Posts

Prodetur+Turismo Itinerante chega a Minas Gerais

 

MTur roda o Brasil para apresentar programa de crédito que oferece incentivo ao desenvolvimento de projetos públicos e privados do setor.

Minas Gerais é o décimo estado a receber a ação itinerante do Prodetur+Turismo, programa que dispõe de R$ 6 bilhões para a estruturação de destinos brasileiros. Durante o Encontro Mineiro dos Dirigentes das Instâncias de Governanças Regionais de Turismo, em Belo Horizonte, o coordenador-geral de Planejamento Territorial do Turismo do MTur, Eduardo Madeira, apresentou a linha de crédito do Ministério do Turismo, atendeu gestores públicos e empresários do setor e tirou dúvidas sobre projetos que se preparam para acessar o financiamento.

Segundo Madeira, durante o encontro, o estado confirmou interesse pela expansão do mercado de Viagens, com iniciativas de aproveitamento da vocação turística dos municípios mineiros e fomento à geração de empregos. “As instâncias de governança regionais são importantes pilares na implementação do Prodetur + Turismo, pois integram projetos e apoiam os municípios que pleiteiam o Selo + Turismo”, disse Madeira. O Selo+Turismo é um carimbo de aprovação do MTur para proposta alinhadas às diretrizes da Política Nacional do setor.

Além de Minas Gerais, o Programa já foi apresentado em outros nove estados brasileiros: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte e Amazonas. Até o momento, as propostas em análise somam R$ 3,8 bilhões em 91 projetos apresentados ao MTur. Desses, R$ 530 milhões são pleitos da região Sudeste. Os recursos são destinados a financiar infraestrutura pública e privada de turismo no Brasil, bem como ações de promoção dos destinos, informação ao turista e estudos de planejamento e diagnósticos de mercado.

São elegíveis ao Prodetur empresas de turismo de qualquer porte, microempreendedores individuais, fundações, associações, cooperativas, entidades, clubes, órgãos públicos e prefeituras dos 3.285 municípios que fazem parte do Mapa do Turismo, pré-requisito para dar entrada no programa.

PRODETUR + TURISMO – O Ministério do Turismo instituiu o Programa Nacional de Desenvolvimento e Estruturação do Turismo por meio da portaria nº 74, de abril de 2018. O objetivo é disponibilizar recursos para a estruturação dos destinos turísticos brasileiros, oferecendo oportunidade de fomento ao desenvolvimento local e regional por meio de parcerias com estados, municípios e entes privados.

Um call center disponibilizado pelo MTur esclarece dúvidas de gestores públicos e privados em relação ao Prodetur+Turismo. O trabalho agiliza o atendimento de demandas municipais e estaduais, bem como de empresários interessados em investir no setor. O telefone é o 0800 200 8484, e o email atendimento.prodetur@turismo.gov.br também recebe questionamentos sobre o programa.

Os pleitos de financiamento devem ser encaminhados diretamente ao Ministério do Turismo, em versão digital, para o e-mail institucional cgpla@turismo.gov.br (Coordenação Geral de Planejamento Territorial do Turismo). O telefone para contato é o 61 2023-7291 ou 7888.

 

Fonte: Ministério do Turismo

MTur facilita acesso ao Selo +Turismo para projetos do setor

Nova portaria elimina limite mínimo de R$ 20 milhões para projetos de financiamento da iniciativa privada no setor turístico.

 

Uma portaria do Ministério do Turismo publicada no Diário Oficial da União flexibiliza as regras de concessão do Selo + Turismo, que garante prioridade à análise de financiamentos por meio do Prodetur+Turismo. O programa, lançado em abril deste ano, proporciona acesso a crédito para investimentos do setor por meio do BNDES e, mais recentemente, do Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF).

