai conferir:

ABIH-SC coloca em pauta estratégias para o setor de marketing e comercial;-Sócio Colaborador – Ecoflex;-Hapvida – Plano de Saúde;-Câmara de Turismo da Fecomércio SC reúne trade para debater medidas do setor;-Fungetur alcança marca de R$ 1 bilhão já contratado em apoio ao turismo brasileiro;-Associados ABIH-SC.

Clique AQUI para conferir o informativo completo.

Turismo Ecológico e Sustentável é uma das categorias do Prêmio Fritz Müller

Turismo Ecológico e Sustentável é uma das categorias do Prêmio Fritz Müller

Projetos que promovem o turismo ecológico sustentável e a qualidade de vida das comunidades locais podem participar do 22° Prêmio Fritz Müller, promovido pelo Instituto de Meio Ambiente (IMA) com a finalidade de reconhecer empresas e organizações que desenvolvem projetos voltados à preservação ambiental. As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas até 27 de agosto – clique aqui. 

Concedido anualmente, o Prêmio Fritz Müller é o principal reconhecimento ambiental do estado de Santa Catarina. É destinado a projetos e iniciativas que resultam em benefícios para a conservação do meio ambiente. Podem participar empresas públicas e privadas, instituições, órgãos governamentais, cooperativas, ONGs, institutos e organizações que atuam em Santa Catarina, com projetos desenvolvidos no estado.

A premiação contempla 15 categorias voltadas a projetos e ações desenvolvidos nas áreas de agricultura sustentável, conservação de insumos como água e energia, controle da poluição, tratamento de efluentes, reciclagem e resíduos sólidos, educação ambiental, gestão ambiental, turismo ecológico, entre outras.

Fritz Müller

O nome do Prêmio é uma homenagem ao famoso naturalista alemão Johann Friedrich Theodor Müller, que nasceu em 1822, na Alemanha, mas viveu em Blumenau por 45 anos. Considerado um revolucionário, estudioso do meio ambiente e precursor da ecologia, Fritz Müller foi aclamado como príncipe dos observadores da natureza. 

Fonte: Santur

Fungetur alcança marca

Fungetur alcança marca de R$ 1 bilhão já contratado em apoio ao turismo brasileiro

Ministério do Turismo atingiu a marca de R$ 1 bilhão já contratado em apoio ao setor do turismo brasileiro. O resultado é fruto de um esforço permanente da Pasta para garantir que o dinheiro chegue de forma ágil e facilitada a quem mais precisa. Os recursos permitiram desde a capitalização de empresas com suporte ao seu funcionamento até a realização de obras de infraestrutura turística. Dessa forma, o acesso ao crédito por meio do Fundo Geral do Turismo (Fungetur) por empreendedores do setor garantiu a preservação ou geração de pelo menos 51,3 mil empregos diretos.

O Fungetur é uma linha de financiamento com recursos do MTur destinada, preferencialmente, aos segmentos de micro, pequenas e médias empresas. Os valores contratados junto a instituições financeiras credenciadas a operar o fundo passou de R$ 68,6 milhões, em 2018, para R$ 769,3 milhões, em 2020 – um crescimento é de 1.021%. Já no primeiro trimestre deste ano, foram negociados quase R$ 50 milhões.

Ao todo, nos últimos três anos, foram realizadas 3.825 operações financeiras. Neste período, a maior parte dos recursos (70%) foi destinada a operações de capital de giro. Na sequência, aparecem as operações para realização de obras (14%), aquisição de bens (11%), obra com aquisição de bens associada (4,69%) e aquisição de bens com capital de giro associado (0,08%).

Para acessar os recursos do Fungetur é necessário estar no Cadastur, que é o cadastro de pessoas físicas e jurídicas que atuam no turismo. O cadastro é rápido, gratuito e pode ser feito online, clicando AQUI. Com a situação regular no Fungetur, basta procurar uma das 29 instituições financeiras credenciadas a operarem recursos do Fundo. A análise para concessão do crédito é realizada exclusivamente pelo agente financeiro credenciado.

Para saber mais sobre como acessar os recursos, veja o Guia Fungetur.

