Posts

O que é self check-in e quais as suas vantagens?

A inovação no meio hoteleiro vem crescendo cada vez mais para facilitar a vida dos hóspedes e agilizar processos internos na recepção, governança, no setor de alimentos e bebidas, entre outros. Por isso é essencial entender o que é self check-in e como essa tecnologia pode impactar seu hotel.

Por isso, neste artigo falaremos mais sobre como essa inovação funciona e quais os benefícios que o seu negócio pode ter ao implementá-la. Continue a leitura e saiba mais!

O que é self check in?

Podemos definir o self check-in como um modelo de check-in em que os hóspedes do hotel podem acessar as acomodações sem a necessidade de terem contato com a recepção do hotel. Para isso, podem entrar no quarto por meio de uma fechadura inteligente ou um teclado numérico. 

Existem também totens semelhantes aos encontrados em shoppings para o pagamento do estacionamento ou a compra do ingresso para o cinema. Nesses totens de autoatendimento, os hóspedes podem acessar sua reserva e obter a chave para o quarto de forma simples e rápida. 

Assim, se diminui a necessidade de uma recepção para conseguirem fazem check-in em hotéis, o que dá a eles mais independência e autonomia. Além disso, com a utilização de um sistema de gestão é possível integrar todos os setores do hotel, otimizando as operações.

Por que implementar o self check-in?

Ao utilizar a tecnologia de self check-in, os dados coletados pelo sistema de gestão como o PMS, facilita que os outros sistemas utilizados no hotel compartilhem as informações dos clientes para oferecer um melhor atendimento. 

Além disso, investir em inovação em hotelaria favorece um atendimento mais ágil e de qualidade. Veja a seguir as principais vantagens dessa tecnologia para o seu negócio:

Mais autonomia para os hóspedes

Para tornar o hotel mais moderno e oferecer mais comodidade aos hóspedes, a tecnologia de self check-in é ideal. Como vimos, com essa funcionalidade, eles podem fazer o check-in quando acharem melhor a partir do horário indicado pelo hotel.

Por esse motivo, quando o hotel oferece a alternativa de check-in automático para seus hóspedes, proporciona mais conforto e melhora sua experiência de estada. Assim, eles poderão ficar mais satisfeitos com o hotel de modo geral.

Melhor aproveitamento dos profissionais

Cada vez mais as pessoas buscam o autoatendimento para agilizar processos e ter mais independência. Com o check-in é automático, é possível reorganizar as demandas dos profissionais e atribuir tarefas mais estratégicas para que eles foquem sua atenção. 

Dessa forma é possível que o hotel mude a forma como recepciona seus hóspedes, tendo mais tempo para oferecer serviços que agreguem valor, como o de concierges, por exemplo.

Mais oportunidades de vendas

Outra grande vantagem em entender o que é self check-in e implementá-lo em seu hotel, é criar oportunidades de upsell. Isso porque, com essa tecnologia, no momento do check-in você poderá oferecer upgrades pagos ou outros tipos de serviços.

Essa é uma ótima maneira de incrementar as vendas e apresentar aos hóspedes todos os serviços que o hotel tem disponível. Dessa forma, será possível aumentar a lucratividade de uma forma simples.

Atendimento omnichannel

Cada vez mais as tecnologias têm a possibilidade de se comunicarem, compartilhando dados e oferecendo o mesmo atendimento em diversas plataformas. Por isso, ao implementar o self check-in, o hóspede poderá encontrar as informações de sua reserva tanto no site do hotel, quanto em seu aplicativo.

Deste modo, quando a governança marcar que o quarto já está disponível para uso, ele será liberado para que um hóspede faça o web self check-in ou o check-in no quiosque de autoatendimento instantaneamente e já pegar sua chave.

TOTVS: inovação para seu hotel

Como pudemos entender com este artigo, o investimento em inovação é fundamental para atrair mais hóspedes e proporcionar um ótimo atendimento. E para aprimorar a experiência dos seus clientes, conte com o TOTVS Hospitalidade.

sistema de gestão hoteleira da TOTVS integra automaticamente os dados da reserva ao Front Office. Assim é possível que o check-in seja muito mais ágil, com opção de preenchimento das fichas de forma antecipada de pré-check-in

Além disso, o sistema também fornece uma visão completa dos principais processos operacionais e administrativos do seu negócio. Entenda mais sobre as vantagens que o sistema um sistema para hotel pode oferecer!

