Posts

Pandemia no setor hoteleiro - Osmar José Vailatti é entrevistado por Larissa Kümmel

Impacto da Pandemia no Setor Hoteleiro

Os impactos da pandemia no setor hoteleiro foi o tema da entrevista de Osmar José Vailatti, diretor-presidente da ABIH-SC, à Larissa Kümmel, apresentadora da Record News TV de Balneário Camboriú, também hoteleira e diretora da ABIH-RS. Confira abaixo as perguntas e respostas desta conversa.

Larissa: De uma forma geral. Qual o impacto da Covid-19 no setor hoteleiro em Santa Catarina? Qual o percentual de hotéis que estão fechados e de hotéis que estão fechados e não serão reabertos.

Osmar: A Covid-19 afetou mais do que os setores do turismo e a hotelaria, mas certamente, lideramos o ranking dos mais atingidos. Fomos ao fundo do poço. Milhares de demissões, muitos hotéis sucumbiram. Acreditamos que em torno de 20% dos hotéis não abrirão mais. Temos hoje aproximadamente 40% de hotéis fechados no estado. Uma medida inteligente, pois abrir o hotel na maioria das vezes custa mais caro do que deixá-lo fechado. Os que estão abertos trabalham com baixa ocupação, variando de 5 a 15%.

Larissa: Quais são as principais mudanças que você acredita que afetará o setor diante essa pandemia e como o hoteleiro pode se adaptar a elas?

Osmar: Primeiramente o hoteleiro precisa pensar em salvar sua empresa. Não sabemos quando terminará esta agonia. Há muita incerteza ainda. A hotelaria não será mais a mesma. Precisamos hoje demonstrar às pessoas e ao mercado que mudamos, que estamos dando prioridade aos protocolos, que estamos cuidando da saúde e preocupados com a vida das pessoas, sejam colaboradores ou visitantes/hóspedes.   

Percebo também um movimento do mercado para o digital, já que a tecnologia tem proporcionado essa nova experiência de consumo. É preciso manter a comunicação e manter a presença no mercado, pois a escolha do cliente será pelas experiências que ele tiver durante a compra e pela confiança que conseguir sentir nesta relação.

Larissa: Qual a sua previsão para o setor voltar a “normalidade”?

Osmar: A pandemia está resistente. No início, em março, achávamos que em julho já teríamos vencido o coronavírus. Hoje as melhores previsões citam o último trimestre deste ano como início forte da recuperação, outros preveem a recuperação total somente para final de 2021.

Larissa: Acredito que nosso hóspede está muito mais exigente após a Covid-19. Quais serão as principais necessidades dele na sua visão?

Osmar: O novo coronavírus afetou a saúde das pessoas no aspecto econômico, físico e mental. As pessoas estão inseguras, com medo e sem condições de fazerem planos, de terem sonhos, pois estão psicologicamente perturbadas. A hotelaria precisa criar ambientes para vencer estas barreiras e proporcionar ao turista um ambiente de paz, acolhimento e bem-estar. Neste momento, o que o hóspede mais quer é segurança e limpeza. Sentir que estão em um ambiente com segurança sanitária em todos os ambientes do quarto, as áreas comuns, academias, restaurante, entre outras.  

Larissa: Como a ABIH-SC e ABIH Nacional estão agindo para ajudar o setor hoteleiro?

Osmar: O Presidente da ABIH Nacional, Manoel Linhares, é um lutador sem igual. Tem lutado muito, trabalhado incansavelmente para defender junto ao Governo, ao Congresso Nacional, Ministérios e entidades a necessidade de apoio ao turismo e a hotelaria. O setor de serviços emprega muito e representa um pilar forte da economia de SC, do Brasil e do mundo. Tenho orgulho de fazer parte da Diretoria Nacional sob a liderança de Manoel Linhares e sua Equipe. Apesar das lutas, muitas demandas foram atendidas, outras não.

Em Santa Catarina criamos um grupo de apoio aos associados via whatsapp, envio de informativos constantes com decretos atualizados, orientações e suporte de toda equipe de consultores da entidade na área jurídica, administrativa, comercial e de pessoal. Foram criados cursos e gratuitos e pagos para também colaborar com a atualização profissional neste momento de isolamento. Uma campanha nas redes sociais de apoio, incentivo e valorização dos hoteleiros também foi iniciada com artigos para uma retomada de sucesso, peças publicitárias e divulgação dos hotéis que estavam em funcionamento. Além de todo suporte dos hoteleiros nas regionais através dos diretores locais.

Larissa: Quais são as medidas adotadas pelo Governo para proteger o setor?

Osmar: o Governo tem contribuído muito pouco para ajudar a salvar a hotelaria. Algumas medidas ajudaram o setor, porém muito pouco para satisfazer e contribuir mais fortemente com a recuperação da hotelaria. A economia do turismo quer voltar a ser o que era, e o Governo precisa se envolver mais. Várias linhas de crédito foram e são anunciadas pelo Governo, porém, os bancos não disponibilizam os recursos e dificultam a liberação. Não chegam ao destino. É lamentável.

