Posts

Trilha do conhecimento atrai 181 participantes

O mês de Junho foi marcado por 3 cursos livres, gratuitos dentro do Projeto Trilha do Conhecimento que pretende levar uma atualização de procedimentos e assuntos pertinentes a atividade hoteleira.

Com os temas:

Atualização para recepção em meios de hospedagens;

Gestão de Pessoas em hospitalidade;

Os 7 Passos para a excelência do atendimento;

Os hotéis participantes puderam compartilhar principais dúvidas de alguns procedimentos em tempos de pandemia. Para Lara Perdigão, instrutora dos três cursos, é importante a atualização e o compartilhamento de dúvidas, e o formato de treinamento dentro da sala virtual proporciona isso. ” Meios de hospedagens de vários pontos do estado de Santa Catarina e de outros estados estiveram presentes e puderam se conhecer, trocar impressões, informações e compartilhar conhecimento. E o ambiente virtual permite isso”.

A ABIH-SC agradece a participação de todos e espera em breve anunciar novos cursos a disposição da hotelaria.

ABIH-SC lança campanha institucional de apoio a atividade dos associados durante a pandemia do COVID 19

Uma série de cards foram lançados nesta semana, com mensagens que vão desde orientação aos hóspedes até informações sobre como a hotelaria está enfrentando e se organizando para continuar a prestar o serviço de qualidade para seus hóspedes.

A primeira ação da entidade, foi enviar aos associados um e-mail contendo orientações sobre procedimentos, consultorias gratuitas à disposição e produtos  em condições especiais relacionados a questão de higienização.Uma das ações que compreendem esta campanha inclui a mobilização via whatsapp que prevê o envio de mensagens especiais, condições especiais de fornecedores, principais notícias do setor. Esse é um canal mais rápido para os meios de hospedagens entrarem em contato com a entidade para terem atendidas as suas demandas.

As instruções estão no card abaixo!

O principal objetivo da campanha é criar o entendimento de que estamos num momento complicado para todos os setores, mas o desafio requer empatia, responsabilidade e atitude. “Não podemos esquecer da essência do setor de hospedagem que é a hospitalidade, o encantamento, solução! Num cenário em que apertos de mão e abraços serão limitados ou praticamente escassos, há que se lembrar que estaremos trabalhando para que estes momentos aconteçam o mais rápido possível, nos preparando internamente, na operação, no cuidado com os diversos públicos” , reforça , Lara Perdigão, Relações Públicas que assina a campanha, juntamente com o corpo administrativo que trabalha o relacionamento e o marketing com o associado.

ABIH-SC EM AÇÃO

O ABIH-SC Em Ação deste mês aconteceu na reunião do Conselho de Desenvolvimento do Leste da Ilha – CODELI.

Na oportunidade, a Relações Públicas, Lara Perdigão proferiu uma palestra sobre: O papel das entidades no desenvolvimento turístico da região. O principal ponto desta palestra é apresentar as demais entidades que compõem o conselho, todos os projetos da ABIH-SC como capacitação, disponibilidade para parcerias em prol da região, bem como apresentar o que já foi realizado.

Um dos assuntos que também gerou interesse foi a explanação sobre a dedicação voluntária das pessoas que compõem uma entidade e da responsabilidade dos dados que são gerados como sendo decisivos para tomadas de decisão em relação ao planejamento das empresas, entidades e do composto do destino como um todo.
Neste sentido, a importância do cadastro no CADASTUR também foram levantados os principais desafios que enfrentam meios de hospedagem como: exigência de documentação para fazer check in, legislação dentro dos ambientes de hospedagem e demais desafios que fazem o dia a dia da entidade ser sempre dinâmico na busca de soluções e apoio para associados e trade em geral.

