Posts

Pesquisa da Santur com o trade avalia expectativas de retomada e impactos do coronavírus no Turismo em SC

Como uma das atividades econômicas mais importantes do estado, a retomada do turismo é esperada, por parte do empresariado catarinense, para o segundo semestre deste ano. É o que aponta a pesquisa da Agência de Desenvolvimento do Turismo (Santur), realizada no mês de abril com mais de 800 empresas e entidades de classe. De acordo com os dados levantados, 24% dos entrevistados acreditam quanto a uma retomada mais intensa das atividades do Turismo ainda em 2020, embora na opinião da maioria (52%) a recuperação dos negócios deve ocorrer com mais força só no próximo ano. 

++Acesse aqui a pesquisa completa da Santur, com o trade catarinense

A pesquisa, direcionada a empresários do setor em todas as regiões catarinenses, foi desenvolvida para mensurar os impactos da pandemia da Covid-19 no turismo, com informações colhidas entre 15 e 20 de abril de 2020. 

Para o presidente da Santur, Leandro Mané Ferrari, a relevância desse trabalho está justamente nos dados que irão auxiliar a Santur a nortear ações, de forma conjunta com o trade, para a retomada das atividades turísticas no estado.

– Teremos mais detalhes sobre os impactos causados pelo coronavírus no turismo. As respostas colhidas junto ao trade nos trazem informações para que possamos ser mais assertivos nas ações que estão sendo tomadas em conjunto com o Conselho Estadual de Turismo (CET) e com o trade das diferentes regiões de Santa Catarina – destacou Mane Ferrari.

Participaram do estudo, coordenado pela Diretoria de Estudos e Inovação/Santur com apoio da Rede Brasileira de Observatórios do Turismo, empresas de diferentes portes e segmentos. Por meio de um formulário eletrônico foram levantadas informações como tempo de atuação, volume de atendimento, preços praticados, número de funcionários e quais medidas as empresas vêm tomando para minimizar o impacto gerado pela pandemia.

+++ Para mais informações sobre a pesquisa acesse o painel de dados realizado pela equipe da diretoria de Estudos e Inovação da Santur ( https://cutt.ly/LyfxHmN )

Responderam o formulário 866 empresas com registro no Cadastur (Cadastro dos Prestadores de Serviços Turísticos) e entidades de classe de diferentes segmentos, como meios de hospedagem, agências de viagens, alimentação, transporte, eventos e empreendimentos de lazer. Metade são microempresas e 23% são microempreendedores individuais (MEI).

Pelo tempo de atuação no mercado, 44% dos participantes têm mais de 10 anos, 27% têm entre 4 e 10 anos e 29% têm menos de três anos de existência. Maduras, consolidadas ou recentes, a maioria sofreu algum impacto com as medidas de isolamento necessárias para diminuir a velocidade de contágio do coronavírus. 

Com a redução de atividades em virtude da pandemia, 35% declararam ter capital de giro suficiente para se sustentar por até dois meses, 31% pelo prazo de um mês e 21%, até quatro meses. Apenas 1% dos participantes avaliaram que a pandemia não impactou o negócio.

Entre outras questões analisadas, o estudo também buscou saber quais as principais medidas foram ou poderão ser adotadas pelos empresários para mitigar prejuízos decorrentes da Covid-19. Nesse quesito, foram destacadas a renegociação de despesas fixas, o financiamento e/ou empréstimo bancário, o adiamento de investimentos e de novos projetos e a remarcação e/ou adiamento de serviços.

Fonte: Santur

FECOMÉRCIO SC

Shoppings, academias e serviços de alimentação podem abrir as portas a partir de hoje em SC

As novas normas para o abertura de shopping centers, galerias comerciais, academias e serviços de alimentação foram publicadas em edição extra do Diário Oficial do Estado (DOE) na noite de terça-feira (21). Conforme as portarias, os estabelecimentos estão autorizados a abrir as portas a partir desta quarta-feira (22), com regras específicas para cada setor.

Uso de máscaras para trabalhadores e clientes, disponibilização de álcool em gel a 70% para a higienização das mãos, distanciamento entre os clientes e limitação na capacidade de atendimento são obrigatórios para todas as atividades.

Hotéis, pousadas e similares, comércio de rua e restaurantes já estavam autorizadas deste a última segunda-feira (13), conforme a portaria 244.