Larissa: As principais diferenças que os hotéis que atendem o turismo de negócio têm para o turismo de lazer. Existem expectativas diferentes para esses setores?

Osmar: Se a hotelaria de lazer foi afetada mortalmente pelo novo coronavírus, muito mais o foi o turismo de negócios, o corporativo. Sabemos que a tecnologia está sendo utilizada intensamente tanto para a prática de reuniões quanto para eventos e tudo o mais que se relaciona a negócios, diminuindo as viagens longas. Já o turismo de lazer pode se fortalecer com o turismo regional, disponível em viagens curtas, gastos menores e destinos seguros que se incorporam à natureza.   

Larissa: Quais são as suas perspectivas para o futuro da atividade hoteleira no Estado de Santa Catarina e no Brasil?

“O turismo sumiu, o turista não”. Esta frase sintetiza bem o que esperamos. Tenho muita fé e esperança na recuperação do setor de turismo. Acredito que tudo passará e que as pessoas voltarão a viajar muito.

“O mundo ama viajar”. Santa Catarina é um oásis de belezas naturais, de destinos turísticos que encantam as pessoas, as famílias. Precisamos da união de todos os segmentos que envolvem a economia do turismo. O turismo congrega 21 atividades diretas (que existem exclusivamente para o turismo), 142 atividades indiretas, 191 atividades compartilhadas e 217 atividades aquecidas, ou seja, a soma alcança 571 setores envolvidos no turismo. É essa união que será a grande engrenagem para a recuperação e retomada econômica..

Precisamos trabalhar muito, ser criativos, valorizar as pessoas e amar o que fazemos.

Viva o turismo e sucesso à hotelaria!

Você também quer conversar com o diretor-presidente da ABIH-SC?

Então, entre em contato com o fone (48) 98843-7711

Vote dentro da lei – Sim à MP 948

A hotelaria nacional reconhece a importância do Ecad para os nossos artistas e apoia o pagamento dos direitos autorais.

O setor não questiona o pagamento ao Ecad pelas obras executas nas áreas públicas dos meios de hospedagem, como recepção, restaurantes, áreas sociais, recreativas, etc.

Porém, não é pertinente a cobrança dentro dos quartos de hotéis já que, assim como o Ecad é autorizado pela Lei 9.610/98 (Lei de Direitos Autorais) a cobrar a execução lítero-musical em locais públicos, os quartos de meios de hospedagem são considerados pela Lei 11.771/2008 (Lei Geral do Turismo) unidades de frequência individual e de uso exclusivo do hóspede e, portanto, residências temporárias.

Também é preciso lembrar que as emissoras de TV e Rádio, ou operadoras de divulgação assemelhadas de streamings, já pagam as taxas do Ecad, o que significa que a cobrança dos direitos autorais dentro de um quarto de hotel já está sendo taxada e, sendo assim, a cobrança torna-se uma dupla tributação.

Sim a MP 948!

Abih Nacional

Vitória esmagadora mostra a força do atual Presidente da ABIH-Nacional, Manoel Linhares “Baixinho”

Brasília, 1º de outubro de 2019 – Após a decisão do Conselho Deliberativo da entidade ter votado pelo indeferimento do recurso da Chapa Renovação e União, foi aberta a eleição e colhidos os votos, onde a chapa liderada pelo atual presidente da ABIH Nacional, Manoel Cardoso Linhares, obteve 49 votos, contra 01 da chapa concorrente.

Sendo assim, Manoel Linhares foi conduzido novamente a presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis – ABIH Nacional, para o biênio 2020/ 2021, e sua diretoria foi composta por nomes de reconhecida atuação no setor de hotelaria e turismo nacional.

Na vice-presidência da ABIH Nacional, Érica Campos Drumond, ex-presidente da ABIH de Minas Gerais. Como diretor administrativo, Manoel Lisboa Barbosa, ex-presidente da ABIH de Sergipe; Vice-presidente administrativo, Artur Maroja da Costa Pereira Filho, presidente da ABIH de Pernambuco; Diretor financeiro, José Odécio Rodrigues Júnior, presidente da ABIH do Rio Grande do Norte; Vice-diretor financeiro, Henrique Lenz César Filho, ex-presidente da ABIH do Paraná; Diretor operacional, Osmar José Vailatti, presidente da ABIH de Santa Catarina, e como vice-diretor operacional,  José Reinaldo Ritter, presidente da ABIH do Rio Grande do Sul.

O conselho fiscal é formado por Eduardo Fontes Neto, da ABIH da Bahia, Alfredo Lopes, presidente da ABIH do Rio de Janeiro, e Clóvis Armando Lemos Carneiro, ex-presidente da ABIH do Pará e presidente da Associação Comercial do Pará. Seus suplentes são Eduardo Costa Cavalcanti, ex- presidente da ABIH de Pernambuco, Antônio Carlos Franco Sobrinho, presidente da ABIH de Sergipe, e Orlando Kubo, presidente da ABIH do Paraná.

