Posts

Conheça iniciativas de marketing e comercialização turística que são destaque no país

 

Em premiação nacional, MTur reconheceu três iniciativas consideradas inovadoras e inéditas no turismo brasileiro.

 

O 1º Prêmio Nacional do Turismo reconheceu 21 iniciativas brasileiras, desenvolvidas nos últimos dois anos, consideradas inovadoras para o setor no país. As ações foram selecionadas entre 242 inscritos em sete categorias. Entre os casos de sucesso mais bem classificados pelo júri do prêmio, três são da categoria Marketing e Apoio à Comercialização no Turismo, que registrou 35 concorrentes. Inéditos e inovadores, os projetos dessa área estão contribuindo de maneira significativa para impulsionar o turismo brasileiro.

A estratégia desenvolvida para estimular o fluxo de turistas para o Brasil pelo Aeroporto do Galeão (RJ) foi a iniciativa de Marketing e Apoio à Comercialização no Turismo classificada em 1º lugar da categoria. O “Plano de Desenvolvimento de Passageiros” do Aeroporto Internacional Tom Jobim recorre a ferramentas pioneiras e de marketing estratégico, dando suporte as ações do aeroporto para o desenvolvimento de novas rotas e atração de novas companhias aéreas.

Segundo o executivo da concessionária RioGaleão, Bruno Giovanni dos Reis, o plano atua de várias maneiras: ferramentas de promoção não convencionais, participação em eventos, liderança em grupos de trabalho e ações pioneiras com o trade turístico e desenvolvimento de mercados. “As ações implementadas geraram resultados surpreendentes, como por exemplo a atração de 12 mil passageiros que vieram da Europa através da utilização de mídia programática, fazendo com que atingíssemos mais de 96 milhões de americanos com a campanha E-Visa”, disse.

Já a plataforma digital ‘O Bom de Viajar’, elaborada pela rede de hotéis BHG com o objetivo de ser a melhor companhia de viagem para seus hóspedes e seguidores, alcançou a 2ª colocação do na categoria de Marketing do certame do MTur. A ferramenta oferece conteúdo autoral e exclusivo, como histórias e entrevistas com viajantes, sugestões de moradores e dicas de viagens. A estratégia foi desenvolvida para aproximar a marca dos clientes de maneira diferenciada e inovadora, segundo explica a representante do grupo BHG, Juliana Sousa Silveira.

‘O Bom de Viajar’ foi pioneiro em usar esse tipo de tecnologia em benefício do cliente, proporcionando experiências que permeiam a jornada do turista antes e depois da viagem. Nos últimos dois anos, a plataforma de marketing entregou mais de 20 milhões de e-mails e suas campanhas geraram um retorno superior a R$ 8 milhões em receita para a BHG. Já o seu marketplace próprio teve um volume de aproximadamente R$ 12 milhões em vendas e cerca de 21 mil reservas. Atualmente a plataforma recebe cerca de 100 mil visitas únicas por mês e acumula quase 500 mil seguidores nas redes sociais.

A Gestour, plataforma virtual de e-Marketplace voltada para o turismo brasileiro, ficou em 3º lugar na premiação. A ferramenta tecnológica disponibiliza um modelo de negócios que apoia a criação, gestão, distribuição, promoção e apoio à comercialização de destinos e empresas do setor. São diversas lojas virtuais organizadas por macrorregiões, regiões turísticas, estados e destinos, conforme o interesse e estratégia de posicionamento de seus produtos no mercado.

A plataforma digital está inserida nos conceitos da economia colaborativa e do consumo compartilhado. “Formatamos um negócio que ‘empodera’ empresas e destinos com tecnologia, serviços e modelo de negócios a custo zero de investimento tecnológico e despesas de manutenção, reduzindo ainda os custos com estrutura de back office operacional”, ressalta Vadis Luiz, responsável pela inovação tecnológica da Gestour. Atualmente o e-Marketplace da Gestour é formado por 6.457 lojas virtuais, sendo 5.570 de cidades, 328 de regiões turísticas, 27 de UFs e 5 de macrorregiões.