A portaria também permite que os municípios apresentem, como documentação exigida à aprovação do projeto, planos diretores locais que façam referência ao setor turístico, mesmo que ainda estejam em fase de elaboração. Além disso, estados que pleiteiem recursos vão poder sugerir propostas que não contemplem obrigatoriamente todas as cidades integrantes de uma mesma região do Mapa do Turismo Brasileiro, bastando apenas que estas façam parte do grupo.

Para pleitos privados, o novo texto extingue o limite mínimo de R$ 20 milhões exigido à contratação. O ministro do Turismo, Vinicius Lummertz, explica que o objetivo é facilitar o apoio a interessados em dinamizar a atividade turística no Brasil. “Vamos ampliar o alcance do programa, cujos resultados mostram a disposição de representantes do setor em contribuir com o desenvolvimento do mercado nacional de Viagens e favorecer a geração de emprego e renda”, ressalta.

O Prodetur+Turismo já soma 89 projetos recebidos, com um total de 55 Selos +Turismo concedidos até o momento para 66 municípios de 19 estados brasileiros. Juntas, essas propostas totalizam R$ 3,8 bilhões sob análise, onde estão incluídos financiamentos a 19 empreendimentos privados.

ORIENTAÇÕES – Um call center disponibilizado pelo MTur esclarece dúvidas de gestores públicos e privados em relação ao Prodetur+Turismo. O trabalho agiliza o atendimento de demandas municipais e estaduais, bem como de empresários interessados em investir no setor. O telefone é o 0800 200 8484, e o email atendimento.prodetur@turismo.gov.br também recebe questionamentos sobre o programa.

 

Fonte: Ministério do Turismo

Prodetur+Turismo

Paraná sedia Prodetur+Turismo Itinerante

Prodetur+Turismo

O Paraná é o terceiro estado a receber uma missão técnica do Prodetur Itinerante, iniciativa do Ministério do Turismo que oferece consultoria especializada de projetos a governos e empresários interessados em investir no setor. O objetivo é prepará-los para acessar os R$ 5 bilhões das linhas de crédito do Prodetur+Turismo. Os recursos são destinados a financiar infraestrutura pública e privada de turismo no Brasil, bem como ações de promoção dos destinos, informação ao turista e estudos de planejamento e diagnósticos de mercado.

A oportunidade de investimento foi apresentada pelo ministro do Turismo, Vinicius Lummertz, que está em Foz do Iguaçu (PR) nesta quarta-feira (20) durante evento com representantes do poder público e setor privado paranaenses. Na ocasião o ministro entregou o Selo+Turismo a três projetos do estado.

“Bons projetos trazem bons resultados. E criar as condições para que isso aconteça é o nosso papel, isso é democracia. Oferecer a oportunidade e as ferramentas para que o desenvolvimento saia do papel”, afirmou o ministro do Turismo, Vinicius Lummertz.

As propostas das prefeituras de Foz do Iguaçu, Paranaguá e Pontal do Paraná estão prontas para dar entrada no programa e por isso receberão o carimbo que garante prioridade de tramitação junto ao BNDES. Juntos, os projetos somam R$ 200 milhões. Cerca de 70% (283) dos municípios do estado estão aptos a solicitar recursos por meio do Prodetur + Turismo, caso tenham capacidade de endividamento.

“O novo Prodetur é um sonho para todos os municípios que apostam no turismo: um programa que olha estrategicamente para o potencial de cada destino. Por meio dele, vamos começar ocupar o espaço e a perspectiva enorme que o turismo em Foz, e o Ministério do Turismo tem sido um parceiro nesse propósito”, comentou o prefeito de Foz do Iguaçu, Chico Brasileiro.

Até o momento, foram apresentados ao MTur R$ 1,16 bilhão em 21 projetos que passarão a tramitar no BNDES. Desses, R$ 712 milhões são dos pleitos formalizados pelos três estados do Sul.

A governadora do estado, Cida Borghetti, ressaltou as belezas naturais do estado. “O Paraná tem belezas naturais que são símbolos do turismo no Brasil e vamos, com a força do trabalho e de investimentos como esses, fomentar o setor como oportunidade de emprego e renda”, ressaltou.

