Posts

ECOFLEX

Coleção HOTEL da Ecoflex

Você que não abre mão em ter o melhor em seu hotel e preza pela qualidade dos produtos, a Ecoflex Colchões, desenvolveu a melhor coleção para os quartos do seu Hotel.

A nossa linha oferece a você do segmento de hotelaria, colchões diferenciados e excelente qualidade, diversas opções de medidas, tecidos diferenciados e resistentes.

Quer conhecer mais da coleção Hotel Ecoflex? É só entrar no site: ecoflex.ind.br ou baixar o App Ecoflex.

Pousada do arvoredo associado abih-sc

Pousada do Arvoredo

Localizada no alto de uma colina, a Pousada do Arvoredo está integrada a natureza e conta com vista panorâmica de tirar o fôlego em Bombinhas.

As acomodações dispõem de sacada e/ou varanda com vista para o mar ou jardim (exceto quarto temático), ar condicionado split, TV LCD a cabo de 32” ou 43″, Wi-Fi, frigobar, microondas, cofre, telefone, bancada, banheiro privativo com secador de cabelos e voltagem 220v. A pousada conta com piscina panorâmica com borda infinita climatizada conforme temperatura externa, sauna seca, sauna úmida, hidromassagem, academia, sala de massagem, playground e churrasqueira, além do restaurante panorâmico com decoração rustica e teto de palha Santa Fé.

Conheça o hotel:

www.pousadadoarvoredo.com.br

  • Rua Tilápia, 99 – Centro
    Bombinhas, Santa Catarina – Brasil
  • Telefone: +55 (47) 3369 2355 | Argentina +54 (11) 4896-6310
  • WhatsApp: +55 (47) 9841 90041
  • Email: reservas@pousadadoarvoredo.com.br
informativo abih-sc 15102021

Informativo ABIH-SC 15 de outubro

No informativo da ABIH-SC desta semana você vai ver:

Brunch marca o pré-lançamento do seguro hóspede: o BenLife4Guest;-Quimidrol confirmada para rodada de negócios no Dia do Hoteleiro!;-TAB Energia apresenta na rodada de negócios sistema de energia solar fotovoltaica on-grid;-ABIH-SC promove workshop com o tema LGPD para o ramo hoteleiro!;-A B2BHotel é dirigida e idealizada por hoteleiros;-Assinado acordo ministerial para prevenção ao uso de drogas no turismo nacional e internacional;-Com 53% das certificações, SC é o estado com mais selos do programa Bandeira Azul no país;-Hotel Vila do Farol;-Iate Hotel.

Confira o informativo completo AQUI!

B2BHOTEL É DIRIGIDA E IDEALIZADA POR HOTELEIROS.

A B2BHotel é dirigida e idealizada por hoteleiros

Entendemos todas as dificuldades do segmento e a missão da b2bhotel é entregar facilidades para o dia a dia das operações através do uso de novas tecnologias e novas formas de trabalho.

Sabemos que os Hotéis e restaurantes necessitam de mão de obra extra em momentos pontuais, mas que isso preocupa o gestor de diversas formas, então trabalhamos com: Redução significativa do seu risco de passivo trabalhista através de assessoria permanente e controle de riscos, fazemos o controle universal e imediato por meio de relatórios direto no app e apresentamos todas as contas a pagar e a receber semanalmente de forma detalhada.

Toda a interface está disponível na palma da mão de quem o hotel escolher, através do aplicativo e o pagamento é feito direto para a b2bhotel, com controle de presença e sem vínculos trabalhistas.

A b2bhotel se responsabiliza pelo histórico e veracidade das informações e pelo pagamento a todos os trabalhadores autônomos.

Contem conosco! Uma empresa feita por Hoteleiros para entregar facilidades para a Hotelaria.

www.b2bhotel.com.br

(41) 35015780 Telefone e WhatsApp

Com 53% das certificações, SC é o estado com mais selos do programa Bandeira Azul no país

Com 53% das certificações, SC é o estado com mais selos do programa Bandeira Azul no país

Na temporada 2021/2022, Santa Catarina vai seguir ostentando a marca de estado “mais azul” do Brasil. Ao todo são 15 certificados do programa Bandeira Azul distribuídos no estado, dois a mais que na última temporada. O júri internacional renovou a reconhecimento de dez praias e duas marinas catarinenses – aprovou, ainda, outras duas praias e uma marina.