CRÉDITO EXTRAORDINÁRIO – Diante dos impactos causados pela pandemia de Covid-19, o governo federal autorizou um crédito histórico de R$ 5 bilhões no ano passado para auxiliar empreendimentos turísticos no cenário de crise, com taxas e prazos diferenciados (Lei 14.051/2020). Ainda em 2020, a totalidade desses recursos foi disponibilizada para instituições financeiras credenciadas e estão disponíveis para serem contratadas em qualquer unidade da federação. 

Segundo o secretário nacional de Atração de Investimentos, Parcerias e Concessões do Ministério do Turismo, Lucas Fiuza, o objetivo é “minimizar os efeitos da pandemia e contribuir para a preparação do setor para a retomada das atividades turísticas no país”.

Os recursos podem ser usados tanto para capital de giro – dinheiro necessário para bancar o funcionamento de uma empresa – quanto para aquisição de bens, como máquinas e equipamentos. Podem ser usados, ainda, para a realização de obras de construção, modernização e ampliação para a retomada das atividades, além de reformas em geral em empreendimentos paralisados pela pandemia.

Fonte: Mtur

Câmara de turismo da Fecomércio SC

Câmara de Turismo da Fecomércio SC reúne trade para debater medidas do setor

Os principais atores do trade catarinense debateram a agenda política e econômica do setor durante a reunião da Câmara Empresarial de Turismo da Fecomércio SC, realizada na terça-feira (6) a terceira edição em 2021.

Para fazer um retrato do setor em tempos de pandemia, a Fecomércio SC apresentou em primeira mão a Pesquisa Fecomércio SC de Turismo de Verão no Litoral Catarinense 2021, que traz perfil do turista que circulou no estado e as percepções dos empresários sobre o impacto da temporada nos empreendimentos dos setores de comércio, serviços e turismo. Os dados foram apurados em São Francisco do Sul, Balneário Camboriú, Florianópolis, Imbituba e Laguna nos meses de dezembro, janeiro e fevereiro.

Leia a pesquisa na íntegra

O presidente da Câmara, Marco Aurélio Floriani, propôs a construção de um guia sobre a cadeia produtiva do turismo, com a participação de todos os atores, e destacou a atuação de diversos representantes do setor na elaboração dos decretos e portarias estaduais.

Auxílio ao setor de eventos

A Diretora de Assuntos Legais da Associação Brasileira dos Promotores de Eventos (ABRAPE), Eveline Orth, detalhou o Programa Emergencial de Retomada do Setor de Eventos (PERSE), que foi aprovado no Senado no fim de março, mas retornou à Câmara dos Deputados para apreciação por conta de alterações no texto original do PL.

O objetivo do Perse é mitigar as perdas decorrentes da pandemia de Covid-19, disponibilizando diversas medidas de auxílio ao setor, tais como: possibilidade de renegociar dívidas, a contratação de operações de crédito com instituições financeiras públicas e privadas sem a observância de diversas condições legais, a redução a zero das alíquotas da Contribuição para o PIS/Pasep, da Cofins e da CSLL incidentes sobre o seu resultado, a prorrogação do Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda e o acesso ao Programa Emergencial de Acesso a Crédito (Peac).

Pessoas jurídicas de todos os portes estão contempladas pelo PL, incluindo entidades sem fins lucrativos que são ligadas a eventos culturais, esportivos, sociais, corporativos, de lazer; Salas de Cinema; Estabelecimentos Hoteleiros e Serviços Turísticos.

Sinalização turística

Uma das bandeiras da Câmara Empresarial de Turismo e demanda recorrente das IGRs no programa Turismo em Movimento, a sinalização turística em Santa Catarina deve sair do papel em breve. Segundo a Santur, o governo investirá 7,1 milhões de reais para a implantação das placas em 13 regiões, em um projeto de cooperação técnica entre a agência e a secretaria de desenvolvimento. Na primeira etapa serão abarcadas cinco regiões: Caminho dos Canyons, Encantos do Sul, Caminhos do Contestado, Vale das Águas e Caminhos da Fronteira.

