Nova sala de eventos sociais do Faial Prime Suites

 

O hotel associado a ABIH-SC, Faial Prime Suites não para de inovar, no início do mês de novembro foi inaugurado o mais no novo espaço de eventos do hotel.

Voltado para eventos corporativos e sociais, com vista privilegiada para a Baía Sul. Espaço ideal para casamentos, jantares sociais, formaturas, cerimônias, eventos corporativos, coquetéis, entre outros. Muito requintado, possui mezanino com escadaria de mármore e guarda-corpo em blindex, foyer, 4 elevadores, lustres de cristais e toda uma estrutura gastronômica independente, exclusiva para atender o espaço. Possui capacidade para até 170 pessoas em auditório no primeiro piso e no mezanino mais 80 pessoas.

Segundo o Gerente Comercial do Hotel, Luciano Vieira, “este espaço foi criado para atender a demanda crescente de eventos sociais que careciam de um local sofisticado na região. E com uma vista de encher os olhos”.

ABIH-SC presente no jantar em homenagem ao Ministro do Turismo Vinicius Lummertz

 

O  Diretor-presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Santa Catarina – ABIH-SC, Osmar José Vailatti esteve presente no jantar em Homenagem ao Ministro Vinicius Lummert que aconteceu na última segunda-feira (19) no Costão do Santinho Resort.

As principais  representatividades do trade municipal, estadual e nacional estavam presentes,  Entidades a exemplo da Associação de Jornalistas e Blogueiros de Turismo do Brasil, Associação Brasileira de Resorts, Associação Brasileira de Hotéis, ABIH-SC, ABIH Nacional, Convention & Visitors Bureau, Prefeito, Secretários de Municipais e Estaduais de Turismo, representantes de parques temáticos, Deputados Estaduais e Federais catarinenses, Governador e demais autoridades.

Em sua fala Vinicius Lummertz começou agradecendo principalmente sua esposa Simone, sua melhor amiga, pois segundo ele: “Nós viajamos o mundo e a responsabilidade da nossa casa, da nossa família ficam nas mãos de nossas esposas e saudando minha esposa eu saúdo a todas as mulheres aqui presentes”. Segundo ele, o que ha no Brasil hoje não é o momento nacionalista, é um momento patriótico, muito além de ideologias e de tudo o que se tem falado até agora.

Fonte: Turismo OnLine

Brasil se prepara para a temporada de cruzeiros marítimos

 

Estados da Região Nordeste estão com grandes expectativas e já têm garantido o atracamento em seus portos

A temporada 2018/2019 de cruzeiros no Brasil já começou. As escalas dos navios levarão turistas para conhecer alguns dos destinos mais desejados do Brasil. Entre eles, estão alguns destinos do Nordeste, como Paraíba, Rio Grande do Norte, Pernambuco e Alagoas. Para a presidente da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), Teté Bezerra, o Brasil é um mercado com extremo potencial para cruzeiros marítimos.

“Temos uma costa linda e repleta de atrativos para os mais vários tipos de viajantes, e precisamos aproveitar melhor esse potencial. Tivemos alguns avanços, como o Decreto Presidencial número 9.500, que alterou de 90 para 180 dias a validade do visto dos profissionais que trabalham em navios em viagem de longo curso. O governo entende que o setor inclusivo, gera emprego e renda”, afirma a presidente.

O Porto de Cabedelo, no litoral norte da Paraíba, um dos destinos que contará com sucesso na temporada, voltará a entrar na rota dos cruzeiros marítimos a partir do dia 8 de fevereiro de 2019, quando ocorrerá o primeiro de 26 atracamentos que estão previstos para o verão no País. A presidente da PBTur (Empresa Paraibana de Turismo), Ruth Avelino, comemora: “A previsão é de que passem pelo estado cerca de 13 mil cruzeiristas, fora a tripulação. Esse público é visto com boas expectativas, já que eles têm a oportunidade de conhecer os atrativos do local. Toda a cadeia turística é beneficiada, como bares, restaurantes, nossos postos de artesanatos”.

