Posts

58 meios de hospedagem visitados estão irregulares em Florianópolis

58 meios de hospedagem visitados estão irregulares em Florianópolis

58 meios de hospedagem visitados estão irregulares em Florianópolis

Número corresponde a 86% dos estabelecimentos visitados

Terminou nesta quinta-feira (05) a visita dos fiscais do Ministério do Turismo aos meios de hospedagem em funcionamento em Florianópolis. A equipe esteve em 67 meios de hospedagem dos quais 58 foram notificados por não terem apresentado o Cadastur, registro obrigatório conforme estabelece a Lei do Turismo. Além disso, oito estabelecimentos receberam termos de fiscalização, que representam a visita das fiscais em locais que já estão fechados ou que trocaram de CNPJ e um recebeu infração.

Objetivo

O objetivo da fiscalização foi sensibilizar os prestadores de serviço turístico sobre a importância de estar regularizado junto ao órgão máximo de turismo no Brasil, que é o MTur. Além de trazer uma série de vantagens para o trabalhador da área, como acesso a financiamento em bancos oficiais do governo e cursos gratuitos de qualificação ofertados pela Pasta, o prestador regular também mostra para o seu cliente que realiza um trabalho legal, sério e seguro.

“Estamos finalizando as visitas às capitais brasileiras comum saldo extremamente positivo e que tem contato fortemente com a parceria dos órgãos de turismo e o próprio setor que tem entendido a importância de manter seus estabelecimentos regulares junto ao Ministério do Turismo. Acredito que, muito em breve, conseguiremos aumentar todos os registros de cadastrados no Cadastur”, explica Juliana Oliveira, fiscal do MTur.

Para realizar o cadastro, acesse o site do Novo Cadastur clicando aqui, escolha o item “Sou prestador” e preencha os dados básicos. A ferramenta foi modernizada em todo o país, é de fácil compreensão e o prestador vai conseguir realizar uma rápida inscrição. Lembrando que o cadastro é obrigatório e quem não se regularizar poderá ser autuado e pagar uma multa de até R$ 854 mil.

De acordo com a Lei do Turismo, o cadastro é obrigatório para agências de turismo, meios de hospedagem, guias de turismo, transportadoras turísticas, acampamentos turísticos, organizadoras de eventos e parques temáticos. Iniciado em setembro do ano passado, o trabalho tem surtido efeito nos números do Cadastur. Em dezembro de 2017, foram identificados 64.591 cadastros, um crescimento de 14% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Até abril, os fiscais do Ministério visitarão todas as capitais brasileiras. Desde que foi iniciada, em setembro de 2017, a operação já esteve em 22 cidades: Brasília, Rio de Janeiro, Boa Vista, Maceió, João Pessoa, Palmas, Aracaju, Teresina, Fortaleza, Vitória, São Luís, Cuiabá, Goiânia, Belo Horizonte, Campo Grande, Natal, Recife, Salvador, Rio Branco, Manaus, Belém e Porto Alegre.

Fonte: Ministério do Turismo

Veja também: ABIH Nacional e Equipotel chegam a Florianópolis para divulgação do Conotel

Convite para reunião de lançamento da 60º CONOTEL e EQUIPOTEL.

ABIH Nacional e Equipotel chegam a Florianópolis para divulgação do Conotel

Convite para reunião de lançamento da 60º CONOTEL e EQUIPOTEL.

A Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Santa Catarina – ABIH-SC com o objetivo de colaborar e reforçar a importância do Conotel – Congresso Nacional de Hotéis –  um dos eventos mais renomados da hotelaria, realiza sexta-feira, dia 13 de abril, no Centro Sul – Centro de Eventos Florianópolis- às 15:00 a reunião de lançamento da sua 60ª edição, para o trade turístico de Florianópolis em parceria com ABIH Nacional e com a Equipotel. Terá a participação do presidente da ABIH Nacional, Manoel Cardoso Linhares, que tem percorrido diversos estados para destacar a importância e participação de todo trade turistico para fazer da hotelaria e do turismo um dos setores mais fortes da economia, além do anfitrião e presidente da ABIH-SC, Osmar José Vailatti.

Com o tema a Retomada do Crescimento Hoteleiro, o Conotel será realizado em Fortaleza, nos dias 16 a 18 de maio e visa promover o intercâmbio entre os setores ligados ao turismo brasileiro e se transformar no principal ponto de encontro entre empresas, que oferecem produtos e serviços relacionados à arte de receber bem, e proprietários de hotéis, motéis, pousadas, bares, restaurantes, e outros estabelecimentos, que buscam soluções para o primor na habilidade de gerir o seu negócio e acolher o seu cliente, conectando demandas e necessidades às melhores soluções.