BOAS PRÁTICAS – O Ministério do Turismo criou um Banco de Boas Práticas para divulgar as dez iniciativas com melhor classificação, por categoria, no 1º Prêmio Nacional do Turismo. O objetivo é dar visibilidade e multiplicar os casos de sucesso do setor, disponibilizando contatos, vídeos e materiais informativos apresentados pelos proponentes inscritos no certame. Das 242 propostas apresentadas, 70 podem ser consultadas NESTE LINK.

 

Fonte: Ministério do Turismo

Ministro Lummertz vem a Santa Catarina divulgar o Prodetur+Turismo

 

Santa Catarina sediará o primeiro evento de divulgação a gestores públicos e iniciativa privada do Prodetur+Turismo, programa do Ministério do Turismo (Mtur) que oferece linhas de crédito com prazos e juros diferenciados, a partir da parceria com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), para melhorar a infraestrutura e atendimento ao turista. O evento será realizado no dia 7 de junho, na Associação Catarinense de Medicina, em Florianópolis, com início às 9h.

Estão confirmadas as presenças do ministro do Turismo, Vinícius Lummertz, o governador de Santa Catarina, Eduardo Pinho Moreira, o secretário nacional de Estruturação do Turismo, José Antônio Parente, o secretário de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, Tufi Michreff Neto e o superintendente do Sebrae em SC, Carlos Guilherme Zigelli.

Representantes do MTur, Sebrae e BNDES farão um painel sobre o fomento a projetos de desenvolvimento e estruturação do setor turístico no Brasil, seguido de debate e espaço para questionamentos. O encerramento está previsto para as 13h.

A parceria entre o Mtur e o BNDES visa impulsionar o turismo brasileiro, estruturar destinos turísticos nacionais, estimular o desenvolvimento local e regional, a geração de emprego, renda e a inclusão social, de forma sustentável. “Com o Prodetur+Turismo será possível acessar recursos para viabilizar projetos nas regiões turísticas do estado que já participam do processo de planejamento e que objetivam diagnosticar fatores relacionados a competitividade no mercado nacional e internacional de turismo”, destaca o secretário Tufi Michreff Neto.

 

Sobre o Prodetur+Turismo

O novo Prodetur está disponibilizando R$ 5 bilhões para financiar projetos do turismo. Para acessar o recurso, os municípios interessados têm de integrar o Mapa do Turismo Brasileiro. As propostas para obtenção de financiamento deverão contemplar principalmente projetos na área de infraestrutura turística, saneamento básico, gestão e avaliação ambiental, transporte e mobilidade urbana. As diretrizes estratégicas do programa priorizam também ações de qualificação, promoção, apoio à comercialização, pesquisa e inovação, empreendedorismo e parcerias público-privadas.

Os projetos e ações aptos a serem beneficiados pelo Prodetur+Turismo serão identificados com o Selo+Turismo, indicativo de alinhamento da proposta com a Política Nacional de Turismo, com o Plano Nacional de Turismo 2018 – 2022 e com as diretrizes do programa. O selo, segundo a Portaria Nº 74/2018, será anexado à proposta analisada e validada pelo MTur, juntamente com uma declaração de prioridade.

As propostas que obtiverem o Selo+Turismo poderão também ser apoiadas financeiramente com recursos próprios do MTur. Já os entes federativos que tiverem proposta contempladas com financiamento nacional ou internacional poderão pedir apoio técnico à Pasta para a implementação dos projetos.

Serviço:

Divulgação do Prodetur+Turismo
Dia: 07 de junho de 2018
Horário: 9h à 13h
Local: Associação Catarinense de Medicina – Rodovia José Carlos Daux, SC 401, n. 3854 – Florianópolis-SC

Informações adicionais com a Equipe de Eventos da Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte – (48) 3665-7420 / 3665-7411

 

Fonte: Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte 

Leia também: Göedert Higiene apresenta linha de produtos na Exprotel 2018