A última temporada de cruzeiros marítimos no Porto de Cabedelo aconteceu em 2012, segundo informou Ruth Avelino. “A atividade é importante não só para a Paraíba, mas para todo o País”, disse a presidente da PBTur. Ao todo, foram 14 atracações que levaram para a Paraíba mais de 15 mil turistas.

Dados do setor

Na última temporada (2017/2018), cerca de 420 mil pessoas viajaram de navio no Brasil, um crescimento de quase 17% em comparação ao período anterior. Dos mais de 470 mil turistas que fazem cruzeiro no País, 20% são estrangeiros. De acordo com a CLIA Brasil (Cruise Lines Internacional Association), entidade que representa o setor, cada navio pode gerar 4 mil empregos. Entre 2017 e 2018, foram gerados 27.748 empregos, quase 10% a mais que em 2016/2017, com os sete navios que estiveram na costa brasileira.

A temporada 2018/2019 de cruzeiros no Brasil, que começou esta semana e termina em abril, terá sete navios de cabotagem, com viagem com início e fim nos portos nacionais, e 29 embarcações de longo curso, com escalas no País. Em média, os navios permanecem 120 dias em operação.

 

Fonte: Embratur

OMT vai premiar startups pioneiras em inovação no turismo gastronômico

 

Processo seletivo, aberto a empresas e pessoas físicas de qualquer país, busca identificar e reconhecer experiências que relacionam a culinária ao mercado de Viagens.

 

Empreendedores com ideias inovadoras na área de gastronomia associada ao turismo terão a chance de conquistar visibilidade internacional e ainda aprimorar o seu negócio. Estão abertas até 5 de março de 2019 as inscrições no 1º Concurso de Startups de Turismo Gastronômico da Organização Mundial do Turismo (OMT), organizado em conjunto com o Centro Culinário Basco, da Espanha. As inscrições podem ser feitas por este link: www.gastronomytourismventures.org.

A ideia da seleção, aberta a empresas e pessoas físicas de todos os países, é destacar e reconhecer exemplos capazes de integrar as duas áreas, de forma a indicar novas possibilidades e inspirar a realização de viagens. Os concorrentes devem apresentar modelos de trabalho relacionados à sustentabilidade, ao respeito à cadeia produtiva local e à oferta de narrativas autênticas, além de agregar valor ao patrimônio cultural da região onde estão inseridos.

O ministro do Turismo, Vinicius Lummertz, estimula a participação de brasileiros no processo. “A gastronomia é um dos quesitos que melhor ilustram a rica identidade do país e constitui um forte fator de atração de visitantes. A inclusão de projetos nacionais no prêmio reforça o nosso trabalho pela inovação em turismo, consolidando o mercado de Viagens como importante propulsor de desenvolvimento e da geração de emprego e renda”, enfatiza.

A competição vai permitir identificar projetos pioneiros na implementação de tecnologias emergentes e disruptivas, voltados à superação de desafios e problemas do setor. As propostas devem estar comprometidas com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas (ODS), a exemplo da erradicação da pobreza e da redução de desigualdades, bem como a introdução ou adaptação de elementos digitais.

O secretário-geral da OMT, Zurab Pololikashvili, observa que o prêmio contribui para a melhoria da qualidade de vida de todos os povos. “Investimentos em inovação e turismo não são fins em si, mas são meios para promover melhores produtos turísticos, melhorar a governança do setor e aproveitar sua comprovada capacidade de promover a sustentabilidade, criar empregos e gerar oportunidades”, ressalta.