A Santur também apresentou o Programa Orla segura, que prevê medidas para tornar as praias mais acessíveis às pessoas com deficiência física, aquisição de equipamentos para balizamento e sinalização náutica em praias e lagoas e a proposta de criação de um novo espaço de pesca esportiva, mergulho  e pesquisas marinhas.

Fonte: Fecomércio

ABIHSC e Busque Seguros

Benefícios para associados ABIH-SC

Na tarde desta terça-feira (30/03) aconteceu uma reunião online de alinhamento para o lançamento de um novo benefício exclusivo para associados ABIH-SC em parceria com a empresa Busque Seguros.

Representando a Entidade estiveram presentes o Diretor-presidente da ABIH-SC, Rui Schurmann, o Diretor Financeiro ABIH-SC, Nery Cardoso, as colaboradoras da ABIH-SC, Juliana Bossi de Castro e Josiane Castilhos.

Representando a empresa Busque Seguros, Nilo Santiago (CEO) e Santiago Parquet (Executivo – Vertical Benefícios).

Benefícios ABIH-SC

Você já conhece os benefícios que a ABIH-SC oferece? Confira!

Busque Seguro: oferece uma grande variedade de produtos e soluções no segmento de Seguros e Benefícios, tanto individuais quanto corporativos. Parceiros de todas as Operadoras de Seguro homologadas no Brasil. Avaliando o perfil de cada segurado e dos produtos de cada seguradora.

Liberty Seguros: Especialista em Seguro de Vida individual e em grupo, com possibilidade de abrir uma conta Affinity para empresas acima de 50 funcionários, o que permite obter descontos além dos praticados no mercado. Também oferece Seguro Automóvel, Residencial, Empresarial e de Engenharia.

Porto Seguro: Tem as melhores condições para contratar um Consórcio, seja para automóvel (novo/usado) ou para imóvel. Atua também com Seguro de Vida (individual ou em grupo) e seguros para Automóvel, Residência e Empresas.

AXA: Possui proteção mais abrangente para Condomínios, sejam residenciais ou comerciais. Suas coberturas são bem completas, com o melhor custo-benefício nesse tipo de seguro.

Mapfre: Quando a demanda é Seguro de Vida com coberturas exigidas pela Convenção Trabalhista, essa é a operadora com as melhores condições do mercado. Oferece também seguros para Automóveis, Residências e Empresas.

SulAmérica: Tem como foco o cuidado com as pessoas, oferecendo Benefícios nos segmentos de Saúde, Odonto, Vida e Previdência. Possui uma das melhores e maiores redes credenciadas do Brasil. Seus Planos de Saúde possuem abrangência nacional (regional sob consulta), com reembolso, com/sem coparticipação e um excelente atendimento.

Bradesco Seguros: Atua no mercado de Benefícios nas áreas de Saúde, Odonto, Vida e Previdência. Tem grande aceitação de seus planos em todo o Brasil. Seus Planos de Saúde são bem diversificados, com abrangência nacional, com/sem coparticipação e com reembolso, inclusive internacional (dependendo do tipo de plano escolhido). Oferece ainda Seguros de Automóvel, Residência e Empresarial.

AMIL: Tradicional operadora de Saúde, com planos de abrangência nacional, com/sem coparticipação, com/ sem reembolso e grande rede credenciada distribuída pelo Brasil. Também possui planos regionais (sob consulta). Seus preços são bem competitivos quando se trata de Plano de Saúde nacional.

LifeDay: Oferece Planos de Saúde regionais, com custo-benefício bem atraente. Ainda que não disponibilize reembolso, possui outros diferenciais interessantes. Agrega em sua rede credenciada os principais centros de saúde, clínicas e laboratórios de exames da região metropolitana.

HapVida: Com atuação e presença centralizada na região de Joinville, tem como diferencial uma rede verticalizada, com clínicas e hospitais próprios. Seus planos possuem preço muito competitivo e seu atendimento ao beneficiário é especial e humanizado.