“A abertura dos shopping e centros comerciais foi uma das pautas recorrentes discutidas pela Fecomércio SC e o Governo do Estado. Esses equipamentos tradicionalmente já aplicam protocolos de segurança para a circulação de pessoas e, por isso, têm condições de se adaptar rapidamente às novas determinações. Com a retomada segura das atividades será possível amenizar o impacto da crise, principalmente na manutenção de empregos”, aponta o presidente da entidade, Bruno Breithaupt.

NOVAS REGRAS

Shopping centers, centros comerciais e galerias

  • O horário de funcionamento será reduzido, entre 12h e 20h. Apenas as praças de alimentação podem funcionar até 22h, respeitando as regras, incluindo o distanciamento de um raio de 1,5 metro;
  • A entrada de clientes deve respeitar o limite de 50% da capacidade máxima;
  •  Na entrada desses estabelecimentos deve ser disponibilizado álcool em gel para a higienização das mãos e todos devem usar máscaras;
  • Não está permitido que os clientes provem roupas ou maquiagens, por exemplo;
  • Cinemas, parques, praças de diversão e similares não estão autorizados- Fica proibido o uso de bebedouros de água nos espaços comuns dos shoppings, centros comerciais e galerias;

> Leia a portaria completa

Restaurantes, bares, cafeterias lanchonetes, etc

  • Somente os clientes que estiverem de máscaras poderão acessar o estabelecimento;
  • Os locais disponíveis para assento deverão estar sinalizados de forma adequada para fácil identificação por parte dos clientes;
  • O estabelecimento deve fornecer na entrada e no início da fila do buffet (autosserviço), álcool 70% para os clientes;
  • Manter os talheres embalados individualmente, e manter os pratos, copos e demais utensílios protegidos;
  • Não oferecer produtos para degustação

> Leia a portaria completa

Academias e atividades esportivas

  • Exercícios em locais abertos, tais como praias, praças e parques, estão autorizadas, mas devem seguir uma série de determinações.
  • Esportes coletivos, tais como futebol e vôlei, seguem proibidos. No caso das artes marciais, estão permitidos apenas treinos individuais, com o uso de equipamentos.
  • Equipamentos que obriguem o uso de digitais estão proibidos.
  • É obrigatório o uso de toalha de utilização pessoal durante toda a prática de atividade física;
  • Não é permitido o uso dos vestiários para banhos e trocas de vestimentas no local;
  • O uso dos guarda-volumes fica suspenso nesse momento.
  • Os cabelos devem permanecer presos durante a atividade desportiva indoor.
  • O tempo máximo de permanência nas academias fica estabelecido em 60 minutos, de modo a garantir que mais pessoas possam desfrutar do espaço, respeitando-se um limite de 30% da lotação.
  • O estabelecimento deve organizar um grupo de usuários por cada horário, respeitando um período de 15 minutos de intervalo para limpeza do chão.

Leia a portaria completa

reabertura das academias do Sesc Santa Catarina está prevista para segunda-feira (27), porém, nas cidades em que a Unidade já vinha se organizando internamente, em virtude de decretos municipais, as atividades poderão ser retomadas antes desta data.

Fonte: Fecomércio SC

Coronavírus em SC: tire suas dúvidas sobre as medidas de restrição impostas pelo Governo

O governador Carlos Moisés decretou situação de emergência no estado de Santa Catarina por conta do avanço da pandemia de coronavírus. As medidas de restrição passam a valer a partir desta quarta-feira, 18. Confira alguns pontos do decreto:

Quais são os serviços essenciais que podem ser mantidos?
Seguem abertos:
– Farmácias
– Supermercados
– Unidades de saúde
– Postos de combustível
– Funerárias
– Distribuidoras de água e gás
– Distribuidoras de energia elétrica
– Clínicas veterinárias de emergência
– Serviços de telecomunicações
– órgãos de imprensa
– Segurança privada
– Coleta de lixo

As medidas têm caráter imediato?
Sim. O decreto passou a valer a partir do momento de sua publicação. Não há necessidade de notificação de empresas e entes públicos para cumprimento das determinações.