O Prodetur Itinerante tem como objetivo criar um canal direto de atendimento entre o contratante (cliente público ou privado) e o contratado (bancos de desenvolvimento), com toda a orientação e apoio técnico do Sebrae, que vai oferecer assessoria especializada da formatação à aprovação dos projetos. Representantes do Ministério do Turismo e do BNDES estarão à disposição para esclarecimentos em relação ao passo a passo do processo, até a assinatura da operação de crédito.

CRITÉRIOS DE PARTICIPAÇÃO – São elegíveis empresas de turismo de qualquer porte, microempreendedores individuais, fundações, associações, cooperativas, entidades, clubes, órgãos públicos e prefeituras dos 3.285 municípios que fazem parte do Mapa do Turismo, pré-requisito para dar entrada no Prodetur. Os projetos incluem pequenas e grandes obras de infraestrutura pública; construção, reforma ou ampliação de empreendimentos; estudos e projetos de planejamento; promoção e apoio à comercialização dos destinos; compra de equipamentos, máquinas, móveis e utensílios; treinamentos; e também capital de giro associado ao projeto-base.

Prazos e taxas serão definidos pela instituição financeira em função do porte e características do projeto, e também da capacidade de pagamento do empreendimento, cliente público ou grupo econômico contratante. O prazo de carência não poderá ultrapassar três anos e o prazo limite para pagamento é de 20 anos.

PRODETUR + TURISMO – O Ministério do Turismo instituiu o Programa Nacional de Desenvolvimento e Estruturação do Turismo (PRODETUR+Turismo) por meio da portaria nº 74, de abril de 2018. O objetivo é disponibilizar recursos para a estruturação dos destinos turísticos brasileiros, oferecendo oportunidade de fomento ao desenvolvimento local e regional por meio de parcerias com estados, municípios e entes privados.

Propostas alinhadas às diretrizes da política nacional de turismo receberão o Selo Oficial +Turismo. O carimbo identifica que os planos ou projetos foram previamente analisados pelo MTur e receberão prioridade de tramitação junto ao banco contratado na operação de crédito.

Os pleitos de financiamento devem ser encaminhados diretamente ao Ministério do Turismo, em versão digital, para o e-mail institucional cgpla@turismo.gov.br (Coordenação Geral de Planejamento Territorial do Turismo). O telefone para contato é o 61 2023-7291 ou 7888.

 

Fonte: Ministério do Turismo

Informativo 14 de junho

Informativo ABIH-SC 14 de junho

Informativo 14 de junho

 

No Informativo ABIH-SC de 14 de junho você vai ler:

Inscrições gratuitas para o Encatho & Exprotel 2018 ;-SC pode obter R$ 500 milhões do Prodetur+Turismo para projetos estruturantes;-Secretário Michereff apresenta ao Conselho Estadual de Turismo ações da SOL;-Embratur promove arte e cultura brasileira para trade britânico;-São Francisco do Sul analisa cobrar taxa de proteção ambiental para turistas na temporada de verão.;-Carnaval veneziano movimenta turismo em Santa Catarina;-Faça sua inscrição no Cadastur!!;-Associados ABIH-SC.

 

Leia também: Turismo reativa contratações nos primeiros quatro meses de 2018

Prodetur + Turismo

SC pode obter R$ 500 milhões do Prodetur+Turismo para projetos estruturantes

Prodetur + Turismo

 

Infraestrutura turística, saneamento básico, renovação de frota, softwares e capital de giro são alguns dos itens que podem ser financiados pelo Prodetur+Turismo, programa do Ministério do Turismo (MTur), desenvolvido em parceria com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), que foi apresentado a gestores públicos e empresários na terça-feira, 12, em Florianópolis.

“Estamos trazendo algo diferente com esse novo Prodetur, que foi ampliado e atualizado. Hoje, emprestamos ao mesmo tempo para municípios e empresários para melhorar a estruturação do turismo”, destacou o ministro do Turismo, Vinícius Lummertz.