O crescimento tem relação direta com o investimento de R$ 80 mil da Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina (Santur) em estudos técnicos para ampliar o reconhecimento no estado. O projeto, realizado em parceria com o Instituto Ambientes em Rede (IAR), identificou os balneários catarinenses que melhor atenderam aos requisitos para obter o selo socioambiental reconhecido mundialmente.

Praia do Estaleiro, em Balneário Camboriú, é uma das praias certificadas – Foto: Markito/Aquivo/Santur

“Além de incentivarmos, nós investimos e trabalhamos em conjunto pela preservação, por um turismo responsável. É mais um reconhecimento que Santa Catarina recebe por cuidar do nosso patrimônio natural. Esse é um importantíssimo atrativo turístico para um estado que abriga tanta diversidade e belezas preservadas”, afirmou o presidente da Santur, Renê Meneses.

O Brasil garantiu 28 aprovações, sendo 22 praias e seis marinas, que devem ser contempladas com o selo ecológico. Com 15 certificados, Santa Catarina garante 53,57% dos pontos azuis no país. O hasteamento da Bandeira Azul assegura aos visitantes mais informações sobre os locais, qualidade da água e ações de educação ambiental.

“Por causa da pandemia, houve dificuldade para alguns em realizar testes de balneabilidade da água e certas atividades relacionadas ao programa. No entanto, com a ajuda de nossos parceiros, todos os critérios foram cumpridos, ganhando reconhecimento do júri nacional e internacional”, informou Leana Bernardi, coordenadora do projeto no Brasil.

A cerimônia de entrega das bandeiras acontece entre novembro e dezembro, no início da temporada de verão no hemisfério sul.

SELO BANDEIRA AZUL – 2021/22

*Renovação do selo
– Praia Grande, Governador Celso Ramos – SC
– Praia do Estaleiro, Balneário Camboriú – SC
– Praia do Estaleirinho, Balneário Camboriú – SC
– Praia de Piçarras – Balneário Piçarras – SC
– Praia de Quatro Ilhas, Bombinhas – SC
– Praia de Mariscal, Bombinhas – SC
– Praia da Saudade, Penha – SC
– Praia da Conceição, Bombinhas – SC
– Praia do Forte, São Francisco do Sul – SC
– Praia Grande, Penha – SC
– Iate Clube de Santa Catarina (sede Centro), Florianópolis – SC
– Tedesco Marina – Balneário Camboriú – SC

*Praias e marinas estreantes com o selo
– Praia da Bacia da Vovó, Penha – SC
– Prainha, São Francisco do Sul – SC
– Marina Itajaí, Itajaí – SC

O PROGRAMA

O programa Bandeira Azul é um selo de caráter socioambiental amplamente reconhecido em todo o mundo. Foi criado pela FEE – Foundation for Environmental Education, uma instituição internacional com diversos integrantes representando seus respectivos países. No Brasil, o Operador Nacional do Programa é o IAR – Instituto Ambientes em Rede.

O Júri Internacional é composto pela FEE – Foundation for Environmental Education; UNE – United Nations Environment; UNWTO – United Nations World Tourism Organization; WHO – World Health Organization; IUCN – International Union for Conservation of Nature; EUCC – European Union for Coastal Conservation; ILS – International Lifesaving Federation; ICOMIA – International Council of Marine Industry Associations; EEA – European Environment Agency; UNESCO – United Nations Educational, Scientific and Cultural Organization; WCA – World Cetacean Alliance e ENAT – European Network for Accessible Tourism. 

Marina Tedesco é uma das marinas contempladas na edição 2021/22 – Foto: Saul Oliveira / Santur 

Fonte: Santur

ABIH-SC promove workshop com o tema LGPD para o ramo hoteleiro

Este workshop terá como foco a exposição dos principais aspectos da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) e o treinamento dos participantes com relação à aplicação desta lei a empresas do ramo hoteleiro.

Os participantes serão capacitados com aulas teóricas e terão participação ativa nas análises e discussões de casos práticos que lhes serão apresentados durante o curso, e que lhes permitirão compreender e iniciar um projeto de implementação da adequação à Lei Geral de Proteção de Dados em estabelecimentos do setor hoteleiro.

Público-alvo

O curso é destinado à profissional de qualquer área, seja do setor jurídico, do administrativo, do RH, da TI ou mesmo consultor externo, e que busca conhecimento e ferramentas para compreender melhor a incidência da LGPD no ramo hoteleiro.