Os transportes coletivos estão suspensos?
Sim, por um período de sete dias. As linhas municipais, intermunicipais e interestaduais deixam de circular. No caso de linhas que conectam Rio Grande do Sul com o Paraná e passam por Santa Catarina, por exemplo, elas podem circular, mas não podem pegar ou deixar passageiros em território catarinense. As medidas estão sendo adotadas de maneira gradativa e a partir do primeiro minuto de quinta-feira já não sairão mais linhas dos terminais urbanos e rodoviários. O cumprimento das medidas será fiscalizado pela Agência Regulado (Aresc) e Policia Militar Rodoviária.

Academias, shoppings e restaurantes ficam fechados?
Sim, por um período de sete dias

Motoristas de aplicativo podem seguir trabalhando?
Sim, os transportes por aplicativo e táxis seguem normalmente.

Bancos estarão fechados?
Sim. Operações bancárias devem ser feitas apenas por meio de caixas eletrônicos e do internet banking.

Os Correios irão funcionar?
As agências de atendimento dos Correios devem ficar fechadas. Sobre a distribuição, ainda há deliberação.

Haverá fiscalização das medidas de restrição?
Sim. A Polícia Militar, a Polícia Civil e as demais forças de segurança estão de prontidão para fazer valer o decreto publicado pelo governador Carlos Moisés. No caso dos transportes, as equipes da Aresc farão a fiscalização. É possível fazer denúncias pelos telefones 190 (Polícia Militar) ou no 181 para denúncias em caso de irregularidades em estabelecimentos ou preços abusivos.  A polícia atua na orientação da população e estabelecimentos nesta quarta-feira. 

Como fica a situação dos aplicativos e estabelecimentos com delivery, no sistema de entrega em casa?
Os estabelecimentos do ramo alimentício que realizam entregas podem seguir atuando com o sistema de delivery. Não há impeditivo para eles. Os demais estão suspensos. Vale ressaltar que as medidas tomadas pelo governo são para evitar o convívio social. Por uma questão de bom senso, recomenda-se que essas empresas trabalhem com o menor número possível de funcionários para evitar a circulação de pessoas.

E os estabelecimentos que vendem comida?
Os estabelecimentos ficam abertos desde que vendam uma variedade de gêneros alimentícios, como os supermercados. Aqueles focados em apenas um tipo de produto devem fechar. O objetivo é manter apenas o número mínimo necessário de estabelecimentos que garantam a subsistência da população. Já os restaurantes devem ficar fechados. 

Podem ser promovidos eventos?
Eventos e reuniões de qualquer natureza, de caráter público ou privado, incluídas excursões, cursos presenciais, missas e cultos religiosos, estão suspensos pelo período de 30 dias. 

As indústrias podem seguir funcionando?
Deve-se fazer a redução do número de trabalhadores. No caso da agroindústria, também é necessário analisar quais as atividades essenciais. Ramos como de insumos para animais podem ser mantidos, cumprindo as exigências porque o fornecimento de bens de consumo essenciais para a população não pode parar.

Como fica a situação dos hotéis?
O decreto estabelece que novos hóspedes não podem ser aceitos. Aqueles que já estavam hospedados podem permanecer até o fim do período programado. Aqueles que já tenham reserva não devem se dirigir ao hotel e pessoa deve ser encaminhada para destino de origem. Tripulante é a única exceção.

Cirurgias eletivas estão suspensas?
Sim. Consultas ambulatoriais e exames eletivos também estão suspensos na rede pública. Caberá às unidades realizar o reagendamento.

Como ficam as situações de emergências odontológica e veterinária?
Podem ser atendidas, mas a orientação é que os atendimentos rotineiros sejam suspensos.

Aeroportos permanecem abertos?
Sim. A demanda por voos está caindo e há conversas com a União sobre as medidas de enfrentamento à pandemia.

Idosos devem permanecer em casa?
Sim. A orientação é que, além dos idosos, os demais públicos também permaneçam em casa e evitem atividades inclusive ao ar livre, em praias e locais de caminhada. 

As medidas valem para todas as regiões do Estado?
Sim. Os países que tiveram mais sucesso no combate ao coronavírus adotaram essas medidas de restrição.

