‘Turistar’ no próprio estado deve ser aposta em Santa Catarina

O turismo doméstico desponta como uma tendência mundial, reflexo das mudanças desencadeadas pela pandemia. Em meio às incertezas e expectativas para esta temporada de verão, a Fecomércio SC realizou pesquisa em Santa Catarina para compreender o novo momento do setor e a intenção de viajar em 2021 e 2022. A pesquisa foi apresentada na reunião da Câmara Empresarial de Turismo da Fecomércio SC, realizada nesta terça-feira (7).

Confira a pesquisa na íntegra

“A pesquisa confirma que as pessoas querem viajar e, por questões de segurança, praticidade e economia, os destinos nacionais, principalmente o litoral catarinense, devem ser os mais procurados para as próximas férias. Esses dados podem gerar bons insights para o trade direcionar suas estratégias”, avalia o vice-presidente de Turismo da Fecomércio SC, Hélio Dagnoni.

Quase 60% dos entrevistados pretende viajar nas férias. Mais da metade deve ir nos próximos meses – 43% até o final do ano, 22,2% no verão 2022 e 13,1% a partir de abril de 2022. Outros 10,1% manifestaram que somente voltarão a viajar quando a pandemia estiver controlada, 7,1% não tem data definida  e 4,4% a partir do final de 2022.

Os dados apontam que o público interno será fundamental para recuperar os prejuízos acumulados: 91,9% vão circular dentro do Brasil e apenas 8,1% deve ir para o exterior. Entre os destinos nacionais, Santa Catarina lidera a preferência (38,4%), seguido pelo Nordeste (15,6%).

https://www.fecomercio-sc.com.br/wp-content/uploads/2021/12/Relatorio_Intencao_Viajar-2.pdf

A pesquisa foi realizada nos meses de outubro e novembro, com 849 moradores de Santa Catarina, distribuídos em cotas proporcionais à população por mesorregião, faixa etária, escolaridade e sexo. O erro amostral calculado é de 3,3% para um intervalo de confiança de 95%.

Fonte: Fecomercio