Metodologia

O curso será dividido em 03 fases:

  1. Teoria: Exposição dos temas inerentes à LGPD e ao ecossistema de privacidade e proteção de dados;
  2. Parte prática: Análise e resolução de casos hipotéticos sobre assuntos envolvendo a proteção de dados nas empresas do ramo hoteleiro;
  3. Atendimento individual: Após o encerramento do curso, atendimento individual do participante para dúvidas a respeito do conteúdo ministrado.

Tanto na exposição oral quanto no material escrito é usado uma linguagem acessível e de fácil compreensão para todos os profissionais do público-alvo.

Atendimento individual

Como se trata de um curso com forte viés prático em que o participante tende a consolidar o aprendizado e colocar em prática o conteúdo aprendido, será ofertado atendimento individual pós curso.

Em até 20 dias após o encerramento do workshop o participante poderá agendar um atendimento individual com o professor do curso, de forma presencial ou on line, para tirar dúvidas a respeito do conteúdo ministrado.

Carga horária: 15h

Dias: 01/12 – quarta(manhã e tarde), 02/12 – quinta(manhã e tarde) e 03/12 -sexta (manhã) + 01hora do atendimento individual.

Investimento

Associado ABIH-SC: R$1.700,00;

Não associado ABIH-SC: R$2.100,00.

Informações

comercial@abih-sc.com.br

48 98843-7659

Seven Suite - A importância da segurança das informações

Seven Suite – A importância da segurança das informações

Na era de tecnologia e da informação, os dados são os maiores bens de uma empresa. A perda de informações pode trazer diversos prejuízos para sua empresa, escolher um software que trabalhe com foco na segurança do armazenamento de dados pode fazer toda a diferença e a Seven Suite está aqui para te ajudar!

Seven Suite – Facilidade para o dia a dia

A Seven Suite conta com uma vasta quantidade de operações para agilizar as atividades diárias da sua empresa, desde organização, integrações ou na estrutura dos seus serviços. Perfeito para quem não para e precisa dar atenção a diversos clientes. Nossa prioridade é manter um sistema com ferramentas sólidas de armazenamento de dados e velocidade de processamento, potencializando a estrutura da sua gestão.

Diminuição de custos

Nosso sistema está preparado e integrado ao modelo SaaS, o que além de diminuir seus custos, também otimiza seus investimentos, permitindo mais liberdade para sua empresa focar no que importa, atuando com qualidade. Chega de se preocupar com a complexidade de outros sistemas, somente é necessário ter uma boa internet!

Como funciona?

Assim que integrados ao sistema, os dados são armazenados na nuvem. Nosso software é compatível com diferentes plataformas, assim você pode acessar as informações a qualquer hora e lugar, para realizar as operações que importam, seja do seu computador, celular ou tablet. Soluções a um clique de distância, alinhando as necessidades do seu hotel!

Entre em contato e conheça soluções completas para a gestão de operações do seu Hotel. Agilize processos, melhore o controle e potencialize resultados.

Site: mysevensuite.com.br

E-mail: contato@mysevensuite.com 

Telefone: 47 99936-1400

Facebook e Instagram: @mysevensuitebr

Hotéis e pousadas já registram fila de espera para a temporada de verão no Norte da Ilha

A temporada de verão 2021/2022 deve ser uma das melhores dos últimos anos para o Norte da Ilha, em Florianópolis. Com a vacinação garantindo a proteção maior contra a covid-19 e boa parte da população consciente já vacinada, muitos estão preparados para a volta ao normal. Alguns estabelecimentos como hotéis e pousadas já estão com 100% de ocupação e outros já tem lista de espera para interessados. A estimativa para o réveillon é uma das melhores possíveis, segundo a Abav/SC (Associação Brasileira das Agências de Viagens).

Três hotéis consultados pelo Conexão estão com reservas esgotadas para o réveillon com lista de espera vigente. Dois são em Ingleses, um em Canasvieiras. Se houver desistência de algum hóspede, será passada para a lista de espera a reserva que é por ordem de chegada. Para o mês de janeiro, a ocupação também é superior aos 90%.

ABAV-SC

A Abav estima que o movimento nesta temporada será 150% superior ao da temporada anterior. As boas perspectivas para o período do verão vão além, incluindo o Caranaval. A própria Capital já confirmou o desfile das Escolas de Samba na Passarela Nego Quiridu. Diante dos anúncios e da reabertura do turismo creditada pela vacinação contra a covid-19, a Florianópolis se prepara para uma das melhores temporadas dos últimos anos.