Vem aí a 3ª Ed. da Revista ABIH-SC

A importância do associativismo para o desenvolvimento econômico

Entidades e empresas confirmam sua participação na revista da ABIH-SC como forma de levar sua mensagem e ações ao maior número de empresários.
Nas últimas semanas Osmar José Vailatti, diretor-presidente da ABIH-SC, esteve reunido com Carlos Henrique Fonseca, diretor superintendente do Sebrae-SC e Bruno Breithaupt, presidente da Fecomércio-SC para falar sobre a participação das entidades na 3ª edição da Revista ABIH-SC, que será lançada em novembro.
Dialogar com entidades como o SEBRAE e Fecomércio é fundamental, visto que são grandes apoiadores dos microempresários e defensores do associativismo. Na reunião da última quarta-feira(16/09), no Sebrae-SC, Osmar Vailatti falou do trabalho e atuação regional da entidade, que tem procurado fornecer todo suporte aos empresários, especialmente neste momento de pandemia, onde algumas regiões foram mais fortemente afetadas do que outras em virtude do seu perfil turístico, gerando demandas e necessidades específicas nas quais a entidade vem trabalhando para solucionar.

Sebrae-SC reforça seu compromisso com o pequeno empresário


Carlos Henrique Fonseca, diretor superintendente do SEBRAE-SC, salientou a importância do trabalho que a ABIH-SC vem desenvolvendo ao longo dos seus 55 anos na defesa dos interesses dos empresários do setor e, novamente reforçou seu apoio e colaboração, tanto com conteúdo de qualidade para auxiliar o pequeno empresário do turismo neste momento de retomada da atividade, quanto na divulgação de ações que a entidade vem desenvolvendo visando auxiliar os empresários nesta retomada econômica.

Fecomércio-SC sempre incentivando o desenvolvendo do comércio e turismo.


Além do SEBRAE-SC, Osmar Vailatti esteve reunido na última semana com Bruno Breithaupt, presidente da Fecomércio-SC, que também confirmou a participação do Sistema S na revista da entidade, valorizando a importância do turismo na geração de emprego e renda, movimentando economicamente o Estado. A parceria com a Fecomércio é de longa data e, neste momento em que o empresário local necessita se fortalecer, é fundamental que as entidades representativas caminhem de mãos dadas para oferecer o máximo de material, ferramentas e apoio para que todos voltem a crescer.

ABIH-SC destaca seu trabalho no desenvolvimento do turismo regional


O destaque editorial da 3ª edição da revista da ABIH-SC fica para o trabalho desenvolvido pela ABIH-SC em cada região do Estado, os principais desafios e conquistas do setor nestes 75 anos de atuação no cenário nacional e 55 anos de atividade em Santa Catarina, além algumas personalidades homens e mulheres que mostram sua força e garra neste cenário de grandes transformações, evidenciando ações de sucesso, gerando negócios e muito networking entre os diferentes players do mercado.

Para empresas e entidades interessadas em participar desta edição, destacando seus produtos, serviços ou ações, a entidade está comercializando cotas de apoio e anúncios publicitários através do whats (48) 98843-7659 ou e-mail comercial@abih-sc.com.br. Além da Fecomércio-SC e SEBRAE-SC, outras empresas e entidades já confirmaram seus espaços. Solicite agora mesmo o plano comercial para selecionar a melhor forma de estar presente e escrever junto mais um capítulo desta trajetória de sucesso.

A ABIH-SC


Ao longo dos seus 55 anos a ABIH-SC vêm trabalhando intensamente para que os empresários da hotelaria se sintam representados em todas as esferas. Através das diretorias regionais a entidade busca ampliar sua participação local, melhorando o diálogo entre os empreendedores, a comunidade e o poder público; Trabalha na captação e aproximação dos fornecedores para gerar as melhores oportunidades de negócio; Defende e luta por políticas públicas para o segmento, e muito mais. Saiba mais sobre a ABIH-SC e como você pode fazer parte no site www.abih-sc.com.br ou pelo whats (48) 98843-7659. Aqui sua voz ganha força. Todos juntos para defender os seus interesses!

Reunião do Conselho Deliberativo ABIH-SC

A reunião do Conselho Deliberativo da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Santa Catarina – ABIH-SC, na última terça-feira (15/09), foi presidida por Samuel Koch, no formato digital. Em pauta a atualização da 3ª ed. da Revista ABIH-SC, atualização do evento dia do hoteleiro, relatório de ações durante o período de pandemia e assuntos gerais.

Reunião do Conselho Deliberativo ABIH-SC

Reunião do Conselho Deliberativo ABIH-SC

Na tarde de quinta-feira (17) aconteceu a reunião do Conselho Deliberativo da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis – ABIH-SC, presidida por Samuel Koch, Presidente do Conselho Deliberativo da Entidade, no formato digital.

Em pauta a Apreciação e aprovação das contas do exercício 2019, apresentação do setor financeiro, semestre e fluxo de caixa, atualização – evento dia do hoteleiro, atualização – revista ABIH-SC, agenda de reuniões do Conselho Deliberativo ABIH-SC e assuntos gerais.

Destaque para a participação ativa de diretores e conselheiros contribuindo com uma visão do atual momento nas diversas regiões do Estado.

