Entendendo a relação Eventos Internos & Eventos Externos para os meios de hospedagem

Em primeiro lugar, este artigo é pra você que tem meio de hospedagem, independente se possui espaço, trabalha ou não com eventos.

Porque essa abrangência?Por que os eventos fazem parte de uma cadeia ampla de fornecedores. Simbolicamente, podemos dizer que é como uma peça teatral que possui inúmeros atores e cenários, e o meio de hospedagem desempenha um papel importante nisso tudo. E nem sempre como cenário. 

É importante o entendimento do mercado, de que a essência dos meios de hospedagens normalmente é tratar a hospedagem como fator principal do seu negócio. Assim, nem todo meio de hospedagem terá espaço para eventos, mas com certeza terá um lugar para que as pessoas envolvidas nos eventos possam descansar, tomar um bom banho, dormir e tomar um delicioso café da manhã, para alguns, até mesmo a pensão completa.

Tudo aqui então depende do formato do seu meio de hospedagem e do que você deseja trabalhar nele.

O mercado está mudando, há pouco, vimos hotéis transformando quartos em ambientes de trabalho. Criatividade e principalmente um olhar para o que o cliente está desejando e no que o seu hotel ou pousada pode atender.Eventos internos, ainda que não saibamos quando estarão liberados, poderão sofrer alterações em termos de quantidade de pessoas, disposição de mobiliário.

Há uma demanda reprimida que está em contato conosco diariamente para saber quando e qual hotel já está se organizando para isso.Formato, tamanho, quantidade de pessoas e novos protocolos de segurança e higienização. 

O mercado de casamentos por exemplo, está sofrendo inúmeras alterações, por isso, vários estudos e projetos estão sendo elaborados para que todos envolvidos neste segmento, que inclui hotéis, tenham informações e principalmente sejam fonte de informações estruturais para que se pense na captação de eventos, na capacitação dos envolvidos e no quanto isso se tornará rentável para todos.Ser atrativo como cenário é interessante para o meio de hospedagem, e demanda uma organização interna e a estratégia de ocupação, levando em consideração muito mais do que quantidade de quartos e valores. É sabido que atividades extras ao negócio de hospedagem interferem na operação, mas é momento de olhar para o negócio e pensar em alternativas.

Muito se fala em entender o público. Este entendimento não é mais feito após o hóspede fazer o check out. Este entendimento ( e agora mais do que nunca precisará acontecer), começa na reserva, acontece durante a estadia e é avaliado no final.

 O papel da cadeira de eventos da ABIH-SC e de todas as associações e entidades envolvidas é tornar esse diálogo mais simples, próximo e objetivo. Promover um entendimento que levante características e demandas de cada meio de hospedagem envolvido. Iniciativas como We Do Wedding Club que é o Clube de Networking e rodada de negócios para fornecedores de Eventos Sociais, as ações de planejamento da Agência de Desenvolvimento do turismo de Santa Catarina- Santur, dependem também da qualidade das informações que disponibilizamos enquanto parte do processo do turismo, uma parte importante, pois sabemos quantos eventos são fechados levando em consideração os meios de hospedagens da região, bem como quantos hotéis são escolhas para o sonho de quem quer ter momentos eternizados neste estado que oferece múltiplas atrações naturais.Existem alguns projetos em andamento por exemplo que partem do que o meio de hospedagem quer oferecer: hospedagem? cenário? apenas acomodação por um dia? espaço para cerimônia externa? Esta semana foi enviada uma pesquisa para entendermos a realidade dos meios de hospedagem em Santa Catarina.

Caso não tenha recebido, basta clicar aqui e responder.Vivemos um momento onde dados e informações são determinantes para a sobrevivência dos negócios! E novas oportunidades estão abertas!

Converse conosco!

eventos@abih-sc.com.br

Lara Perdigão 

Relações Públicas

48-991062521