O principal cliente do turismo deste verão será o brasileiro. Entretanto, a Argentina reabriu as fronteiras após o período mais difícil da pandemia. Isso ajuda a esquentar a expetativa da vinda de argentinos, mas o derretimento do peso frente ao dólar ainda pode dificultar a vinda de muitos hermanos. A apresentação de exames PCR ainda são medidas fundamentais.

Florianópolis vai apresentar nesta segunda-feira (4) os protocolos que devem ser adotados para a temporada de verão. O ‘Passaporte da Vacina’ será uma das exigências para garantir a segurança e separar e impedir acesso daqueles que são ‘negacionistas da vacina’.

Fonte: Hotel Conexão

MTur registra entrega de 122 obras no país em julho e agosto

MTur registra entrega de 122 obras no país em julho e agosto

Projetos de infraestrutura contaram com investimentos de R$ 141,6 milhões do Governo Federal e favorecem a retomada do turismo nos destinos nacionais. Em meio à gradual retomada do mercado de viagens, o governo federal, por meio do Ministério do Turismo, mantém a preparação de destinos nacionais para a boa recepção de visitantes. Com um investimento total de R$ 141,6 milhões, o MTur registra a entrega de 122 obras de infraestrutura turística apoiadas financeiramente pela Pasta nos meses de julho e agosto. Os projetos incluem ações como a reforma de parques, orlas e praças, entre outras intervenções.

Na região Nordeste, por exemplo, recursos do MTur da ordem de R$ 20 milhões garantiram melhorias no Centro de Convenções de Sergipe, na capital Aracaju. O espaço teve a capacidade de público ampliada para 6.500 pessoas, entre auditórios e um pavilhão de exposições. Já no Norte do país, R$ 975 mil repassados pelo órgão permitiram a reforma do acesso à Praça da Paz de Itaituba, no Pará, cenário de atrativos como cavernas, cachoeiras e praias de rio.

O ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, reafirma o compromisso com a adequada estruturação turística do país. “O atual governo não se preocupa com a paternidade das obras, o nosso compromisso é com a boa gestão do dinheiro público. Temos percorrido o país para entregar obras muitas vezes abandonadas em gestões anteriores, convertendo verdadeiros monumentos ao descaso em ativos que contribuem para gerar emprego e renda por meio do turismo”, frisa.

No Sudeste, um repasse de R$ 1,3 milhão do MTur proporcionou a reforma do Terminal Ferroviário de São José do Rio Preto (SP), um marco do início do século XX. No Sul, R$ 487,5 mil do órgão garantiram a revitalização do Centro Náutico e Recreativo Marinas de Guaíra (PR), cidade palco de atividades de pesca amadora e profissional. Já no Centro-Oeste, a Pasta aplicou R$ 975 mil na pavimentação do acesso à orla do complexo de lagos de Matupá (MT).

As obras do Ministério do Turismo são realizadas preferencialmente em municípios que constam do Mapa do Turismo Brasileiro, uma ferramenta do Programa de Regionalização do Turismo (PRT) que orienta a aplicação de recursos públicos em destinos que adotam o turismo como estratégia de investimento e alternativa de retorno econômico. As verbas provêm do orçamento próprio do órgão e de emendas parlamentares apresentadas à Pasta.

RESULTADOS 

Em 2020, o Ministério do Turismo destinou um valor recorde histórico de R$ 1 bilhão para a realização de obras de infraestrutura turística, o que garantiu a entrega de cerca de 980 trabalhos em todo o território nacional. Atualmente, o órgão administra 3.157 contratos ativos referentes a projetos do tipo nas cinco regiões do país, que envolvem a aplicação de aproximadamente R$ 3,4 bilhões no setor.

Por André Martins

Assessoria de Comunicação do Ministério do Turismo

Fonte: Mtur

Brasil alcança marca de 130 mil prestadores de serviços turísticos regularizados

Na semana em que se comemora o Dia Mundial do Turismo (27.09), o setor alcança uma importante conquista no país: o Brasil atingiu a marca de mais de 130 mil prestadores de serviços turísticos regularizados no Cadastur, o cadastro nacional do Ministério do Turismo que reúne empresas e profissionais do ramo. O número configura um recorde de registros, representando um aumento de mais de 100% em relação a 2017.