“Essa divulgação é muito importante para mobilizar o setor. Eventos como o Conotel e a Equipotel Regional são fundamentais para os profissionais se atualizarem, conhecerem novas empresas e produtos, além entrarem em contato com outros empreendedores, ativando uma cadeia muito rica e produtiva de troca de informações”, comenta o presidente da ABIH Nacional, Manoel Cardoso Linhares.

Leia também

Informativo ABIH-SC 29 de março

Receba semanalmente o informativo ABIH-SC

 

No Informativo ABIH-SC de 29 de março você vai ler:

Florianópolis está mais próxima de entrar na rota dos cruzeiros;- Apresentação do Novo Cadastur e da Implementação da Fiscalização;- Reunião técnica avalia obras de acesso ao novo aeroporto de Florianópolis;- Município da Grande Florianópolis tem a segunda melhor água termal do mundo;

 

Leia também:

Reunião técnica avalia obras de acesso ao novo aeroporto de Florianópolis

Reunião técnica avalia obras de acesso ao novo aeroporto de Florianópolis

Reunião técnica avalia obras de acesso ao novo aeroporto de Florianópolis

Reunião técnica avalia obras de acesso ao novo aeroporto de Florianópolis

 

O conjunto de obras em execução no novo acesso ao Terminal Aeroportuário de Florianópolis, com investimentos previstos de R$ 229,1 milhões pelo Governo do Estado foi detalhado em uma reunião técnica com a participação do governador Eduardo Pinho Moreira, na tarde desta quarta-feira, 28, em Florianópolis. O avanço do cronograma, dividido em quatro lotes, foi apresentado pelo secretário de Estado de Infraestrutura, Paulo França, aos representantes de todos os órgãos envolvidos na execução da obra, entre eles, o as empresas construtoras e supervisoras, Fatma, IcmBio, Polícia Militar Rodoviária, Anac, SAC, e Presidência da República, por meio do setor que acompanha os projetos executados em parceria com a iniciativa privada, além do grupo suíço que vai construir o novo terminal em Florianópolis.

Eduardo Pinho Moreira enfatizou que o novo acesso do terminal aeroportuário de Florianópolis é uma das obras prioritárias do Governo. Moreira informou que os recursos para a conclusão do acesso virão do financiamento do Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES). Santa Catarina está autorizado a contratar R$ 723 milhões para executar investimentos estruturantes.

ACELERAR O RITMO
“Esta é uma obra fundamental para o desenvolvimento econômico e turístico do Estado, vamos acelerar o ritmo de trabalho para entregar o acesso pronto dentro do prazo previsto”. O Governo do Estado prevê que a obra esteja concluída em julho de 2019, quando a Floripa Airport também deverá ter finalizado o novo terminal. Tobias Markert, CEO da empresa afirmou que o prazo junto à Anac para a entrega da obra é outubro do ano que vem.

O governador Eduardo Pinho Moreira reforçou que a obra é uma prioridade de Santa Catarina, terá os recursos garantidos e respondeu que, se for necessário, o trabalho será realizado de forma ininterrupta. “Seremos rigorosos e vamos cumprir com o nosso compromisso”, garantiu Moreira.

LIBERAÇÃO DO PRIMEIRO TRECHO
Com 96% da obra executados, o Governo do Estado pretende liberar em breve o primeiro trecho do acesso ao Sul da Ilha, que vai do Rio Fazendinha à entrada do novo terminal de passageiros do Aeroporto Hercílio Luz, em Florianópolis.

Para concluir este trecho, faltam pintura das pistas, sinalização e acabamentos. Além de melhorar a mobilidade na região, a abertura do acesso vai facilitar o transporte de materiais para a construção do novo terminal do aeroporto.

A OBRA EM LOTES
Lote 01-A

Começa na interseção da SC-405 (Trevo da Seta) e vai até o acesso ao Bairro Carianos (Estádio da Ressacada). A obra avança no que se refere à pavimentação, ciclovias, calçadas e sinalização. Falta desapropriar alguns terrenos.

O lote 01-A está em plena execução: 90,10% da terraplenagem e 88,40% da pavimentação. Entre a nova ponte do Rio Tavares até a intercessão de acesso ao Bairro Carianos já foram concluídos os serviços referente à primeira camada de capa asfáltica. No momento, estão em execução os serviços de drenagem e as obras complementares.

Lote 01-B

O desafio final para a entrega completa da obra é o chamado Lote 01-B, que liga os dois trechos atualmente em execução, do Viaduto Carianos até o Rio Fazendinha. A obra está sendo licitada depois de receber a licença do Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA), com condicionantes apresentadas pelo Instituto Chico Mendes de Biodiversidade (ICMBio).

 

Fonte:FloripAmanhã