FINALISTAS – Os cinco finalistas serão conhecidos no dia 1º de abril do próximo ano. Já o anúncio do vencedor ocorrerá durante a quinta edição do Fórum Mundial de Turismo Gastronômico, que vai acontecer de 2 a 3 de maio na cidade de San Sebastián, na Espanha. O primeiro colocado na seleção poderá ostentar um selo internacional e participar de um programa de acompanhamento personalizado oferecido pelo Centro Culinário Basco (CCB). O CCB, instituição acadêmica pioneira no mundo e filiada à OMT, compreende a Faculdade de Ciências Gastronômicas da Universidade Mondragon e uma unidade de inovação e pesquisa. Possui um Conselho com 11 dos principais chefs do mundo e tem como objetivo o ensino superior, a pesquisa e a promoção da gastronomia como alavanca de desenvolvimento socioeconômico.

APROVAÇÃO – A gastronomia é um dos itens mais bem avaliados por estrangeiros que visitam o Brasil. Segundo estudo do Ministério do Turismo, 95,7% dos viajantes internacionais que estiveram no país em 2017 avaliaram positivamente a culinária dos destinos brasileiros. Os destinos que mais se destacaram foram São Paulo, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Espírito Santo e Brasília.

Florianópolis, capital catarinense, com sua culinária à base de massas e frutos do mar; Paraty (RJ), onde a culinária reúne elementos da cozinha caiçara e uma fartura de peixes, e Belém (PA), onde predominam pratos ligados à cultura indígena, além de influências africana e portuguesa, possuem o título de Cidades Criativas para a Gastronomia, concedido pela Unesco.

 

Fonte: Ministério do Turismo 

MTur facilita acesso ao Selo +Turismo para projetos do setor

Nova portaria elimina limite mínimo de R$ 20 milhões para projetos de financiamento da iniciativa privada no setor turístico.

 

Uma portaria do Ministério do Turismo publicada no Diário Oficial da União flexibiliza as regras de concessão do Selo + Turismo, que garante prioridade à análise de financiamentos por meio do Prodetur+Turismo. O programa, lançado em abril deste ano, proporciona acesso a crédito para investimentos do setor por meio do BNDES e, mais recentemente, do Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF).

A portaria também permite que os municípios apresentem, como documentação exigida à aprovação do projeto, planos diretores locais que façam referência ao setor turístico, mesmo que ainda estejam em fase de elaboração. Além disso, estados que pleiteiem recursos vão poder sugerir propostas que não contemplem obrigatoriamente todas as cidades integrantes de uma mesma região do Mapa do Turismo Brasileiro, bastando apenas que estas façam parte do grupo.

Para pleitos privados, o novo texto extingue o limite mínimo de R$ 20 milhões exigido à contratação. O ministro do Turismo, Vinicius Lummertz, explica que o objetivo é facilitar o apoio a interessados em dinamizar a atividade turística no Brasil. “Vamos ampliar o alcance do programa, cujos resultados mostram a disposição de representantes do setor em contribuir com o desenvolvimento do mercado nacional de Viagens e favorecer a geração de emprego e renda”, ressalta.

O Prodetur+Turismo já soma 89 projetos recebidos, com um total de 55 Selos +Turismo concedidos até o momento para 66 municípios de 19 estados brasileiros. Juntas, essas propostas totalizam R$ 3,8 bilhões sob análise, onde estão incluídos financiamentos a 19 empreendimentos privados.

ORIENTAÇÕES – Um call center disponibilizado pelo MTur esclarece dúvidas de gestores públicos e privados em relação ao Prodetur+Turismo. O trabalho agiliza o atendimento de demandas municipais e estaduais, bem como de empresários interessados em investir no setor. O telefone é o 0800 200 8484, e o email atendimento.prodetur@turismo.gov.br também recebe questionamentos sobre o programa.

 

Fonte: Ministério do Turismo

Conselho Nacional de Turismo critica possível extinção de Ministério

Entidades ligadas ao setor justificam permanência da pasta como essencial para a criação de novas vagas de emprego, aumento da renda e investimentos em infraestrutura no País.

