Posts

MTur seleciona agências de viagem para receber turistas chineses no Brasil

 

O Diário Oficial da União publicou, nesta segunda-feira (5), o edital do Ministério do Turismo para a seleção de agências de viagem interessadas em receber turistas chineses no Brasil. O processo seletivo, com inscrições abertas até o dia 14 de dezembro, é fruto de um Memorando de Entendimento firmado em 2004 com a China. O texto prevê a designação ou recomendação de empresas de turismo nacionais que façam o receptivo de grupos chineses em destinos brasileiros. No ano passado, 83 agências obtiveram o credenciamento.

Entre as exigências para se habilitar, estão: a regularização junto ao Cadastur, o cadastro nacional do MTur que reúne pessoas físicas e jurídicas que atuam no setor, a declaração de ciência dos termos do acordo assinado entre as duas nações e o aceite do Termo de Responsabilidade contido no edital. No Brasil, o Ministério é o único órgão responsável por esta seleção e somente empresas autorizadas pela Pasta poderão atender turistas chineses. O resultado da seleção será divulgado no dia 21 de dezembro no Diário Oficial da União e no site do MTur.

O ministro do Turismo, Vinicius Lummertz, observa que a chamada pública se soma a outras ações voltadas à atração de viajantes do país asiático. “Temos defendido a extensão do visto eletrônico aos chineses, medida que já se mostrou bastante eficaz para a chegada de americanos, australianos, canadenses e japoneses ao Brasil. O viajante chinês é o que mais percorre o planeta, segundo a Organização Mundial do Turismo, e precisamos trabalhar para despertar cada vez mais o interesse deles pelo destino Brasil”, defende Lummertz.

COOPERAÇÃO

Em setembro de 2017, a China firmou um acordo para a facilitação de vistos com o Brasil. O acerto definiu um prazo de validade de cinco anos às autorizações de turismo, permitindo múltiplas entradas e um período de estada de 90 dias, renováveis por até outros 90, a cada 12 meses. Antes do acordo, cujas regras começaram a valer no dia 1º de outubro do ano passado, o visto geralmente era aceito por três meses.

Já em maio deste ano, o governo brasileiro e a China Travel Service, maior operadora de turismo daquele país, acertaram uma parceria inédita para a estruturação de roteiros customizados, que ampliem a presença dos asiáticos no Brasil. O MTur atua junto a outros países da América Latina para aprimorar a experiência de chineses na região, a exemplo do trabalho conjunto com a Argentina pela promoção das Cataratas do Iguaçu.

 

Fonte: Mercado & Eventos

Brazilian Day apresenta país para investidores e turistas chineses

Maior feira do setor de serviços da China, CIFTS tem tarde dedicada ao Brasil

 

O segundo dia de programação da 5ª edição da China Beijing International Fair for Trade in Services (CIFTIS), maior feira de serviços da China, foi marcado pelo Brazilian Day. Durante toda a tarde, os participantes da feira puderam conhecer um pouco mais sobre o potencial de investimentos no país, com destaque para o setor turístico.

Durante o painel “Por que o Brasil é o próximo destino da China”, o secretário nacional de Estruturação do Turismo, José Antônio Parente, falou sobre as inúmeras oportunidades que fazem do Brasil o próximo destino não apenas dos visitantes como também de investimentos chineses.

“O Brasil tem um forte vocação turística, sendo considerado pelo Fórum Econômico Mundial o número um em recursos naturais e o oitavo em relação aos atrativos culturais. Temos uma vocação natural para o turismo e estamos aproveitando nossa participação na feira, em especial no Brazilian Day, para apresentar aos turistas e investidores chineses o enorme potencial da atividade no nosso país, confiantes de que sairemos da China com importantes parcerias comerciais no segmento turístico”, comentou o secretário.

O Brazilian Day contou ainda com a participação do secretário de Comércio e Serviços do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), Douglas Ferreira; do embaixador do Brasil na China, Marcos Caramuru; e da Secretária-Geral do Fórum de Macau, Xu Yingzhen. O secretário de Turismo do Ceará, Arialdo de Mello Pinho, também presente ao evento, reforçou a importância da atividade turística para o desenvolvimento local.

“O turismo tem sido um setor fundamental para a geração de empregos e renda em nosso país. Como representante de um dos destinos turísticos mais procurados do Brasil posso afirmar que, para aproveitar ao máximo este potencial, estamos trabalhando uma série de medidas para facilitar cada vez mais a chegada do turista chinês por meio da ampliação das ligações aéreas internacionais a partir da implantação do HUB da Air France/KLM e Gol  neste mês de maio”, informou o secretário.

Parintins

O fim da tarde brasileira foi dedicado a uma apresentação cultural realizada pelos bois Garantido e Caprichoso de Parintins. A apresentação parou o pavilhão brasileiro na feira. Os participantes chineses e de outras nacionalidades que estavam na CIFTIS se renderam às tradições amazônicas.

O diretor de Marketing da AmazonasTur, Nickolas Anjos, avaliou positivamente a ação. “Acredito que não apenas agradamos como também encantamos quem estava por aqui e pudemos apresentar um pouco da cultura brasileira e convidar a todos para irem a Parintins assistir ao vivo a esse espetáculo”, afirmou.

Fonte: Ministério do Turismo.

Leia também: Desde o início do ano, os visitantes estrangeiros contribuíram com US$ 2,43 bilhões para a economia brasileira