Os 3 erros fatais quando se promove um colaborador

A gestão e o desenvolvimento de pessoas às vezes parece trazer algumas armadilhas. Lidar com “gente” não é simples. No ambiente corporativo, requer conhecimento, técnicas e observação de aspectos legais. Diariamente vemos colaboradores crescerem e conquistarem novos postos em seus setores ou na empresa. E porque as vezes não dá certo?
Vamos analisar juntos, 3 dos erros fatais que cometemos ao promover um colaborador e algumas dicas de como evitar ou amenizar os efeitos:
1º Erro: Promover o melhor colaborador do setor esquecendo-se que precisam ter outras habilidades além das quais ele se destacou. Ex: em hotelaria temos as vezes a promoção da melhor camareira e esquecemos que se ela será Supervisora deverá ter censo crítico na observação do serviço alheio e se for para Governança deverá ter habilidades de liderança; num time de futebol: o melhor jogador poderá ser o técnico do time no futuro, mas nem sempre, habilidade com a bola não o credencia a uma função que deverá ser estratégica, de liderança e com visão sistêmica.
2º Erro: Promovemos o colaborador  e não fazemos as devidas apresentações: explicação de como será a função dele daqui pra frente ( principalmente se for no mesmo setor e o cargo não existia, caso já exista , explicar como será e o que se espera de todos envolvidos) Todos os colaboradores devem ser informados em relação as mudanças de cargos. Este é um dos maiores erros que afetam diretamente produção, operação e relacionamento interpessoal. E normalmente é silencioso para os que estão em posições superiores, porque acontece longe da supervisão cotidiana, quando se faz notar já provocou problemas internos e as vezes até mesmo nos resultados da empresa.
3º Erro: Promovemos o colaborador mas ainda o tratamos como no cargo anterior. É preciso entender que a promoção afeta o colaborador principalmente em relação a responsabilidades, expectativas. É uma tendência que ele mude o seu comportamento. Nesta etapa, o acompanhamento é fundamental. Bem como o desenvolvimento dos demais incluindo os superiores que realizaram a promoção e certamente esperam resultados. Avaliação , acompanhamento, metas claras , qualidade de informação e comunicação interna serão fundamentais para auxiliar no crescimento.
Erro subentendido: a promoção é uma recompensa! Promoção deve levar em conta: competência, adequação ao perfil da função, habilidade técnica…entre outros quesitos.
Complicado? 
Que tal seguir uma orientação valiosa?  E num nível generalizado ou seja, comece por cuidar da equipe como um todo e observar qualidades individuais que formam um grupo de sucesso! Eis a dica de Daniel H. Pink em seu livro Motivação 3.0:
“Anime com propósito, não motive com recompensas. Nada une mais uma equipe do que uma missão em comum. Quanto mais pessoas se unirem em torno de uma mesma causa- seja criar algo maravilhoso, superar um concorrente de fora ou mesmo mudar o mundo-, mais seu grupo realizará o trabalho gratificante e de qualidade.”.

Lara Perdigão

Relações Públicas ABIH-SC

A Importância da Gestão de Processos Operacionais na Hotelaria

Há muito tempo a hotelaria vem dando sinais do seu amadurecimento no que diz respeito a necessidade de profissionalização e desenvolvimento das suas atividades. Eventos debatem inovação, avanço da tecnologia, aspectos da administração de pessoas, métricas, mudanças de hábitos de hóspedes e regras de mercado.E todos estes fatores de alguma forma passam pela OPERAÇÃO.

E quando referimos a OPERAÇÃO, engloba-se tudo.Vamos analisar juntos este exemplo num procedimento de CHECK IN:

1) o procedimento de check in prevê que a reserva tenha seguido os passos específicos ( cadastro dos hóspedes da reserva, forma de pagamento, tipo do quarto etc..)

2) a governança já deve ter recebido a composição do quarto para montar de acordo com as características da reserva

3) o hóspede chega com a documentação, voucher e/ou confirmação de tudo: pagamento, nome dos acompanhantes, documentos etc…Cenário perfeito!

E porque às vezes dá errado? Algumas respostas:

1) uma falha no sistema pode não ter registrado a reserva; o responsável pela reserva pode ter esquecido alguma informação…o hóspede passou algum dado errado…e por aí vai…

2) a governança pode ter interpretado a ordem de forma diferente; a ordem pode estar incorreta ou faltando algum detalhe

3) o hóspede chega sem a documentação do filho menor de idade…Bom, vamos lá, só prossiga a leitura do artigo se qualquer uma destas situações já aconteceu no seu meio de hospedagem.

Caso nunca tenham acontecido, este artigo não é pra você!É pra você? Então continuemos juntos!

Sabe-se que, todas essas situações podem ser antecipadas quando se faz uma gestão dos processos operacionais do meio de hospedagem. A gestão dos processos nada mais é do que o acompanhamento de como esse meio de hospedagem opera. Quem faz o quê, como, onde, porque…!

O foco às vezes concentra-se no FRONT OFFICE,  na Recepção, que é onde o problema ou inconformidade como costumamos chamar , aparece! Mas ali é a ponta do iceberg…a consistência e profundidade são muito maiores. Há boa literatura operacional, mas pouco interesse em conhecer os aspectos técnicos ofertados por ela, assim, compartilhamos  da opinião da Carla Trindade, Palestrante e Consultora especializada em Gestão de Processos na área de Governança, que afirma ser fundamental o entendimento dos processos de cada setor para o funcionamento do meio de hospedagem como um todo.

Voltando a  provocação inicial, acrescentamos que cabe ao gestor criar mecanismos para que toda a equipe conheça o procedimento operacional de cada um em cada função, do setor como um todo, e onde cada setor se encaixa no outro  e na engrenagem maior.

