Posts

Cidades catarinenses conquistam o Selo Prodetur + Turismo

Ministro Vinicius Lummertz e o prefeito de Nova Trento, Gian Francesco Voltolini.

Ministro Vinicius Lummertz e o prefeito de Nova Trento, Gian Francesco Voltolini.

Nova Trento e Urupema pleiteiam empréstimos para melhorar a infraestrutura voltada à recepção de visitantes.

Dois municípios de Santa Catarina receberam nesta quarta-feira (29) o Selo Prodetur + Turismo, que garante prioridade à análise de empréstimos para melhorias em infraestrutura. O documento, entregue pelo ministro do Turismo, Vinicius Lummertz, aos prefeitos de Nova Trento, Gian Francesco Voltolini, e de Urupema, Evandro Frigo Pereira, permite acesso a uma linha de crédito do BNDES, que disponibiliza um total de R$ 5 bilhões a estados, municípios e empresários interessados em investir no setor.

Nova Trento, conhecido destino de turismo religioso do Vale Europeu do estado, e Urupema, uma das cidades mais frias do país, na Serra Catarinense, poderão obter financiamentos de cerca de R$ 6 milhões, cada uma, para ações como pavimentação e sinalização. Lummertz defendeu empenho a fim de dotar os municípios das melhores condições possíveis à recepção de visitantes. “Isso ajuda os turistas a terem ótimas experiências e permite a crescente geração de emprego e renda no turismo”, enfatizou.

Nova Trento, situada a 87 quilômetros de Florianópolis, abriga diversas vinícolas e o famoso Santuário Santa Paulina. O templo atrai milhares de fiéis, peregrinos e romeiros, e o município realiza uma das principais celebrações da cultura italiana no Brasil: a Festa Incanto Trentino. O prefeito Voltolini destacou que avanços com o Prodetur + Turismo podem favorecer a atração de investimentos à cidade. “Estamos criando vários roteiros associados a atrativos religiosos e precisamos de investimentos para isso”, afirmou.

 

 

Já Urupema, distante 208 quilômetros da capital catarinense e detentora da maior altitude média do estado (1.425 metros), ostenta nascentes de águas límpidas, repletas de trutas, e possui cachoeiras que chegam a congelar no inverno, proporcionando um espetáculo para os turistas. O prefeito Evandro Frigo frisou que a adequada estruturação do turismo tem o poder de aumentar a permanência de visitantes na região. “O desafio é criar novos pontos de visitação, para que o turista seja motivado a ficar mais tempo na cidade”, apontou.

ORIENTAÇÃO – O Ministério do Turismo disponibiliza um Call Center para tirar dúvidas sobre o Prodetur+Turismo, pelo número 0800 200 8484. A Pasta também oferece atendimento por meio do e-mail atendimento.prodetur@turismo.gov.br e um chat online, das 8h às 20h, de segunda a sexta-feira. Até o momento, o programa já recebeu 50 propostas e concedeu 29 selos + Turismo a 41 municípios de 4 estados, incluindo cinco empreendimentos privados. O valor total sob análise é de R$ 1,77 bilhão.

 

Fonte: Ministério do Turismo

Selo Prodetur + Turismo é entregue a município catarinense

A cidade de Guabiruba (SC), distante 116 km de Florianópolis, recebeu nesta quarta-feira (08) o selo Prodetur + Turismo, que garante prioridade na análise de um empréstimo de R$ 20 milhões para a pavimentação de vias entre os bairros Guabiruba Sul e Aimoré. A entrega foi realizada pelo ministro do Turismo, Vinicius Lummertz, durante audiência em Brasília com o vice-prefeito da cidade, Valmir Zirke.

O município, conhecido por traços das imigrações alemã e italiana, reúne atrativos religiosos e ecológicos e apresenta grande diversidade cultural, representada por grupos de dança e música. Valmir Zirke vislumbra melhorias na avaliação do destino com a aprovação do financiamento. “Pessoas que vêm a Guabiruba com certeza vão levar uma boa lembrança. Isso vai atrair pessoas de outros municípios e de outros estados”, aposta.

A linha de crédito, operada pelo BNDES, disponibiliza R$ 5 bilhões a estados, municípios e empresários interessados em investir no setor. O ministro Lummertz lembra que o objetivo é proporcionar melhorias no atendimento dos visitantes. “É preciso que os nossos turistas tenham a melhor experiência possível nos destinos nacionais, e estes recursos têm um papel fundamental neste sentido”, observa.