O Estado terá condições e kits suficientes para atender todo mundo?
Santa Catarina recebeu mais 480 kits para fazer o exame no Lacen

É preciso fazer estoque de medicamentos e alimentos?
O momento agora é de reclusão social, as pessoas precisam evitar locais com aglomerações, não é necessário fazer estoque de alimentos ou medicamentos porque estes serviços continuam, são essenciais

População pode denunciar estabelecimentos que estiverem abertos?
Sim, através do telefone 190 e do telefone 181 da Polícia Civil

Hospital da Base Aérea pode ser aberto para abrir mais leitos?
A Secretaria de Estado da Saúde está fazendo o levantamento de todos os leitos existentes em SC, que podem ser disponibilizados

Há algum estudo para barrar fronteiras do Estado?
Hoje elas não se enquadram como uma medida necessária a ser praticada.

Jovens podem pegar a doença?
Sim, os idosos estão mais propensos, mas já há estudos que mostram que jovens e crianças podem pegar a doença e transmitir

Imprensa
O ramo da imprensa foi mantido como atividade essencial, inclusive em função da necessidade de informação oficial e de qualidade para a população. Mas devem ser adotadas as medidas de prevenção.

Fonte: Gov do Estado de Santa Catarina

Parques Estaduais são opções de Turismo em meio à Natureza

É verão. A estação mais quente do ano é um convite para atividades de lazer. Em meio à natureza, melhor ainda. O litoral é o mais procurado nesta época. No entanto, há outras opções que atraem cada vez mais visitantes, como é o caso das Unidades de Conservação de Santa Catarina. Trilhas, passeios em ambientes preservados, belezas naturais e ações de educação ambiental são as escolhas de centenas de moradores e turistas em todo o estado.

O Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA) administra 10 Unidades de Conservação, destas em cinco há visitação pública.

Tabuleiro

Na Grande Florianópolis está a maior delas, o Parque Estadual da Serra do Tabuleiro. Com mais de 84 mil hectares, o local é um atrativo gigantesco. As centenas de trilhas, as mais conhecidas Pico do Cambirela que tem visão de toda a ilha, Travessia do Tabuleiro, Pico do Tabuleiro, Morro do Queimado em Santo Amaro da Imperatriz e Caminho de Naufragados atraem visitantes de todas as regiões brasileiras e até mesmo de fora do país.

Além das trilhas, dentro dos limites do Parque estão cenários paradisíacos como a famosa Guarda do Embaú, a Praia do Maço, Praia do Vigia e o Rio da Madre, ideal para a prática de remo.  

O Parque tem sua sede em Palhoça, na Baixada do Maciambu que está aberto de quarta a domingo das 9h às 17h. O local conta com um centro de visitantes e trilhas educativas, onde o público pode ter contato com espécies nativas. O Parque possui anda dois centros temáticos na sede dos municípios de Imaruí e de São Bonifácio.

Rio Vermelho

Também no litoral, o Parque Estadual do Rio Vermelho, em Florianópolis, é outro reduto de descanso e beleza. Com destaque para a Trilha Ecológica onde é possível passear em meio à natureza e conhecer animais tratados no Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas). A trilha funciona de terça-feira a domingo (inclusive feriados), das 10h às 17h.

Outra opção é a Trilha Aquática que proporciona uma experiência única aos participantes ao navegar pelas águas cristalinas do Parque. A visitação pública também é permitida nas trilhas e acessos à Lagoa da Conceição e à praia do Moçambique que também está dentro da Unidade de Conservação, o que a torna uma das mais preservadas de Santa Catarina. Com a orla mais extensa de Florianópolis, areias brancas e macias, vegetação protegida e pouco conhecida pelos banhistas, é o lugar perfeito para relaxar em meio à natureza.

Rio Canoas

Na região serrana, conhecida pelo frio, também há atrações para curtir a temporada de verão. E uma delas é o Parque Estadual Rio Canoas, em Campos Novos. Aberto para visitação pública desde novembro de 2018, a Unidade oferece três trilhas ecológicas: Trilha das Águas (4.400 metros de extensão), a Trilha do Cemitério (600 metros) e a trilha do Lajeado do Roberto (4 mil metros de estrada + 3.400 metros) que tem como principal atração a cachoeira de mesmo nome com cerca de 30 metros de queda. O Parque estará aberto para visitação de quarta-feira a sexta-feira de 9h às 17h, e aos sábados e domingos das 13h às 17h.