Pós pandemia: tecnologia servirá como ferramenta de união entre pessoas e hotéis

Nos próximos dois meses, de acordo com uma pesquisa realizada pelo FOHB (Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil) com apoio da Resorts Brasil, vamos acompanhar a reabertura de cerca de 60% dos hotéis, um dos segmentos mais afetados desde o início da crise causada pela pandemia da COVID-19. Com a retomada gradual das atividades, especialistas apostam na alta movimentação dentro do país no período pós-quarentena, afinal muitas pessoas irão buscar por viagens para compensar o distanciamento social que vivemos nos últimos três meses.

Apesar das dificuldades financeiras e operacionais causadas pela situação, muitas redes hoteleiras e instituições do ramo conseguiram aproveitar o período para se reinventar e aprender com o comportamento do novo cliente. Uma das primeiras medidas foi implementar novas medidas de higienização para garantir a segurança de todos, claro. Mas, além disso, os hotéis que não queriam ficar para trás, tiveram que revisitar todos os processos para agregar novas soluções reduzissem o contato entre as pessoas.

É claro que isso é uma questão de saúde para todos, mas como ficará o setor hoteleiro diante desse novo padrão? As tecnologias vão substituir pessoas nas operações? Como é possível que um setor tão vinculado à empatia e à cordialidade ofereça uma experiência agradável sem ter interação com o cliente? Muitas dúvidas simplesmente ainda não têm respostas e apenas serão descobertas na prática. Mas um dos principais legados dessa pandemia é que a tecnologia não é uma ferramenta de substituição de pessoas, mas sim de união entre pessoas, serviços e empresas.

Se olharmos para outros momentos da história em que houve uma grande revolução no estilo de vida, induzida ou não pela sociedade ou por uma pandemia, veremos que a adaptação de profissões e processos às novas tecnologias é algo fundamental para a sobrevivência.

No caso atual, algumas soluções podem ser implementadas para aumentar a capacidade competitiva e se destacar entre o ‘novo normal’ e o novo perfil dos clientes. Alguns exemplos disso é o check-in e check-out eletrônico, por meio de canais digitais, o que evita a aglomeração de pessoas no lobby; a disponibilidade de pedidos de A&B e serviços de quarto por aplicativo, tanto para que hóspedes reduzam o deslocamento, como para que funcionários

evitem o compartilhamento de controles de gestão físicos e ultrapassados; também há a tendência de uso de tablets e outros dispositivos móveis em praticamente todas as frentes de atendimento ao cliente, pois são instrumentos de fácil higienização e que aumentam a produtividade das equipes de governança, dos restaurantes e da recepção.

Ou seja, creio que a tecnologia não irá dizimar postos de trabalho, mas sim adaptar processos para que as equipes foquem no que é mais importante: oferecer uma experiência agradável e segura ao hóspede. O uso de  ferramentas baseadas em dados também pode ser um grande aliado, uma vez que dá insumos para que os gestores conheçam melhor os hábitos dos clientes e possam surpreendê-los.

Então para reconquistarem sua posição no mercado, os hotéis terão que desenvolver um relacionamento singular com cada cliente, utilizar da tecnologia para conhecê-lo, se antecipar e oferecer exatamente o que ele deseja antes mesmo de receber uma solicitação. Com o uso de todos os recursos de forma inteligente e em prol da segurança dos hóspedes e dos funcionários, as operações hoteleiras terão mais chances de se recuperarem e atenderem aos padrões do novo mundo, o qual estará atento aos cuidados do hotel com os espaços e com as pessoas.

*Por Cláudio Cordeiro, diretor do segmento de Hospitalidade TOTVS

Informativo ABIH-SC 10 de junho

No informativo da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Santa Catarina você vai ver:

WEBINAR – Os serviços de alimentação como estratégia em meios de hospedagem;-Sócio Colaborador – Morane;-Sócio Colaborador – Realgem’s;-Treinamento exclusivo para associados -Atualização para recepção em meios de hospedagem;-Como a tecnologia pode auxiliar a retomada  nessa etapa na hotelaria e turismo;-Lives da semana;-Inscrições para o Fórum Online de Hotéis Independentes já estão abertas;-Selo turismo responsável segurança para o  consumidor e incentivo para o turismo brasileiro;-Nova estrutura do Mtur passa a valer a partir desta segunda-feira;-Associados

Veja aqui o informativo na íntegra!!!

ABIH-SC presente na live organizada pelo CONSERRA e AMURES

A Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Santa Catarina – ABIH-SC esteve presente na live organizada pelo CONSERRA e AMURES, através do seu Diretor-presidente,  Osmar José Vailatti convidado do dia.