Kombo: Sistemas online completes para a área de Gestão de Pessoas com 25% de desconto para associados, contemplando: recrutamento e seleção, banco de currículos, divulgação de vagas, avaliação de desempenho e criação de plano de cargos e salários.

Dental Uni: Operadora do segmento de Planos Odontológicos, tanto para pessoa física quanto jurídica. Possui abrangência nacional e ampla rede credenciada pelo país, com excelentes profissionais cadastrados. Conta com grandes diferenciais, como a possibilidade de realizar tratamentos estéticos ou procedimentos que o plano contratado não cobre, através de uma contratação direta com a Operadora, inclusive com formas de pagamento bastante acessíveis.

Quer saber mais? Entre em contato! 48 988437711 ou abih@abih-sc.com.br

O que é self booking e quais são suas vantagens?

O que é self booking e quais são suas vantagens?

A plataforma de self booking para hotéis é responsável por fazer reservas e emissão de relatórios e registrar atividades realizadas no período de hospedagem. A ferramenta de auto reserva é comumente utilizada em viagens corporativas, já que é essencial para prestação de contas aos gestores.

Dessa maneira, a troca de informações é mais fluída, tanto entre colaborador e empresa quanto com a própria agência de viagens. Se você quer conhecer mais sobre o assunto, continue com a leitura do artigo e descubra.

O que é self booking?

O self booking é uma ferramenta digital voltada à viagem corporativa, reunindo  em uma só plataforma todas as informações e processos de uma viagem, desde seu planejamento até o check-out.

Uma viagem a trabalho pode contar com reservas de voos e de quartos, aluguel de carros e todas as ações relacionadas à estadia por meio de um sistema tecnológico, que concentra suas funcionalidades em um único lugar.

Dessa forma, é possível se adaptar às exigências da organização, atendendo à política de viagens corporativas, gerando relatórios, trocando dados de maneira simples e ágil, levantando melhores preços e oferecendo o melhor custo-benefício.

Vantagens do self booking

O self booking é uma ferramenta inovadora e que modifica a forma de acompanhar a estadia de colaboradores em viagens a trabalho. Mas quais são os principais benefícios que esse sistema traz?

Redução de custos

O self booking é essencial para a economia de recursos, uma vez que o sistema é programado para encontrar os melhores preços e dispensa a atuação de intermediários, já que os próprios colaboradores podem concluir os processos.

Diversidade de escolhas

A plataforma traz consigo diversas alternativas, para que o viajante encontre as opções que mais façam sentido para a empresa e sua política de viagens, comparando tipos de quartos, voos, roteiros de deslocamentos e muito mais.

Melhor utilização do tempo

A otimização do tempo é fundamental para garantir a produtividade dos funcionários e o propósito principal da viagem corporativa. O self booking permite que os profissionais deixem de se ocupar com comparações em diversos sites de agência e traz, de forma otimizada, o passo a passo para o cumprimento da viagem.

Autonomia

self booking corporativo permite até mesmo que os colaboradores decidam as melhores datas para suas viagens. Se imprevistos surgirem pelo caminho, não é necessário refazer o planejamento ou contratar intermediários, uma vez que o sistema pode fazer todas as alterações.

Atenção à política de viagem

política de viagem é necessária para regular gastos e acompanhar rotinas, repassando informações das atividades dos colaboradores para a gestão da empresa, justificando despesas.

A organização estabelece normas, que devem ser respeitadas para que a compra de passagens, a reserva de hotel e todos os outros gastos sejam autorizados e validados.

Um exemplo claro dessa regra é o período mínimo em que a compra de passagens e reservas devem ser feitas. Há também um teto de gastos para cada colaborador ou grupo de pessoas, dependendo do setor em que atuam na empresa e seus objetivos no local de viagem.

É válido trazer um treinamento aos colaboradores, transmitindo as regras que devem ser seguidas e ajudando a conter despesas desnecessárias, uma vez que o objetivo final de todas as companhias é o lucro.

Otimize sua gestão hoteleira com o self booking

Ao longo deste conteúdo, trouxemos um breve panorama sobre o que é self booking, sua importância para as empresas e como ajuda a controlar gastos. Entre outras vantagens, está a diversificação de escolhas e a autonomia dos viajantes corporativos.