Agora uma coisa é certa: Conhecer o processo do meio de hospedagem requer disposição. Entender que cada empresa tem uma sistemática, um cenário, um tipo de mercado e infinitas características que fazem dela única, porém, existem padrões e uma legislação a ser seguida.Costumamos dizer que : dá trabalho!

E é pra isso que se especializa, busca conhecimento e soluções para desvendar os desafios diários da operação hoteleira. Existem inúmeras ferramentas para se conhecer, registrar e criar um padrão que atenda ao objetivo do empreendimento hoteleiro. Elas estão a disposição e para aquele gestor que sente que é o momento, é importante cercar-se de informações para tomadas de decisão.O mercado pede cada vez mais: métricas, padrões, qualidade , controle e resultados.

Somos a arte de receber, mas é bom lembrar que até um artista tem critérios e caminhos a seguir, algo que o inspira e almeja um sonho: a concretização da sua obra!

Lara Perdigão

Relações Públicas ABIH-SC

ABIH-SC em Ação

O ABIH-SC em ação desta semana foi na Associação Empresarial de Palhoça- ACIP.

A iniciativa prevê palestras proferidas pela entidade sobre tópicos pertinentes ao mercado como um todo. O convite foi feito pelo Núcleo de Gastronomia da ACIP e contou com a presença de convidados de vários setores da economia local.

Para a Relações Públicas, Lara Perdigão, Diretora de Eventos da ABIH-SC e  responsável pela palestra: O que a palavra GESTÃO, é para você, sua empresa e seu cliente!, este é um momento de troca, networking e fortalecimento do associativismo. É importante que as empresas entendam a força que tem quando se unem, bem como, o quanto podem crescer a partir desta união.

ABIH-SC presente no 1º Seminário de Avaliação da Temporada de Verão – Florianópolis

A convite do Fortur – Fórum de Turismo da Grande Florianópolis, a ABIH-SC esteve presente através dos seus representantes Luciano Pereira dos Hotéis Costa Norte e Conselheiro da ABIH-SC, Samuel Koch  – presidente do Conselho Deliberativo e Lara Perdigão – Relações Públicas, que apresentaram dados de ocupação e participaram do debate na construção de novos caminhos após a avaliação dos dados técnicos que foram apresentados por algumas entidades durante o 1º Seminário de Avaliação da Temporada de Verão da Capital.
O evento começou com uma palestra do empresário Marcello Petrelli do Grupo RIC de Comunicação, que enfatizou dados sobre o município que foram recentemente publicados e retratam a realidade e as perspectivas para o desenvolvimento de Florianópolis.

residente do Grupo RIC SC apresentou dados do Dossiê ND. Foto: Anderson Coelho/ND

Presidente do Grupo RIC SC apresentou dados do Dossiê ND. Foto: Anderson Coelho/ND

A ABRASEL através do seu presidente, Rafael Dabdab apresentou números relacionados ao consumo nos restaurantes, ressantando principalmente que o consumo de alimentação fora de casa hoje está bastante vinculado ao lazer e este fica nos últimos lugares no planejamento normalmente realizado pelas pessoas.
Em seguida a FECOMÉRCIO detalhou um pouco mais a pesquisa recém apresentada, cruzando os dados de forma a analisarmos principalmente perfis dos turistas. Floripa Air Port , Convention Bureau de Florianópolis e Secretaria Municipal de Turismo também trouxeram informações sobre investimento e ações.
Para Luciano Pereira, que também apresentou os dados de ocupação fornecidos pelo SHBRS, o grande desafio da temporada foi trabalhar a variação de valores comerciais para atender a demanda. Já Samuel, no debate final, alertou para o fato de que o empresário precisa estar preparado para enfrentar os desafios.
A Relações Públicas, Lara Perdigão, finalizou a apresentação dos dados das taxas de ocupação fornecidos pela ABIH-SC ressaltando a importância de se trabalhar qualitativamente estes dados, de forma a conhecer mais detalhes deste turista e poder captá-lo com eficiência e antecipação.
Ao final os presentes participaram de uma atividade conduzida pelo consultor Marinho do SEBRAE- SC e acompanhada pelo FORTUR que registrou o que foi levantado e discutido, sendo criada uma comissão para dar sequencia as ações sugeridas para mudança do cenário do turismo na capital.

Comitiva da ABIH-SC visita presidente da Santur

 

Na tarde de quinta-feira(28), uma comitiva da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Santa Catarina – ABIH-SC, composta pelo diretor-presidente Osmar José Vailatti, Samuel Koch, presidente do Conselho Deliberativo, Lara Perdigão, Diretora de Eventos e Juliana Castro, Administrativo, esteve em reunião com a presidente da Santur, Flávia Didomenico, para apresentar a próxima edição do Encatho & Exprotel e disponibilizar um espaço para palestra no evento, que acontece de 13 a 15 de agosto, no CentroSul, em Florianópolis.