Fritz Plaumann

Na região oeste, o Parque Estadual Fritz Plaumann, em Concórdia, também oferece diversas atrações aos visitantes. Antes de sair a campo, os guias do local contam a história da Unidade de Conservação. Na sequência, é hora de escolher uma das quatro trilhas que são repletas de surpresas e riquezas naturais. Decks, pontilhões, mirantes e até ponte pênsil completam a diversão de quem passa pelo Parque. A visitação ocorre de quarta a sábado das 9h às 17h e aos domingos das 13h às 18h.

Araucárias

Também no oeste, nos municípios de Galvão e São Domingos, está o Parque Estadual das Araucárias que conta com três trilhas ecológicas: Trilha do Mirante das Araucárias, da Cascata e da Corredeira do Rio Araçá. O horário de funcionamento é de quarta a sexta-feira das 9h às 17h e aos sábados, domingos e feriados das 10h às 17h. 

Entrada gratuita

Com exceção da Trilha Ecológica no Parque Estadual do Rio Vermelho em que o valor dos ingressos é de R$ 12,00 (inteira) e R$ 6,00 (estudantes, idosos e moradores do entorno), crianças com até 5 anos de idade são isentas de pagamento, nos demais Parques a entrada e as atrações são gratuitas.

Fonte: Bom dia SC

Informativo ABIH-SC 19 de dezembro

No informativo da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Santa Catarina – ABIH-SC, você vai ver:

Boas Festas; – Revista ABIH-SC – 2ª Edição;-  FECHADURAS: A SEGURANÇA DO HÓSPEDE ;- Sócio Colaborador – Ecoflex ;- Câmara concede cidadania honorária à desembargadora Rosana Fachin ;- Sócio Colaborador – 7 Seven Publicidade e Propaganda ;- Praias de difícil acesso em Florianópolis ganham postos guarda-vidas ;-Associados ABIH-SC.

Confira o informativo completo AQUI!!

Título Beto Carrero de Excelência no Turismo 2019 reconhece destaques do setor em SC

Os maiores destaques do turismo catarinense foram premiados com o Título Beto Carrero de Excelência no Turismo 2019. No total, foram 12 homenageados de diversas regiões do Estado (acompanhe a lista abaixo). A cerimônia de entrega reuniu autoridades e convidados no Beto Carrero World, em Penha, na noite desta quarta-feira, 18.

Os grandes vencedores nas quatro categorias foram os seguintes: Fluss Haus – Encantos do Sul (Empreendimento de destaque); Osterfest – Vale Europeu (Evento de destaque); Pomerode – Vale Europeu (Município de destaque) e Leonilda Boeing Baumann “Dida” – Encantos do Sul (Personalidade).

Criada há 11 anos, esta edição do título contabilizou 23.495 votos registrados nas quatro categorias. A finalidade do título é homenagear e reconhecer as pessoas e instituições que tenham contribuído de forma relevante para a divulgação e o desenvolvimento da atividade turística catarinense.

Autoridades destacam relevância

A presidente da Santur, Flavia Didomenico, representando o governador Carlos Moisés, ressaltou a força das figuras que colocam o estado de Santa Catarina como um dos protagonistas no turismo no Brasil. Além disso, as ações que a Santur, na atual gestão, têm realizado para colocar o segmento em destaque no estado.

– Santa Catarina é um estado de excelência, nós temos excelentes indicadores em diferentes aspectos, e não pode ser diferente no turismo. É por isso que estamos aqui hoje, nos posicionando como protagonistas, como, por exemplo, na Operação Verão e também na reabertura da ponte Hercílio Luz, no próximo dia 30. Somos referência e precisamos principalmente nos reconhecer como um estado forte no turismo, junto com os municípios e também com o Conselho Estadual de Turismo, que tem um novo presidente. Então esse é o momento do turismo – disse a presidente da Santur.

O presidente do Beto Carrero World, Rogério Siqueira, destacou que os premiados são verdadeiros embaixadores da sua cidade, do seu empreendimento, do seu município:

– Para nós, é uma alegria poder reconhecer todos que de alguma forma contribuem para a divulgação e desenvolvimento da atividade turística catarinense.

