Setor turístico cresce 29% no primeiro trimestre de 2022

Foto: Divulgação

O setor de turismo cresceu 29% no primeiro bimestre de 2022. É o que apontam os dados da Pesquisa Mensal de Serviço divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em abril. No momento mais crítico da pandemia do coronavírus, o turismo foi um dos setores mais afetados com perda de mais de R$ 470 bilhões.

Agora, com 81,23% da população vacinada com as duas doses, o que representa mais de 162 milhões de brasileiros imunizados, os dados apresentados mostram que o setor começa a apresenta recuperação. Para se ter ideia, dados da Associação Brasileira de Navios de Cruzeiros (Clia Brasil) mostram que temporada de Cruzeiros 2021/2022 no Brasil movimentou mais de R$ 1 bilhão de reais e gerou 14 mil empregos.

Foram cinco navios que cruzaram 56 roteiros e fizeram mais de 180 paradas, movimentando a economia de cinco estados brasileiros. Os destinos que receberam os navios foram: Ilhabela e Santos, em São Paulo; Rio de Janeiro, Angra dos Reis, Búzios, e Ilha Grande, no Rio de Janeiro; Balneário Camboriú, Itajaí e Portobelo, em Santa Catarina; Maceió, em Alagoas; Ilhéus e Salvador, na Bahia.

Outros dados interessantes são da Associação Brasileira das Operadoras de Turismo (Braztoa), que mostram que mais de 7 milhões de pessoas realizaram viagens por meio de agências em 2021. Isso significa um aumento de 124,6% em relação ao ano de 2020, além de ser 14,2% maior que os registrados em 2019, antes da pandemia do coronavírus. Os dados da Braztoa também informam que os resultados financeiros alcançados em 2021 foram de R$ 7,1 bilhões, o que representa que o setor turístico apresentou uma recuperação de 77% em relação ao ano anterior.

Em janeiro e fevereiro deste ano o Brasil recebeu mais de 530 mil viajantes vindos de outros países, segundo o Sistema de Tráfego Internacional da Polícia Federal. Já os dados do Banco Central mostram que o gasto desses turistas estrangeiros no país alcançou US$781 milhões no primeiro bimestre de 2022, apresentando um crescimento de 63% na comparação com o mesmo bimestre de 2021.

“Todo mundo sabe que o turismo é importantíssimo para economia do país, gera empregos e investimento para melhorar a qualidade de vida das pessoas. Quem trabalha com turismo deve buscar se inovar para atender as necessidades e tendências trazidas pela pandemia, pois os dados apresentados acima, divulgados pelo Ministério do Turismo, apontam que a recuperação do setor é otimista”, afirma a equipe de organização do site Viagens no Brasil.

Fonte: Mobilidade Sampa