 

Diante da possibilidade de fusão dos ministérios do Turismo e das Cidades em uma só pasta, o Conselho Nacional de Turismo se reuniu em Florianópolis, nesta terça-feira (20), onde foi criada e enviada uma carta destinada ao presidente eleito Jair Bolsonaro alertando para os prejuízos que o Brasil teria caso a decisão se concretize.

Segundo o documento, o Ministério do Turismo tem grande importância econômica. Representantes de entidades empresariais e trabalhistas ligadas à área afirmam que extinguir ou fundir a pasta ministerial é um retrocesso, pois “deixa em segundo plano um setor que foi responsável pela criação de um em cada cinco empregos gerados no mundo na última década e que representa hoje 10,4% do PIB global”.

 

Para Moacyr Auersvald, presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Turismo e Hospitalidade (CONTRATUH), enidade sindical que representa trabalhadores do turismo em todo o território nacional, o Brasil perde ao deixar de voltar seus olhos para uma fonte de renda que traz desenvolvimento para todas as regiões. “Temos o maior potencial turístico do mundo, de acordo com o Fórum Econômico Mundial. São oito mil quilômetros de litoral, rios, florestas, fauna e cultura diversificada, para todos os gostos. Somos dezenas de países em um só, mas precisamos de mais apoio governamental e infraestrutura. E essa decisão de fundir ministérios vem na contramão disso”, avalia.

“É um setor democrático, que emprega e gera renda desde o recepcionista, passando pela camareira, o garçom do restaurante, artesão, centros culturais e o empresariado. Além de se fazer necessário, com o crescimento do turismo, um investimento natural em infraestrutura privada e pública. Toda a população ganha com isso. É o futuro de muitas nações, como exemplo de Dubai, nos Emirados Árabes”, completa.

Turismo e geração de renda

Desde a criação do Ministério do Turismo, segundo dados do próprio órgão, o setor registrou um salto na movimentação econômica de US$ 24,3 bilhões, em 2003, para US$ 163 bilhões, em 2017. No mesmo período, o número de visitantes estrangeiros no Brasil subiu de 4,13 milhões anuais, para os atuais 6,6 milhões, com perspectiva de alcançar ao final deste ano a histórica marca de 7 milhões de visitantes. O número de viagens domésticas também cresceu, passando de 138,7 milhões para mais de 200 milhões atualmente.

A carta também ressalta que Jair Bolsonaro, por diversas vezes, enfatizou a importância do turismo como vetor do desenvolvimento econômico, geração de emprego e ferramenta de preservação do meio ambiente. “Chegou a hora de transformar unanimidade retórica em atitude. Manter o Ministério do Turismo é, antes de mais nada, ter uma atitude patriótica, de exaltação do país que é número um do mundo em atrativos naturais e tem tudo para se posicionar como nova potência do planeta no setor de viagens”, diz o documento.

Fonte: Turismo Online

Informativo ABIH-SC 16 de novembro

No Informativo ABIH-SC de 16 de novembro você vai ler:

 

Revista da ABIH-SC na versão digital;-ABIH-SC apresenta cenário de expectativa para a temporada em reunião do CODENI em Florianópolis ;-Faial Prime Suites conquista o Top de Marketing e Vendas ADVB/SC 2018;-Votação para o Título “Beto Carrero de Excelência no Turismo” vai até dia 03/12;-Escola catarinense terá currículo voltado para o Turismo;-Mtur recebe premiação por implementação do visto eletrônico;-Mais de 70% dos hotéis de Bombinhas e Balneário Camboriú estão fora do cadastro nacional;- Associados ABIH-SC!.

 

Votação para o Título “Beto Carrero de Excelência no Turismo” vai até dia 03/12

 

Importante reconhecimento para ações na área de turismo, o Título “Beto Carrero de Excelência no Turismo” tem por finalidade homenagear e reconhecer as pessoas físicas e jurídicas que tenham contribuído de forma relevante para a divulgação, o desenvolvimento e o engrandecimento da atividade turística catarinense.

