Posts

Festa das Flores de Joinville conecta natureza e qualidade de vida

De 12 a 17 de novembro, uma das maiores e mais tradicionais festas de Santa Catarina, a Festa das Flores de Joinville, celebra sua 81a edição e vai presentear o público com uma experiência que alia beleza e bem-estar.

Com o tema “Natureza e Qualidade de Vida”, a festa trará em sua exposição um grande e harmonioso jardim, com percursos e surpresas que levarão o visitante a perceber que o equilíbrio e a felicidade estão nas coisas mais singelas e no seu envolvimento com a natureza.

Em área de 36 mil metros quadrados, no Centro de Convenções e Exposições da Expoville, a Festa das Flores tem como símbolo a orquídea Laellia Purpurata, exaltada como protagonista na exposição que reúne milhares de outras orquídeas, flores, cactos, suculentas e plantas ornamentais.Para dar vida ao projeto paisagístico da 81a Festa das Flores, assinado pelo arquiteto Sílvio Parucker, os orquidófilos da Agremiação Joinvilense dos Amadores de Orquídeas – AJAO, estão trabalhando desde o ano passado para garantir uma exposição repleta de cores, formas e aromas.

De acordo com o presidente da AJAO, James Hasselmann, a expectativa é preservar a tradição do cultivo de flores, reforçar a representatividade da Festa das Flores e, sobretudo, encantar o público.“A cada ano estamos nos superando e mostrando o orgulho que Joinville tem da sua tradição em flores. Desde o ano passado, nossos agremiados estão adquirindo novas plantas e fazendo novos cruzamentos para que em novembro a Festa das Flores surpreenda pela qualidade e quantidade de flores”, afirma Hasselmann.

Enquanto os orquidófilos trabalham para obter as melhores florações, a Prefeitura de Joinville, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo (SECULT), atua intensamente na divulgação da 81a Festa das Flores com ações focadas no público-alvo do evento.“Neste ano, além de participar das principais feiras nacionais de turismo, priorizamos a divulgação nas festas tradicionais de Santa Catarina”, conta o secretário de Cultura e Turismo de Joinville, Raulino Esbiteskoski.

Programação

Além da exuberante exposição, a 81ª Festa das Flores terá atrações para todos os públicos. Nas áreas de compras, o Mercado de Plantas, vai reunir cerca de 40 expositores que comercializarão orquídeas, flores, plantas ornamentais, insumos, adubos, acessórios e utensílios para cultivo e jardinagem.Já a Feira Multissetorial, terá produtos como artesanatos, utilidades domésticas, vestuário, bijuterias, acessórios, perfumaria, cadeiras para massagem, gêneros alimentícios, produtos coloniais, além de estandes institucionais de empresas e entidades representativas ligadas a diversos setores da sociedade.A programação da 81ª Festa das Flores inclui, ainda, oficinas de cultivo; atrações de entretenimento, como os concursos da rainha e princesas e da Flor da Melhor Idade, palco cultural e praça gastronômica.

Horários e ingressos

Os horários de funcionamento da 81a Festa das Flores de Joinville serão:12/11 – Terça-feira – das 14h às 22h13 a 16/11 – Quarta-feira a sábado – das 9h às 22h17/11 – Domingo – das 9h às 19hOs ingressos custarão R$ 12,00 (inteira) e R$ 6,00 (meia-entrada para crianças até 10 anos de idade, estudantes e pessoas com mais de 60 anos. Crianças menores de cinco anos não pagam). Na terça-feira (12/11), primeiro dia da 81a Festa das Flores, a entrada é gratuita para todos os públicos.

Fonte: Turismo em Foco

Festival de Dança gera expectativas positivas para a hotelaria de Joinville (SC)

 

Chamada de capital nacional da dança, pelo menos por 11 dias, Joinville (SC) sedia mais uma edição Festival de Dança. O encontro, considerado pelo Guiness Book como o maior do gênero no mundo, está animando a hotelaria local. A expectativa é que o evento, que será realizado de 17 a 28 de julho, ajude o município a superar a ocupação de 61,12%, obtida em julho de 2017.

Segundo os organizadores, o festival reúne cerca de 6 mil profissionais de dança e atrai pouco mais de 200 mil pessoas, muitas delas turistas. Hoje, Joinville conta com 2.702 mil (UHs) unidades habitacionais e 6.542 mil leitos. Em 2017, segundo dados do VivaBem (Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Joinville e Região), o índice de permanência dos visitantes na cidade, em julho, foi de 2,25 dias.

Na avaliação de Raulino Schmitz, presidente do VivaBem, o festival é um bom exemplo de como a parceria entre o poder público e a iniciativa privada estão impulsionando o segmento de eventos na região.

“A redução da alíquota do ISS (Imposto Sobre Serviço) para 2% na cidde, foi uma grande conquista. O poder público compreendeu que não há prejuízos à arrecadação. Pelo contrário, já que o volume de eventos captados para a cidade deve aumentar cada vez mais”, diz Schmitz.

Joinville: expectativa

No hotel Trocadero, integrante do portfólio da CHA Hotéis, mais de 80% da capacidade já está reservada. “Nossa expectativa é melhor do que em 2017. Durante o Festival de Dança, temos três noites especiais – abertura, gala e noite dos campeões –, nas quais os hotéis chegam a lotar”, diz Geraldo Linzmeyer, presidente da CHA Hotéis, que pretende ampliar o portfólio da empresa este ano. “No entanto, é preciso se esforçar, pois Joinville oferece grande número de leitos e a concorrência é grande”, completa.

Para Leurimar Tedesco, gerente de contas do Slaviero Slim Joinville, a taxa de ocupação durante a semana do evento em 2018 deve superar 2017, quando chegou a 84%. “Priorizamos o nosso controle de vendas, ou seja, concentramos profissionais apenas na área de reservas, acompanhando melhor as confirmações e os períodos de maior e menor ocupação”, pontua.

As expectativas também são positivas no Hotel Tannenhof. De acordo com Ana Luiza Wetzel, diretora do empreendimento, o festival é o melhor evento dentro do calendário da cidade. “A festividade é a que mais traz turistas e hóspedes para nós. Com certeza 2018 irá superar os números de 2017”, diz.

Fonte: Hotelier News

Leia também: Região Costa Verde & Mar de SC Confirma Participação no FESTURIS