Neste primeiro encontro oficial da ABIH-SC com a Santur, Osmar José Vailatti também colocou a entidade à disposição para colaborar nas ações de promoção do turismo, “Acreditamos que a parceria entre as entidades, unindo o poder público com o privado, fortalecemos o turismo interno e a economia”, salientou Vailatti.

A presidente da Santur compartilhou da mesma opinião quanto a importância do trabalho desenvolvido pelas entidades para o desenvolvimento do turismo. “Também acredito que a união das entidade alavanca o setor como um todo. Será um grande prazer prestigiar um evento como este. Se houver compatibilidade de agenda estarei presente, mas podem contar com o apoio da Santur nas ações da entidade”, afirmou Flávia Didomenico.

ABIH-SC presente no lançamento do Observatório do Turismo

 

Para a Diretora Executiva da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Santa Catarina – ABIH-SC, Lara Perdigão presente no evento, o Observatório como foi executado é uma ferramenta importantíssima na solidificação do turismo de forma profissional, como citado por vários convidados que fizeram o uso da palavra. ” A presença das Instâncias de Governança, tanto no processo quanto no evento, demonstra a importância de se ouvir, ver e ler o que acontece na ponta. Lá onde o turista interage!”, afirma Lara Perdigão, que durante o ano passado esteve pela ABIH-SC, em várias reuniões e Meetings em algumas Instâncias. Precisamos dar apoio a e atenção ao que acontece na base do turismo em nosso Estado, finaliza Lara. A ABIH-SC parabeniza os hoteleiros envolvidos e os presentes neste importante evento do trade turístico catarinense.

Nosso reconhecimento a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina (Fecomércio SC) através da Câmara de Turismo, na pessoa do Sr. João Moritz, Conselheiro desta entidade, pelo excelente trabalho desenvolvido e a toda equipe do Senac SC.

Observatório do Turismo

O setor turístico de Santa Catarina ganhou uma nova ferramenta de gestão, planejamento e monitoramento das prioridades: o Observatório do Turismo, idealizado pela Fecomércio SC e Senac  SC para dinamizar toda a cadeia produtiva. O lançamento do projeto, na noite de terça-feira (29), em Florianópolis, reuniu cerca de 200 atores do setor, entre iniciativa privada e poder público. Confira a galeria de fotos

Para dar a largada ao Observatório foi apresentado o relatório do Turismo Catarinense em Movimento, com 242 ações prioritárias em termos de gestão, governança, infraestrutura, inovação, legislação e qualificação. Os dados foram elencados em 2018 durante o ciclo de encontros nas 12 regiões turísticas do Estado, que abarcam 184 municípios, e estão disponíveis para acompanhamento público no site www.temsc.com.br .

“Essas informações sistematizadas podem ser utilizadas tanto pelo Governo, para direcionar políticas públicas e ações estratégicas para determinado segmento, como por empresários e entidades ligadas ao setor, no financiamento de projetos e atração de investimentos. Precisamos de diretrizes de longo prazo, de uma política assertiva para o setor. O objetivo é quebrar a sazonalidade do nosso turismo para atrair visitantes o ano todo e em todas as regiões”, afirma o presidente da Fecomércio SC, Bruno Breithaupt.

Representando o governador Carlos Moisés da Silva, o secretário Adjunto de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável e Turismo, Amandio João da Silva Junior, afirmou que o estudo balizará o governo na gestão do turismo e que “será a estrada que o Estado vai percorrer”.

“A iniciativa está alinhada às diretrizes da política nacional do setor. Santa Catarina é um dos estados pioneiros na integração das regiões e sistematização das ações prioritárias”,  segundo o vice-presidente de turismo da Fecomércio SC, Hélio Dagnoni, que percorreu as 12 regiões no ano passado.

 

Fonte: Fecomércio

 

Informativo ABIH-SC 10 de janeiro

 

No Informativo ABIH-SC de 10 de janeiro você vai ler:

 

Conheça os benefícios que a ABIH-SC oferece;-Marcelo Álvaro Antônio assume o cargo de ministro do Turismo;-Votação do prêmio Melhores Fornecedores da Hotelaria de 2018 acontece até 31 de janeiro;-Diretora executiva da ABIH-SC, a Relações Públicas Lara Perdigão, toma posse no CONRERP 4;-Cães que são “guias”!;-Dez novos pontos em praias de Florianópolis passam a ter testes de balneabilidade;- Conheça iniciativas de marketing e comercialização turística que são destaque no país;-Associados ABIH-SC!

 

Leia também: Conheça os benefícios que a ABIH-SC oferece