O secretário de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, Tufí Michereff, participou do evento e destaca que nesta primeira etapa do programa o Governo Federal disponibilizará R$ 5 bilhões, sendo que Santa Catarina pode obter R$ 500 milhões ou mais para projetos públicos e privados que tenham como meta impulsionar a atividade turística. “Há uma grande variedade de ações que podem ser viabilizadas com recursos do Prodetur+Turismo de forma a qualificar um segmento tão relevante para o estado”, acrescenta o secretário.

Fungetur e selo +Turismo

Durante o evento também foi formalizada a concessão de recursos do Fungetur (Fundo de Gestão do Turismo) no valor de R$ 7,7 milhões para Santa Catarina. A ordem bancária foi assinada pelo ministro, o diretor-administrativo do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), Renato Vianna, e o governador Eduardo Pinho Moreira. Ainda, os municípios de Rio Negrinho, Bombinhas, Balneário Camboriú, Blumenau, Abdon Batista, São Francisco do Sul e Massaranduba receberam o selo +Turismo, o que os habilita a acessar recursos próprios do MTur, além das linhas de crédito do Prodetur+Turismo.

A apresentação do Prodetur+Turismo foi incluída na programação do Congresso de Prefeitos, promovido pela Federação Catarinense de Municípios (Fecam), que ocorre até quinta-feira, 14.

O que pode ser financiado pelo Prodetur+Turismo:
– Infraestrutura básica e turística;
– Saneamento básico;
– Transporte e mobilidade urbana;
– Implantação, expansão modernização ou recuperação de empreendimentos, obras civis, instalações, treinamentos, entres outros;
– Produção ou aquisição de máquinas e equipamentos novos, inclusive veículos utilitários, ônibus, caminhões e aeronaves de fabricação nacional e credenciados pelo BNDES;
– Bens novos, insumos, serviços, softwares, capital de giro.

 

Fonte: Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte.

Inscrições abertas para o evento sobre o Prodetur+Turismo em Florianópolis

 

Santa Catarina recebe, no dia 12 de junho, o primeiro evento de divulgação do Prodetur+Turismo, programa do Ministério do Turismo (Mtur) que oferece linhas de crédito com prazos e juros diferenciados para o setor, a partir da parceria com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). A abertura será às 9h, no CentroSul, em Florianópolis, com a presença do ministro do Turismo, Vinícius Lummertz e assinatura de contratos do Fundo Geral de Turismo (Fungetur).

O encontro foi incluído na programação do Congresso de Prefeitos da Federação Catarinense de Municípios (Fecam), que será realizado de 11 a 14 de junho. Interessados em participar das atividades podem fazer inscrição neste link.

Também estão confirmadas as presenças do governador de Santa Catarina, Eduardo Pinho Moreira, o secretário nacional de Estruturação do Turismo, José Antônio Parente, o secretário de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, Tufi Michreff Neto e o superintendente do Sebrae em SC, Carlos Guilherme Zigelli.

Após a abertura, representantes do MTur, Sebrae e BNDES farão um painel sobre o fomento a projetos de desenvolvimento e estruturação do setor turístico no Brasil, seguido de debate e espaço para questionamentos. O encerramento está previsto para as 13h.

A parceria entre o Mtur e o BNDES visa impulsionar o turismo brasileiro, estruturar destinos turísticos nacionais, estimular o desenvolvimento local e regional, a geração de emprego, renda e a inclusão social, de forma sustentável. “Com o Prodetur+Turismo será possível acessar recursos para viabilizar projetos nas regiões turísticas do estado que já participam do processo de planejamento e que objetivam diagnosticar fatores relacionados a competitividade no mercado nacional e internacional de turismo”, destaca o secretário Tufí Michereff.