 Estiveram fazendo parte da reunião vários Diretores da entidade a saber, Eduardo Simas, Volnei Koch, Wilson Macedo, Edson Ziolkowski, Lara Perdigão e Valdir Della Justina Junior.

Um importante ambiente de discussão onde a entidade teve a oportunidade de falar suas ações no atual cenário e se colocar a disposição a partir da explanação das demandas da região serrana.

Segundo Osmar Vailatti, Foi um prazer participar da Live promovida pelo ConSerra e AMURES, Entidades importantes na hotelaria e no turismo da região serrana do nosso estado. Foi um momento especial de debates para nos prepararmos para o amanhã pós-crise, avançarmos nas ações em todo o estado como entidade parceira e podermos além de ouvir a demanda, promover a hotelaria e os atrativos do destino. Valeu pela atualização através do formato e pela possibilidade de estarmos juntos!

Clique AQUI e confira a live.

Vote dentro da lei – Sim à MP 948

A hotelaria nacional reconhece a importância do Ecad para os nossos artistas e apoia o pagamento dos direitos autorais.

O setor não questiona o pagamento ao Ecad pelas obras executas nas áreas públicas dos meios de hospedagem, como recepção, restaurantes, áreas sociais, recreativas, etc.

Porém, não é pertinente a cobrança dentro dos quartos de hotéis já que, assim como o Ecad é autorizado pela Lei 9.610/98 (Lei de Direitos Autorais) a cobrar a execução lítero-musical em locais públicos, os quartos de meios de hospedagem são considerados pela Lei 11.771/2008 (Lei Geral do Turismo) unidades de frequência individual e de uso exclusivo do hóspede e, portanto, residências temporárias.

Também é preciso lembrar que as emissoras de TV e Rádio, ou operadoras de divulgação assemelhadas de streamings, já pagam as taxas do Ecad, o que significa que a cobrança dos direitos autorais dentro de um quarto de hotel já está sendo taxada e, sendo assim, a cobrança torna-se uma dupla tributação.

Sim a MP 948!

Abih Nacional

Todos de máscara!

A campanha lançada pela ABIH-SC visa divulgar a preocupação da rede hoteleira catarinense em cumprir todas as normas de higiene e segurança determinadas pela Vigilância Sanitária, decretos e portarias, para o combate ao Covid-19.

Sim, estamos de volta, juntos e Todos de Máscaras!

Isso mesmo. Os meios de hospedagem estão adaptados às regras de convívio e tudo o que determinam as autoridades garantindo que seus hóspedes estejam em um ambiente que segue todas as normas para garantir a segurança de quem está hospedado ou trabalhando.

A hotelaria catarinense está, aos poucos, retomando as atividades. Abaixo estão os hotéis associados que compartilham suas boas-vindas. Têm muito mais vindo por aí!

Pousada dos Chás
Pousada dos Chás

Convidamos você, hotel associado, a enviar sua foto e compartilhar esse momento com todos! A essência da hotelaria é bem receber, portanto, sorriso além da máscara, e tudo mais que pudermos fazer!

#estamosjuntos #todosdemascara

Envie a foto do seu hotel!

Ainda não vencemos a guerra!

Isenção da cobrança de ECAD novamente em pauta na MP948

Ainda não vencemos a guerra. Nem mesmo a força dos 83 anos de atuação da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis, os 55 anos da ABIH Santa Catarina e os mais de 32 mil meios de hospedagem foram suficientes para derrubar a cobrança da taxa do ECAD constante na Medida Provisória 907/19, que foi para votação nesta semana na Câmara e no Senado.

Apelidada de “A Hora do Turismo”, a MP tratava de diversos temas do setor, entre eles a isenção do pagamento dos direitos autorais para o Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad) para os hotéis, motéis e cabines de navios, sem alteração da cobrança nas áreas comuns. No entanto, este trecho foi suprimido pelo relator, e entrará novamente em pauta como uma emenda à Medida Provisória 948/20, que trata do cancelamento e renegociação de reservas e eventos no setor de turismo.

Esta matéria mantém nossa esperança. A votação da MP 948/20 ocorrerá dentro de pouco tempo, cerca de 60 dias, e é fundamental para garantirmos a competitividade dos meios de hospedagem, assim como, a manutenção dos cerca de 380 mil empregos diretos e mais de 1,3 milhões indiretos gerados pelo setor.

Quero agradecer aos senadores e deputados federais de Santa Catarina que estão apoiando esta proposta a reconhecendo a importância para o turismo e para a hotelaria, bem como, para o fortalecimento da economia do Brasil.

Se faz necessário que todos os hoteleiros se unam, deem as mãos e procurem seus legítimos representantes do congresso nacional, pedindo-lhes apoio a esta causa justa e tão esperada pelo setor.

Avante hoteleiros e hoteleiras de Santa Catarina!  

Osmar José Vailatti

Diretor-presidente ABIH-SC