De acordo com o Decreto nº 1.769, de 22 de outubro de 2018, o Título será designado para quatro ações enquadradas nas seguintes categorias

1. a personalidade do turismo catarinense;

2. o município de destaque no turismo catarinense;

3. o empreendimento de destaque no turismo catarinense;

4. o evento de destaque no turismo catarinense.

A eleição dos premiados foi feita em três etapas. Na primeira, as Instâncias de Governança Regionais de Turismos – IGRs, indicaram até 3 (três) candidatos de cada categoria como representantes.

Na segunda, etapa os membros do Conselho Estadual de Turismo – CET, escolheram, dentre os indicados pelas IGRs, por maioria dos votos de seus membros, 1 (um) candidato de cada Região Turística para cada uma das categorias. Agora, na terceira etapa os candidatos escolhidos pelos membros do CET são apresentados para seleção dos vencedores mediante votação popular.

É simples e rápida! Ao entrar neste link você poderá encontrar empresários e pessoas da sua região, com a descrição do que fazem e como atual e que merecem o reconhecimento popular de suas ações.

Entre e confira:

https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSe2pA5gFBzC_3194ffuDv06vKNEets0jazhzGS9t-SUg-VFHA/viewform?fbclid=IwAR2wGO_MY24uRRrSBu9ev9ObqCzJ1wrN0ljUoMQf1ode1ZAJ3-YUqg8tsy4

 

 

 

ABIH-SC apresenta cenário de expectativa para a temporada em reunião do CODENI em Florianópolis

 

A ABIH-SC, esteve presente na 75º reunião do CODENI, Conselho de Desenvolvimento do Norte da Ilha, no dia 12/11, realizada no Sapiens Park.

Convidada a falar sobre a expectativa em relação a temporada de verão, a Relações Públicas, Lara Perdigão, que é Diretora Executiva da entidade, focou na importância do relacionamento entre entidade e comunidade, ressaltando que é uma comunicação de via dupla, onde comunidade pode participar suas ações aos meios de hospedagens próximos, se transformando em oferta de atrações aos hospedes que querem cada vez mais vivenciar experiências do dia a dia do destino.

Outro importante assunto abordado, refere-se ao Projeto Social da ABIH-SC que prevê cursos gratuitos nas regiões, para pessoas que tenham interesse em trabalhar em hotel e estão fora do mercado de trabalho, sendo necessário apenas um local, com computador e Datashow, e é claro, pessoas. “É muito importante que a comunidade mobilize as pessoas para capacitação, uma vez que pode vir a atender a demanda de vagas por região, sem necessidade de deslocamento entre outros fatores que atrapalham este processo.” Afirma, Lara.

Parte da palestra está disponível no link:
https://www.facebook.com/miltonweberfilho/videos/1894788420636265/

Revista ABIH-SC na versão digital!

 

A Revista da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Santa Catarina – ABIH-SC foi lançada oficialmente na última sexta-feira (09/11) como parte das comemorações ao Dia do Hoteleiro.

Hoje, vamos disponibilizar a versão no formato digital, para que mais pessoas tenham acesso as informações.

Em suas 48 páginas a publicação apresenta um resumo completo do que foi a última edição do Encatho & Exprotel realizada em julho, um pouco da trajetória da entidade que completou 53 anos de atividades em setembro, além da lista como nome e contato dos associados, os benefícios e convênios para os meios de hospedagem, e, é claro, a planta e chamada para a edição 2019. “Além de muita informação para o mercado, a revista será um excelente material para apresentarmos a entidade, suas atividades e trajetória para novos empreendimentos, assim como, para a comercialização dos espaços de exposição da próxima edição do Encatho & Exprotel”, afirmou Osmar José Vailatti, diretor-presidente da ABIH-SC.

Leia agora mesmo a revista!