O presidente do Conselho Estadual do Turismo, Nilton Pacheco, reforçou a importância da participação na premiação:

– Assumimos recentemente a nova gestão deste colegiado e nossa primeira atribuição foi participar de uma das etapas deste reconhecimento a todos que desenvolveram um trabalho verdadeiramente único para o turismo de Santa Catarina.

Como foi realizada a votação

O CET escolheu, dentre os indicados pelas IGRs, por maioria dos votos dos membros, um candidato de cada categoria para cada uma das 13 regiões turísticas. Neste ano, a recém-criada região Caminhos do Contestado optou por abster-se das indicações. A escolha dos candidatos se deu por votação secreta em um formulário online. A lista dos 12 candidatos de cada categoria escolhidos pelos membros do CET ficou disponível no site da Agência de Desenvolvimento do Turismo de SC (Santur) para votação popular (www.turismo.sc.gov.br/titulobetocarrero). O processo ficou aberto do dia 02 até dia 15 de dezembro. O candidato mais votado em cada categoria foi agraciado com o Título Beto Carrero de Excelência no Turismo. Foram conferidas menções honrosas ao segundo e terceiro candidatos mais votados. 

Em 2018 foi realizada uma alteração do prêmio, regulamentada pelo decreto nº 1.769/2018, que permitiu a descentralização do processo, ao oportunizar a efetiva integração das Instâncias de Governança Regionais (IGRs) de Santa Catarina. O processo de seleção dos candidatos ao Título contou com as seguintes etapas: indicação pelas IGRs dos candidatos da respectiva região turística em cada categoria; escolha, pelo Conselho Estadual de Turismo (CET), de um indicado por categoria, por região turística, dentre os indicados pelas IGRs; e, finalmente, eleição, mediante voto popular, dos vencedores das quatro categorias, dentre os escolhidos pelo CET.

Lista de vencedores:

EMPREENDIMENTO DE DESTAQUE

VENCEDOR: Fluss Haus (Encantos do Sul)
2º LUGAR: Associação de Desenvolvimento do Turismo do Vale Europeu (Vale Europeu)
3º LUGAR: Museu do Contestado (Vale dos Imigrantes)

EVENTO DE DESTAQUE

VENCEDOR: Osterfest (Vale Europeu)
2º LUGAR: Festa Nacional do Pinhão (Serra Catarinense)
3º LUGAR: Festa da Gastronomia Típica Italiana – Carnevale di Venezia (Encantos do Sul)

MUNICÍPIO DE DESTAQUE

VENCEDOR: Pomerode (Vale Europeu)
2º LUGAR: Lauro Müller (Encantos do Sul)
3º LUGAR: Florianópolis (Grande Florianópolis)

PERSONALIDADE

VENCEDOR: Leonilda Boeing Baumann “Dida” (Encantos do Sul)
2º LUGAR: Cíntia Mara Panini (Vale Europeu)
3º LUGAR: Anders Duarte (Serra Catarinense)

Fonte: Santur

Reunião da Diretoria Executiva ABIH-SC

Osmar José Vailatti presidiu a reunião da diretoria executiva da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Santa Catarina – ABIH-SC, realizada na quinta-feira(21/11), que teve como pauta a Atualização do setor comercial da Entidade, Apresentação do Financeiro ABIH-SC e 32º Encatho, FESTURIS, ENCATHO 2020 e Assuntos Gerais.

Leia também: Curso em Balneário Camboriú SC – Recepção, Comercial e Reservas

ACATMAR comemora 11 anos de existência de desafios e conquistas

A Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Santa Catarina – ABIH-SC esteve presente nas comemorações dos 11 anos da Associação Náutica Brasileira – ACATMAR, na última terça-feira(19) no descontraído espaço FREGUESIA COFFEE BAR em Santo Antônio de Lisboa.

Autoridades, associados , trade turístico e convidados puderam degustar ostras cruas, preparadas finalizando a noite com o tradicional PARABÉNS servido de um fantástico bolo produzido casa anfitriã.

O diretor presidente da ABIH-SC e demais associados desejam sucesso e longa vida a ACATMAR.

Mané Ferrari, Lara Perdigão e Michele Castilho

Leia também: Serra Bela Hospedaria Rural – 20 anos de história

Curso em Balneário Camboriú SC – Recepção, Comercial e Reservas

Já estão abertas as inscrições para o Curso – Recepção, Comercial e Reservas oferecido pela Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Santa Catarina- ABIH-SC.