ORIENTAÇÃO – Um Call Center oferecido pelo Ministério do Turismo esclarece dúvidas sobre o Prodetur + Turismo, a fim de agilizar o atendimento de demandas. O serviço pode ser acessado por meio do número 0800 200 8484. Informações também são fornecidas pelo e-mail atendimento.prodetur@turismo.gov.br e um chat online, que funciona das 8h às 20h, de segunda a sexta-feira.

 

Fonte: Ministério do Turismo

Evento debate formalização do Turismo no Brasil

Representantes do MTur e dos Estados discutem ação conjunta para a regularização e fiscalização de operadores do setor

Começou nesta terça-feira (31), em Brasília, o 10º Encontro de Coordenadores do Cadastur, o cadastro oficial de prestadores de serviços turísticos do Ministério do Turismo. Reunidos até o próximo dia 02 na sede da Embratur, representantes da Pasta e de secretarias estaduais de Turismo de todo o país debatem o alinhamento de ações voltadas à formalização e fiscalização dos empreendimentos do setor.

Entre setembro de 2017 e maio deste ano, 1.300 meios de hospedagem de 24 capitais foram alvos da Operação Verão Legal do MTur, que identificou e notificou 940 irregulares. O diretor do Departamento de Formalização e Qualificação da Pasta, Gentil Venâncio Filho, citou benefícios do movimento de regularização. “Unindo esforços, vamos disponibilizar toda uma estrutura de turismo legalizada, desde hospedagem a outros serviços”, observou.

O Cadastur possui atualmente cerca de 72.400 registros em todo o território nacional. Além dos meios de hospedagem, a Lei Geral do Turismo obriga a realização do cadastro no sistema para mais seis ramos do segmento: acampamentos turísticos, agências de turismo, empresas organizadoras de eventos turísticos, guias de turismo, parques temáticos e transportadoras turísticas.

Juliana Maia, representante da Secretaria de Turismo da Bahia e coordenadora regional do Cadastur no estado, enfatizou que a regularização favorece todos os envolvidos com a atividade turística. “Isso é bom para o empresário da área e para o turista. A formalização é importante para gerar mais empregos, fazer com que turistas visitem os estados e que isso possa alavancar a economia de cada um deles”, apontou.

Na reunião, técnicos do MTur expuseram outras iniciativas que contemplam a qualificação de serviços. Uma delas foi o Prodetur + Turismo, linha de crédito do BNDES que disponibiliza R$ 5 bilhões a estados, municípios e empresários. A coordenadora de Cadastramento e Fiscalização do ministério, Tamara Galvão, defendeu empenho pela integração de ações. “É muito importante porque você propaga a política nacional de turismo e potencializa resultados para o País”, sublinhou.

MODERNIZAÇÃO – Desde março deste ano, uma nova versão do Cadastur (3.0) permite que a inscrição de prestadores de serviço seja feita de forma totalmente online. O sistema é interligado ao banco de dados da Receita Federal, e o certificado de formalização conta com tecnologia QR Code, reunindo todas as informações dos cadastrados. Além disso, veículos que realizam transporte turístico receberão selos dotados da mesma funcionalidade.

 

Fonte: Ministério do turismo

Prodetur + Turismo

SC pode obter R$ 500 milhões do Prodetur+Turismo para projetos estruturantes

Prodetur + Turismo

 

Infraestrutura turística, saneamento básico, renovação de frota, softwares e capital de giro são alguns dos itens que podem ser financiados pelo Prodetur+Turismo, programa do Ministério do Turismo (MTur), desenvolvido em parceria com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), que foi apresentado a gestores públicos e empresários na terça-feira, 12, em Florianópolis.

“Estamos trazendo algo diferente com esse novo Prodetur, que foi ampliado e atualizado. Hoje, emprestamos ao mesmo tempo para municípios e empresários para melhorar a estruturação do turismo”, destacou o ministro do Turismo, Vinícius Lummertz.

O secretário de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, Tufí Michereff, participou do evento e destaca que nesta primeira etapa do programa o Governo Federal disponibilizará R$ 5 bilhões, sendo que Santa Catarina pode obter R$ 500 milhões ou mais para projetos públicos e privados que tenham como meta impulsionar a atividade turística. “Há uma grande variedade de ações que podem ser viabilizadas com recursos do Prodetur+Turismo de forma a qualificar um segmento tão relevante para o estado”, acrescenta o secretário.