 

PROGRAMAÇÃO

9h – Solenidade de abertura (sala – Plenária Principal)
− Participação do ministro Vinicius Lummertz como Representante do Governo Federal;
− Assinatura dos Contratos de Financiamento do Fungetur (Ministro e Presidente do BRDE)

10h10 – Apresentação do Programa Prodetur +Turismo (sala – Plenária Principal)

10h30 – Apresentação do detalhamento do Prodetur +Turismo (Auditório Arvoredo)
− Apresentação do BNDES, MTur, ABDE e SEBRAE

11h30 – Debates (Auditório Arvoredo)
− Debates mediados pela ABDE ou BRDE

13h – Encerramento

 

Fonte: Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte

Ministro Lummertz vem a Santa Catarina divulgar o Prodetur+Turismo

 

Santa Catarina sediará o primeiro evento de divulgação a gestores públicos e iniciativa privada do Prodetur+Turismo, programa do Ministério do Turismo (Mtur) que oferece linhas de crédito com prazos e juros diferenciados, a partir da parceria com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), para melhorar a infraestrutura e atendimento ao turista. O evento será realizado no dia 7 de junho, na Associação Catarinense de Medicina, em Florianópolis, com início às 9h.

Estão confirmadas as presenças do ministro do Turismo, Vinícius Lummertz, o governador de Santa Catarina, Eduardo Pinho Moreira, o secretário nacional de Estruturação do Turismo, José Antônio Parente, o secretário de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, Tufi Michreff Neto e o superintendente do Sebrae em SC, Carlos Guilherme Zigelli.

Representantes do MTur, Sebrae e BNDES farão um painel sobre o fomento a projetos de desenvolvimento e estruturação do setor turístico no Brasil, seguido de debate e espaço para questionamentos. O encerramento está previsto para as 13h.

A parceria entre o Mtur e o BNDES visa impulsionar o turismo brasileiro, estruturar destinos turísticos nacionais, estimular o desenvolvimento local e regional, a geração de emprego, renda e a inclusão social, de forma sustentável. “Com o Prodetur+Turismo será possível acessar recursos para viabilizar projetos nas regiões turísticas do estado que já participam do processo de planejamento e que objetivam diagnosticar fatores relacionados a competitividade no mercado nacional e internacional de turismo”, destaca o secretário Tufi Michreff Neto.

 

Sobre o Prodetur+Turismo

O novo Prodetur está disponibilizando R$ 5 bilhões para financiar projetos do turismo. Para acessar o recurso, os municípios interessados têm de integrar o Mapa do Turismo Brasileiro. As propostas para obtenção de financiamento deverão contemplar principalmente projetos na área de infraestrutura turística, saneamento básico, gestão e avaliação ambiental, transporte e mobilidade urbana. As diretrizes estratégicas do programa priorizam também ações de qualificação, promoção, apoio à comercialização, pesquisa e inovação, empreendedorismo e parcerias público-privadas.

Os projetos e ações aptos a serem beneficiados pelo Prodetur+Turismo serão identificados com o Selo+Turismo, indicativo de alinhamento da proposta com a Política Nacional de Turismo, com o Plano Nacional de Turismo 2018 – 2022 e com as diretrizes do programa. O selo, segundo a Portaria Nº 74/2018, será anexado à proposta analisada e validada pelo MTur, juntamente com uma declaração de prioridade.

As propostas que obtiverem o Selo+Turismo poderão também ser apoiadas financeiramente com recursos próprios do MTur. Já os entes federativos que tiverem proposta contempladas com financiamento nacional ou internacional poderão pedir apoio técnico à Pasta para a implementação dos projetos.

Serviço:

Divulgação do Prodetur+Turismo
Dia: 07 de junho de 2018
Horário: 9h à 13h
Local: Associação Catarinense de Medicina – Rodovia José Carlos Daux, SC 401, n. 3854 – Florianópolis-SC

Informações adicionais com a Equipe de Eventos da Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte – (48) 3665-7420 / 3665-7411

 

Fonte: Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte 

Leia também: Göedert Higiene apresenta linha de produtos na Exprotel 2018