Posts

Câmara concede cidadania honorária à desembargadora Rosana Fachin

Segunda-feira (16) foi um dos dias mais importantes do ano para a Câmara de Vereadores de Penha. Após a eleição para a Mesa Diretora em reunião ordinária, o Legislativo Penhense realizou uma solenidade para a outorga do título de cidadã honorária para a senhora Rosana Fachin, desembargadora do Tribunal de Justiça do Paraná, e também a entrega da Comenda do Mérito Legislativo Expedicionário Tenente Milton Fonseca para o policial militar Joceli Bonotto.

Pela primeira vez, desde sua instalação em 31 de janeiro de 1959, a Câmara de Penha contou com a presença de um ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) na casa. O ministro Edson Fachin prestigiou a homenagem concedida à sua esposa Rosana e compôs a mesa juntamente com o presidente da CVP, Everaldo Dal Posso (MDB), os demais vereadores, contando ainda com a presença do presidente do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, Rodrigo Tolentino de Carvalho Collaço, do magistrado Rodrigo Dadalt, titular da Unidade Judiciária de Penha, do comandante da 3ª Cia da Polícia Militar, Carlos Alberto Mafra Jr, do vice-prefeito Lindomar Schulle Filho (PSD), do deputado estadual Ivan Naatz (PV), do padre Josué de Brito Souza, além é claro, dos homenageados, seu familiares, amigos e representantes da comunidade.

Cidadã honorária

Rosana Fachin manifestou a sua gratidão a toda a comunidade penhense. “Expresso a minha honra e gratidão pela cidadania honorária que o poder legislativo me concede. Passo a ser penhense por adoção e por isso muito me orgulho”, destaca a desembargadora.  

Bacharel em Direito pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), formada no ano de 1981, Rosana é desembargadora do TJ-PR desde 2004 e é casada com Luiz Edson Fachin, ministro do STF, com quem teve duas filhas – Camila e Melina – além de três netos: Bernardo, Flor e Bela.

Com casa no município de Penha há vários anos, Rosana contribuiu para a instalação da Unidade Judiciária Avançada no município, inaugurada em setembro deste ano e que pode ser um primeiro passo para que a cidade tenha uma Comarca independente de Balneário Piçarras.

O ministro Edison Fachin também agradeceu aos vereadores e destacou a importância do respeito às instituições. “Aqui estão os mandatários escolhidos pelos munícipes para que realizem todos os afazeres atinentes ao mandato outorgado pela soberania popular… Em uma democracia representativa é fundamental que tenhamos sempre presente o respeito às instituições e de um modo ainda mais especial o respeito às atividades destas instituições. Pessoas erram e devem responder pelos seus erros, mas as instituições são permanentes. Passamos nós, os sujeitos de carne e osso”, ressaltou em seu discurso.

Mérito Legislativo

O sargento da polícia militar Joceli Gonzatto Bonotto agradeceu ao presidente Everaldo Dal Posso (MDB) e aos demais vereadores pela homenagem. Ele foi o primeiro a receber a Comenda do Mérito Legislativo Expedicionário Tenente Milton Fonseca, criada pela Câmara este ano, em reconhecimento às pessoas que contribuem com a comunidade penhense. “Quero agradecer o reconhecimento desta casa, da cidade, agradecer o reconhecimento dos meus colegas de trabalho. Agradeço a todos com muito carinho e continuarei trabalhando com ainda mais esforço pela nossa comunidade”, ressaltou.  

Bonotto é nascido em Santiago (RS), no ano de 1976, filho dos agricultores Adão José Bonotto e Elci Inês Gonzatto Bonotto. Durante sua juventude trabalhou na agricultura juntamente com seus pais, até ingressar na PM de Santa Catarina, no ano de 1996, sendo promovido a cabo em 2014 e a sargento em 2016. O policial atua no município de Penha há mais de duas décadas, com muita dedicação e respeito aos cidadãos penhenses.

Fotos

Vídeo

Fonte: CVP

Santur pretende ampliar participação de SC na rota de cruzeiros nacionais

MSC Preziosa

 

A inclusão da cidade de Penha como uma nova rota para cruzeiros nacionais foi tema de uma reunião realizada na manhã desta quinta-feira, 21, na Delegacia da Capitania dos Portos, em Itajaí.

Duas companhias de cruzeiros participaram do encontro (Costa e MSC Cruzeiros) e têm interesse em operar no local. A expectativa agora é realizar uma escala-teste, mas antes deve ser apresentada uma carta náutica à Capitania dos Portos para que sejam homologados dados técnicos, como o ponto de fundeio do canal de acesso e a capacidade do píer.

A Prefeitura da cidade, representada na reunião pelo Secretário de Planejamento de Penha, Fredolino Alfredo Bento, se comprometeu a criar um protocolo de preparação o píer, para melhorar a segurança do local de atracação.

Santa Catarina dispõe de uma diversidade de cenários que podem integrar roteiros para cruzeiros, na avaliação da presidente da Santur, Flavia Didomenico: “Mas, é preciso que as cidades preparem seus atrativos e invistam em mobilidade e qualidade no receptivo, de modo a atender com qualidade os milhares de passageiros que desembarcam em um curto espaço de tempo”, avalia.

Reunião_Capitania_Portos_Itajaí_2.jpeg

A expectativa da empresa pública é criar a Rota SC, com o objetivo de ampliar destinos de cruzeiros no estado, para que os navios permaneçam por mais tempo em nosso litoral. Balneário Camboriú e Porto Belo já integram a rota de cruzeiros. Itajaí retomará as escalas na próxima temporada. Além de Penha, Florianópolis e Imbituba estão no radar.

O setor de cruzeiros cresce em ritmo avançado no mundo. A expectativa da associação internacional do setor (Clia) é que haja 30 milhões de cruzeiristas viajando pelo mundo em 2019. Até 2021 haverá 113 novos navios circulando pelo litoral do país.

Além da presidente da Santur e do secretário de Penha, participaram do encontro o diretor de Planejamento e Desenvolvimento Turístico da Santur, Leandro “Mané” Ferrari, o Delegado Capitão de Fragata da Delegacia da Capitania dos Portos, Thales Barroso Alves, o presidente da Clia Brasil, Marco Ferraz, além dos representantes da MSC Cruzeiros, Marco Cardoso e da Costa Cruzeiros, Renê Hermann.

 

Fonte: Santur