Fungetur e selo +Turismo

Durante o evento também foi formalizada a concessão de recursos do Fungetur (Fundo de Gestão do Turismo) no valor de R$ 7,7 milhões para Santa Catarina. A ordem bancária foi assinada pelo ministro, o diretor-administrativo do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), Renato Vianna, e o governador Eduardo Pinho Moreira. Ainda, os municípios de Rio Negrinho, Bombinhas, Balneário Camboriú, Blumenau, Abdon Batista, São Francisco do Sul e Massaranduba receberam o selo +Turismo, o que os habilita a acessar recursos próprios do MTur, além das linhas de crédito do Prodetur+Turismo.

A apresentação do Prodetur+Turismo foi incluída na programação do Congresso de Prefeitos, promovido pela Federação Catarinense de Municípios (Fecam), que ocorre até quinta-feira, 14.

O que pode ser financiado pelo Prodetur+Turismo:
– Infraestrutura básica e turística;
– Saneamento básico;
– Transporte e mobilidade urbana;
– Implantação, expansão modernização ou recuperação de empreendimentos, obras civis, instalações, treinamentos, entres outros;
– Produção ou aquisição de máquinas e equipamentos novos, inclusive veículos utilitários, ônibus, caminhões e aeronaves de fabricação nacional e credenciados pelo BNDES;
– Bens novos, insumos, serviços, softwares, capital de giro.

 

Fonte: Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte.

Inscrições abertas para o evento sobre o Prodetur+Turismo em Florianópolis

 

Santa Catarina recebe, no dia 12 de junho, o primeiro evento de divulgação do Prodetur+Turismo, programa do Ministério do Turismo (Mtur) que oferece linhas de crédito com prazos e juros diferenciados para o setor, a partir da parceria com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). A abertura será às 9h, no CentroSul, em Florianópolis, com a presença do ministro do Turismo, Vinícius Lummertz e assinatura de contratos do Fundo Geral de Turismo (Fungetur).

O encontro foi incluído na programação do Congresso de Prefeitos da Federação Catarinense de Municípios (Fecam), que será realizado de 11 a 14 de junho. Interessados em participar das atividades podem fazer inscrição neste link.

Também estão confirmadas as presenças do governador de Santa Catarina, Eduardo Pinho Moreira, o secretário nacional de Estruturação do Turismo, José Antônio Parente, o secretário de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, Tufi Michreff Neto e o superintendente do Sebrae em SC, Carlos Guilherme Zigelli.

Após a abertura, representantes do MTur, Sebrae e BNDES farão um painel sobre o fomento a projetos de desenvolvimento e estruturação do setor turístico no Brasil, seguido de debate e espaço para questionamentos. O encerramento está previsto para as 13h.

A parceria entre o Mtur e o BNDES visa impulsionar o turismo brasileiro, estruturar destinos turísticos nacionais, estimular o desenvolvimento local e regional, a geração de emprego, renda e a inclusão social, de forma sustentável. “Com o Prodetur+Turismo será possível acessar recursos para viabilizar projetos nas regiões turísticas do estado que já participam do processo de planejamento e que objetivam diagnosticar fatores relacionados a competitividade no mercado nacional e internacional de turismo”, destaca o secretário Tufí Michereff.

 

PROGRAMAÇÃO

9h – Solenidade de abertura (sala – Plenária Principal)
− Participação do ministro Vinicius Lummertz como Representante do Governo Federal;
− Assinatura dos Contratos de Financiamento do Fungetur (Ministro e Presidente do BRDE)

10h10 – Apresentação do Programa Prodetur +Turismo (sala – Plenária Principal)

10h30 – Apresentação do detalhamento do Prodetur +Turismo (Auditório Arvoredo)
− Apresentação do BNDES, MTur, ABDE e SEBRAE

11h30 – Debates (Auditório Arvoredo)
− Debates mediados pela ABDE ou BRDE

13h – Encerramento

 

Fonte: Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte

Ministro Lummertz vem a Santa Catarina divulgar o Prodetur+Turismo

 

Santa Catarina sediará o primeiro evento de divulgação a gestores públicos e iniciativa privada do Prodetur+Turismo, programa do Ministério do Turismo (Mtur) que oferece linhas de crédito com prazos e juros diferenciados, a partir da parceria com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), para melhorar a infraestrutura e atendimento ao turista. O evento será realizado no dia 7 de junho, na Associação Catarinense de Medicina, em Florianópolis, com início às 9h.

Estão confirmadas as presenças do ministro do Turismo, Vinícius Lummertz, o governador de Santa Catarina, Eduardo Pinho Moreira, o secretário nacional de Estruturação do Turismo, José Antônio Parente, o secretário de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, Tufi Michreff Neto e o superintendente do Sebrae em SC, Carlos Guilherme Zigelli.