A modernização da gestão hoteleira já é uma realidade e deve atualizar seus processos, buscando otimizar práticas e automatizar tarefas. Afinal de contas, em qualquer tipo de viagem, a experiência do hóspede é o que conta.

Referência em tecnologia e inovação, nossos sistemas são os parceiros ideais para aprimorar suas práticas e trazer o melhor retorno sobre investimento. A TOTVS é uma empresa 100% brasileira e que acredita no Brasil que faz. 

Se você gostou deste conteúdo e quer adequar seu hotel aos mais diversos tipos de demanda, confira agora por que adotar um sistema hoteleiro. Não se esqueça de continuar acompanhando o blog da TOTVS e assinar a newsletter, para não perder nenhuma novidade.

Fonte: Totvs

ABIH apresenta ‘grave’ situação da hotelaria à Comissão de Turismo da Câmara

ABIH apresenta ‘grave’ situação da hotelaria à Comissão de Turismo da Câmara

A hotelaria independente do país – que corresponde a cerca de 90% dos meios de hospedagem brasileiros – sob a liderança da ABIH Nacional, juntamente com os presidentes das ABIHs estaduais, se reuniu com o deputado federal João Bacelar, presidente da Comissão de Turismo da Câmara dos Deputados, para apresentar ao parlamentar um panorama da grave situação que o setor vem passando no país em consequência da pandemia.

Na reunião, os presidente das ABIHs estaduais destacaram as dificuldades que a hotelaria brasileira vem atravessando e foi unanimidade ente os presntes que o setor precisa urgentemente que a medida provisória 936 seja aprovada, possibilitando assim a renegociação de contratos de trabalho e a redução de jornada e salários.

“Quero agradecer a todos vocês pela oportunidade única de conhecer os problemas reais que a indústria de hotéis vem passando, em cada canto do país, desde o inicio da pandemia. Me comprometo, desde já, a defender e fazer todo o possível para agilizar o processo de votação das MP´s que possam favorecer a cadeia do turismo nacional”, disse Bacelar.

Manoel Linhares

“Estamos numa situação realmente difícil, com hotéis e pousadas encerrando suas atividades por todo o Brasil. A hotelaria é a base do turismo em qualquer país e, infelizmente, os hotéis que já fecharam e que por ventura fecharão, dificilmente retornarão suas operações. Precisamos de medidas imediatas que ajudem a preservar as empresas e os empregos do setor, bem como para estarmos aptos a competir pelo mercado que, reprimido por tanto tempo, quando voltar será com força total”, afirmou o presidente da ABIH Nacional, Manoel Linhares.

Fonte: Mercado & Eventos

Ministro destaca potencial de retomada do turismo em audiência pública

Ministro destaca potencial de retomada do turismo em audiência pública

Nenhum país vai ter uma retomada igual a nossa, pelo potencial que nós temos”. Foi o que enfatizou o ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, ao participar nesta segunda-feira (29.03) de audiência pública virtual sobre o Programa Investe Turismo promovida pela Comissão de Turismo da Câmara dos Deputados. O projeto, uma parceria entre o Ministério do Turismo, a Embratur e o Sebrae, busca estruturar e promover 30 roteiros estratégicos em todo o país, a partir de ações como investimentos, inovação e o incentivo a novos negócios.

Direto de Fortaleza (CE), onde oficializou um aporte de R$ 500 milhões ao Banco do Nordeste para a disponibilização de empréstimos do Fundo Geral de Turismo (Fungetur), Machado Neto elencou medidas adotadas no sentido de socorrer o setor e preparar a recuperação de atividades. “A sobrevivência do nosso setor é o que estamos lutando. Fizemos, na época do então ministro Marcelo Álvaro Antônio, o Selo Turismo Responsável, pelo qual fomos aplaudidos pelos órgãos de turismo internacional, como a OMT e o WTTC”, apontou.