“Este é um reflexo dos nossos esforços em conscientizar o setor da importância da regularização dos serviços turísticos. No atual momento em que vivemos, com o avanço da vacinação e a retomada pulsante das atividades, precisamos cada vez mais de um turismo seguro e qualificado. Isso é essencial para colocar o Brasil no topo das nações referências em turismo no mundo pós-pandemia”, destacou o ministro do Turismo, Gilson Machado Neto.

As atividades com o maior número de cadastros são agências de turismo (32.360), guias de turismo (27.156), restaurantes, bares e similares (18.577), meios de hospedagem (15.594) e transportadoras turísticas (13.736).

Já entre os estados com mais prestadores regularizados, São Paulo ocupa o primeiro lugar (27.721), seguido do Rio de Janeiro (20.073), Minas Gerais (11.083) e do Rio Grande do Sul (8.548).

O registro no Cadastur é obrigatório para guias de turismo, acampamentos turísticos, agências de turismo, meios de hospedagem, organizadoras de eventos, parques temáticos e transportadoras turísticas. O cadastro tem validade de dois anos, no caso de pessoas jurídicas, e de cinco anos, para guias de turismo.

Também podem se cadastrar, de maneira opcional, as seguintes atividades: casas de espetáculos; centros de convenções; empreendimentos de entretenimento e lazer e parques aquáticos; empreendimentos de apoio ao turismo náutico ou à pesca desportiva; locadoras de veículos para turistas; prestadoras de serviços de infraestrutura para eventos; prestadoras especializadas em segmentos turísticos e restaurantes, cafeterias, bares e similares.

COMO SE CADASTRAR –

BENEFÍCIOS – Além de ser uma importante fonte de consulta para os turistas, o Cadastur também garante diversas vantagens e oportunidades aos cadastrados, como acesso a financiamentos; oportunidades de qualificação exclusivas; apoio em eventos, feiras e ações do Ministério do Turismo; incentivo à participação em programas e projetos do governo federal e visibilidade nos sites do MTur e do Cadastur.

Entre os programas exclusivos para os prestadores regulares no Cadastur está o Selo “Turismo Responsável, Limpo e Seguro”. Até agora, mais de 29 mil estabelecimentos e guias de turismo já aderiram ao selo. “O selo é um diferencial para os prestadores de serviços turísticos, um símbolo do compromisso assumido por eles em adotar medidas que protejam turistas e trabalhadores do setor”, explicou o secretário nacional de Desenvolvimento e Competitividade do Turismo, William França.

Saiba mais sobre o Selo Turismo Responsável e como aderir à iniciativa AQUI.

Os prestadores de serviços turísticos que fazem parte do Cadastur também dispõem de uma linha de crédito especial, por meio do Fundo Geral de Turismo (Fungetur). O Fungetur possui como principais diferenciais as taxas, que são pré-definidas e menores que as comumente praticadas no mercado, e a possibilidade de utilização para capital de giro, a aquisição de bens (máquinas e equipamentos) e a realização de obras (implantação, modernização, ampliação ou reforma). Após a emissão do certificado do Cadastur, o empresário pode se dirigir a um agente financeiro credenciado para solicitar o crédito.

Saiba mais sobre o Fungetur e quais são os bancos credenciados AQUI.

As vantagens do cadastro também se aplicam ao campo da qualificação. Os guias de turismo regulares no Cadastur têm acesso a cursos exclusivos, ofertados periodicamente pelo Ministério do Turismo em parceria com instituições de ensino de todo o Brasil.

Clique AQUI e conheça os principais programas do Ministério do Turismo.

Além de todos estes benefícios, algumas atividades turísticas só poderão ter acesso ao Programa Emergencial de Retomada do Setor de Eventos (Perse) se estiverem inscritas no Cadastur, como estabelece a Portaria n° 7.163/2021 do Ministério da Economia. É o caso de empresas de realização ou comercialização de congressos, eventos esportivos, feiras de negócios, shows, festas, casas de eventos e hotelaria em geral, entre outros. A Lei nº 14.148/2021, que cria o Perse, foi sancionada em maio deste ano pelo presidente Jair Bolsonaro, para apoiar o setor de eventos e turismo diante dos impactos da pandemia.

Por Vanessa Castro

Assessoria de Comunicação do Ministério do Turismo

Fonte: Mtur