Representantes do MTur, Sebrae e BNDES farão um painel sobre o fomento a projetos de desenvolvimento e estruturação do setor turístico no Brasil, seguido de debate e espaço para questionamentos. O encerramento está previsto para as 13h.

A parceria entre o Mtur e o BNDES visa impulsionar o turismo brasileiro, estruturar destinos turísticos nacionais, estimular o desenvolvimento local e regional, a geração de emprego, renda e a inclusão social, de forma sustentável. “Com o Prodetur+Turismo será possível acessar recursos para viabilizar projetos nas regiões turísticas do estado que já participam do processo de planejamento e que objetivam diagnosticar fatores relacionados a competitividade no mercado nacional e internacional de turismo”, destaca o secretário Tufi Michreff Neto.

 

Sobre o Prodetur+Turismo

O novo Prodetur está disponibilizando R$ 5 bilhões para financiar projetos do turismo. Para acessar o recurso, os municípios interessados têm de integrar o Mapa do Turismo Brasileiro. As propostas para obtenção de financiamento deverão contemplar principalmente projetos na área de infraestrutura turística, saneamento básico, gestão e avaliação ambiental, transporte e mobilidade urbana. As diretrizes estratégicas do programa priorizam também ações de qualificação, promoção, apoio à comercialização, pesquisa e inovação, empreendedorismo e parcerias público-privadas.

Os projetos e ações aptos a serem beneficiados pelo Prodetur+Turismo serão identificados com o Selo+Turismo, indicativo de alinhamento da proposta com a Política Nacional de Turismo, com o Plano Nacional de Turismo 2018 – 2022 e com as diretrizes do programa. O selo, segundo a Portaria Nº 74/2018, será anexado à proposta analisada e validada pelo MTur, juntamente com uma declaração de prioridade.

As propostas que obtiverem o Selo+Turismo poderão também ser apoiadas financeiramente com recursos próprios do MTur. Já os entes federativos que tiverem proposta contempladas com financiamento nacional ou internacional poderão pedir apoio técnico à Pasta para a implementação dos projetos.

Serviço:

Divulgação do Prodetur+Turismo
Dia: 07 de junho de 2018
Horário: 9h à 13h
Local: Associação Catarinense de Medicina – Rodovia José Carlos Daux, SC 401, n. 3854 – Florianópolis-SC

Informações adicionais com a Equipe de Eventos da Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte – (48) 3665-7420 / 3665-7411

 

Fonte: Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte 

Leia também: Göedert Higiene apresenta linha de produtos na Exprotel 2018

 

Lummertz vai priorizar linha de R$ 5 bilhões do BNDES para o turismo

Lummertz vai priorizar linha de R$ 5 bilhões do BNDES para o turismo

Lummertz vai priorizar linha de R$ 5 bilhões do BNDES para o turismo

O presidente Michel Temer acertou ao escolher o presidente da Embratur, o catarinense Vinicius Lummertz, para comandar o Ministério de Turismo. Apaixonado pelo setor e entusiasmado com o potencial do turismo brasileiro, o empresário Lummertz tem perfil técnico, experiência com empreendedorismo na área, conhecimento internacional e projetos para abrir mais as portas do país aos visitantes internacionais. O novo ministro informa que uma das prioridades será a liberação de linha de crédito de R$ 5 bilhões do BNDES em parceria com o ministério para investimentos no setor. 

Outro plano é uma aproximação maior da pasta com o Sebrae visando formação de empreendedores e profissionais do setor para a gestão de negócios. Também promete trabalhar para que o projeto de lei que transforma a Embratur em agência de promoção turística seja aprovado pelo Congresso Nacional. 

Segundo Lummertz, para Santa Catarina, uma prioridade é concluir o Centro de Eventos de Balneário Camboriú e ampliar a área de areia da praia principal de Balneário. Ele adianta que outros projetos para o Estado serão discutidos com governador Eduardo Moreira e lideranças do PMDB, entre as quais o presidente do partido, Mauro Mariani, o prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro e parlamentares. No Norte, Mariani defende a conclusão da rodovia de Balneário Barra do Sul até Araquari, na BR-101.

Como presidente da Embratur, o catarinense se destacou na promoção das atrações turísticas brasileiras no exterior, na projeção da Olimpíada Rio 2016 e viabilizou vistos eletrônicos para visitantes dos principais países emissores de turistas ao Brasil. 

Fonte: NSC Total

Leia também: ABIH Nacional e Equipotel chegam a Florianópolis para divulgação do Conote