O ministro defendeu o fortalecimento do Investe Turismo, por meio da parceria junto ao Sebrae, e destacou o grande potencial do Brasil no pós-pandemia defendendo, ainda, empenho por mais recursos para a promoção do país. “Precisamos nos unir para viabilizar no futuro a divulgação do país lá fora, para desfazer a imagem negativa que fazem do país. O mundo todo sabe do nosso potencial: 98% dos turistas estrangeiros que vêm ao Brasil voltam”, ressaltou.

Também presente à sessão, o presidente da Embratur, Carlos Brito, relatou esforços da Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo e do MTur pela retomada do setor. “A Embratur e o MTur nunca estiveram tão alinhados. A Embratur tem promovido campanhas que reforçam nos brasileiros o orgulho de terem nascido onde o mundo sonha em tirar férias. As ações têm encontrado no presidente Bolsonaro e no ministro Gilson dois aliados incansáveis”, enalteceu.

Já o presidente do Sebrae, Carlos Melles, detalhou a atuação da entidade no Investe Turismo que soma investimentos de cerca de R$ 290 milhões e manifestou otimismo quanto à recuperação do setor. “Temos turismo para todos os gostos. Qual país tem uma costa de cerca de 8 mil quilômetros de extensão e praias como o Brasil? Que tem o seu turismo de aventura, o turismo ambiental, esportivo? Certamente, vamos colher frutos disso”, comentou.

O presidente da Comissão de Turismo da Câmara, deputado João Carlos Bacelar, por sua vez, comemorou a aproximação entre o MTur e o Legislativo. “É de fundamental importância essa aproximação. Enquanto presidente, quero que esta Comissão seja não apenas um local de debate, mas um pilar de sustentação do ponto de vista teórico e legislativo, sempre agindo em parceria com o Executivo, o meio acadêmico, o trade, estados e municípios”, declarou.

INICIATIVAS 

A transmissão também contou com a participação do secretário nacional de Desenvolvimento e Competitividade do Turismo. William França abordou a oferta de cursos de qualificação profissional nas 30 rotas atendidas inicialmente pelo Investe Turismo. “Com um investimento de R$ 2,9 milhões, contratamos a Universidade de Brasília que identificou, nos municípios do Investe, o que havia de necessidade de qualificação. Estamos fazendo 30 cursos específicos para cada uma das rotas”, relatou.

O secretário explicou ainda o trabalho voltado à criação de Destinos Turísticos Inteligentes no país, além de tratativas junto ao Ministério da Saúde para utilizar o aplicativo Conecte SUS na compilação de dados sobre a vacinação de viajantes contra a Covid-19. A sessão teve ainda as presenças dos deputados Marx Beltrão e Marcelo Álvaro Antônio, ex-ministros do Turismo; Newton Cardoso Júnior, Leur Lomanto, Eduardo Bismarck, Herculano Passos e Felipe Carreras, entre outros.

Fonte: Mtur

Informativo ABIH-SC 19 de março

Informativo ABIH-SC 19 de março

Informativo ABIH-SC 19 de março

No informativo da ABIH-SC dessa semana você confere:

– Reunião da Diretoria Executiva da ABIH-SC

– Investimentos do Governo de SC no turismo nos últimos 12 meses está próximo de R$67 milhões

– Aumento de demissões na hotelaria

– Turismo em Foco: Evento online e gratuito

Anfer Design – Sócio Colaborador

– Boqueirão Hotel Fazenda e Resort de Campo

– Caitá Hotéis

– Revista digital da ABIH-SC

– Espaços à venda da Exprotel

Confira o informativo na íntegra aqui!

turismo em foco

Turismo em Foco

Fazer parte dos Conselhos Municipais é a melhor forma de sugerir melhorias para o município, servindo como possibilidade para o acompanhamento, fiscalização e desenvolvimento de políticas municipais em prol do turismo. Se você quer saber mais sobre como o turismo pode ser uma importante matriz para o desenvolvimento econômico, cultural, social e ambiental da sua cidade, confira nosso evento “Turismo em Foco”. Acompanhe os principais passos para a formação dos Conselhos Municipais de Turismo, seu papel colaborativo e a governança. O evento é online e gratuito. Acesse aqui e garanta sua vaga.