Carga horária: 8 horas;

Data: 27/11/2019

Local: Balneário Camboriú SC.

Módulo I – RECEPÇÃO

Evolução da hospitalidade
Tipos e características de hospedagens
Estrutura organizacional.
Perfil e conduta profissional.
Ferramentas.
Atendimento e Abordagem

Overbooking, No show, Key Rack, Room Rack, Day Use, Consierge, portaria social,Check In e Check Out.
Serviços de andares.
Auditoria.
Qualidade x Diferencial.
Contrato de hospedagem.
Relação entre atividade turística e hotelaria.
FNRH – Ficha Nacional de Registro de hospedes.
Relatórios de discrepância.
Recepção como setor de colaboração para o turismo.

Módulo II – RESERVAS

Estrutura.
Ferramentas.
Ciclos.
Efetuando a reserva.
Transformando uma reserva em venda!

Módulo III – COMERCIAL
Estrutura Funcional.
Ferramentas.
Produtos e serviços.
Sistemática de negociação.
Vendendo vista…tamanho do quarto…conforto e?
Venda de Valor x Valor de Venda.
O que podemos aprender com as OTA’S
Como trabalhar ferramentas de internet para alavancar as venda

Módulo IV– CLIENTE

Qualificando a estadia.
O Cliente nosso de cada dia
Lidando com objeções.
Tratando reclamações
Fidelizando o cliente

Vagas LIMITADAS

Garanta sua vaga! 

– Associado: R$ 140,00
– Não Associado: R$ 180,00

Inscrições e Informações:

abih@abih-sc.com.br
48 3222-8492
48 9 8843-7711

Turismo interno: catarinenses foram maioria no inverno 2019 na Serra

A estação mais fria do ano termina na próxima segunda-feira (23), mas já possível fazer um balanço desta temporada. A pesquisa Inverno na Serra de SC, realizada pela Fecomércio SC, aponta que o turismo doméstico está se consolidando como motor da economia regional: sete a cada dez visitantes que circularam na Serra em 2019 são do próprio estado. Em 2017, a fatia era de 62,5%.

Leia a pesquisa na íntegra

Embora o maior público seja formado por família (45,5%) e casal (21,8%), dois grupos cresceram neste ano: amigos, que passaram de 15,4% para 18,2%, e aqueles que viajam sozinhos, que saltaram de 6,6% para 11,2%.

Hotéis, pousadas e hostel (46,3%) foram as principais formas de hospedagem, mas chama atenção o aumento na parcela de turistas que optaram pela locação de imóveis (6,8%). Um percentual significativo (19,2%) também desfrutou do destino turístico, mas não pernoitou na região.

Clima, belezas naturais, hospitalidade e boa gastronomia atraíram os turistas para várias cidades da Serra. Conforme a pesquisa, os pontos turísticos mais citados estão em Urubici (32,6%), com destaque para o Parque Cascata do Avencal, o Morro da Igreja e a Serra do Corvo Branco, Lages (21,5%) e Urupema (15,4%).

A percepção dos empresários e gestores sobre o movimento nos seus estabelecimentos foi menos otimista neste ano: 35,9% consideraram “bom”, contra 48% em 2018. A parcela que avaliou como “irrelevante” foi de 32,6%, diante dos 25,6% no ano passado.

“Apesar da variação negativa no faturamento (-0,8%) na comparação com a temporada de inverno do ano passado, a série histórica indica uma recuperação. Em 2018 (-5,7%) e 2017 (-3,3%) a retração havia sido ainda maior, reflexo da queda na confiança dos consumidores. Já em relação aos meses comuns do ano, o resultado no faturamento foi positivo em 2019, com alta de 10,9%, o que mostra o potencial a ser desenvolvido na região”, comenta o superintendente da Fecomércio SC, Renato Barcellos.

A pesquisa foi realizada nos meses de julho e agosto de 2019, com 473 visitantes e 301 empresários/gestores dos estabelecimentos comerciais, nas cidades de Bocaina do Sul, Bom Jardim da Serra, Bom Retiro, Campo Belo do Sul, Correia Pinto, Lages, Painel, Rio Rufino, São Joaquim, São José do Cerrito, Urubici e Urupema.

Fonte: Fecomercio sc