A nova diretoria do Conotel foi eleita por aclamação nova diretoria, composta pelos atuais presidente e diretores: Presidente, João Antônio Barros Filho, presidente da ABIH do Maranhão; vice-presidente, Milton Hênio Neto Gouvêa Vasconcelos, presidente da ABIH de Alagoas; Diretor financeiro, Luis Simões de Faria, da ABIH de Sergipe e vice diretor financeiro,  Jack Joseph Abboudi, presidente da ABIH do Mato Grosso.

Como membros do Conselho Fiscal foram eleitos: Antônio Eliseu de Barros, presidente da ABIH do Ceará, Ilza Corrêa Rocha, ex-presidente da ABIH de Tocantins e Manoel Andrade Lima Filho, da ABIH de Rio Grande do Norte. Como suplentes do Conselho Fiscal, Guilherme Ferreira de Oliveira Sanson, presidente da ABIH de Minas Gerais e Marcelo Azevedo Constantino, presidente da ABIH de Tocantins.

Fonte: GPHR

Informativo ABIH-SC 12 de setembro de 2019

ABIH-SC marca presença na Equipotel 2019;- ABIH-SC Informa;- Sócio Colaborador – Gazin;- Curso-Recepção, Comercial e Reservas;-Equipotel: ABIH lança oficialmente Conotel 2020;- Pesquisa do Mtur aponta otimismo entre empresários do setor hoteleiro;- Treinamento de persuasão em vendas com técnica de coaching e PNL ;-Associados ABIH-SC.

Confira o informativo na íntegra AQUI!

Leia também: Curso – Recepção, Comercial e Reservas

ABIH-SC marca presença na Equipotel 2019

A Equipotel, feira sinônimo de hospitalidade na América Latina iniciou na última terça-feira (10) no São Paulo Expo. Com o tema “onde a hospitalidade se reinventa”, o evento traz diversas novidades no ramo da tecnologia, alimentos & bebidas, amenities, e muito mais no ramo da hotelaria e turismo.

Para o Diretor-presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Santa Catarina – ABIH-SC, Sr. Osmar Vailatti “ a Equipotel 2019, bem como o lançamento do Conotel 2020 na encantadora Salvador, Bahia, se constituíram em eventos de pleno êxito, a Equipotel superou as expectativas, apresentou-se bem diversificada e muito prestigiada, e a Bahia se apresenta com muita esperança para o setor turístico / hoteleiro”.

O evento acontece até sexta-feira (13), com uma programação vasta e diversificada.

Diretor Presidente da ABIH-SC é homenageado no 61º Conotel e Equipotel

O Diretor Presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Santa Catarina – ABIH-SC, Osmar José Vailatti foi homenageado na quarta-feira (8) durante a solenidade de abertura do 61º Conotel – Congresso Nacional de Hotéis e 2ª edição da Equipotel Regional em Goiânia (GO).

Manoel Cardoso Linhares, Presidente da ABIH Nacional entregou a placa de homenagem para Osmar Vailatti em reconhecimento as valiosas contribuições ao desenvolvimento do setor de turismo no pais.

61º Conotel e Equipotel Regional

A solenidade de abertura aconteceu na tarde de quarta-feira (8) em Goiânia, após a formação dos lugares de honra no palco da cerimônia de abertura – na sua totalidade formado por lideranças renomadas dos segmentos da hotelaria e do turismo, além da presença do Ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antonio e do Governador do Estado, Ronaldo Caiado – foi apresentado, além do tradicional Hino Nacional, um par de temas regionais entoado por um coral de vozes.

O Presidente da ABIH Nacional, Manoel Linhares, foi chamado para proferir o texto de abertura do evento. “Declaro aberto o 61º Congresso Nacional de Hotéis – Conotel”, disse Linhares debaixo de aplausos.

A Presidente da ABIH de Goiás, Vanessa Pires Morales, tomou a palavra em seguida. Após uma breve oração, Vanessa ressaltou a importância do evento como condutor para o desenvolvimento econômico do segmento, e o fato de ser realizado simultaneamente com a Equipotel Regional. “Buscamos sempre soluções para suprir questões da hotelaria e do turismo. O Conotel mostrará oportunidades de encontrar soluções tecnológicas que proporcionam o melhor serviço para nossos hóspedes. Hotéis autênticos com serviços inteligentes estão em alta e a escolha da unidade cada vez mais será f eita por meio de aplicativos, além de outras novidades como concierges eletrônicos e robôs para alguns atendimentos, sempre buscando agilidade e segurança hoteleira em tempos de transformação digital. O Marketing digital, os nichos Pet, Infantil e 60+ serão outros temas abordados nesse evento. Reuniremos no 61º Conotel as principais tendências para a hotelaria apontadas por especialistas de renome”, afirmou a Presidente.

Parceiros fazem a diferença

Fecomércio Goiás, Sesc e Senac, Marcelo Baiorc, Leopoldo da Vieira Jardin, Juliana Barroso, CICOB, Sindicato de Hotéis de Goiânia, Sindicato de Hotéis, Bares e Restaurantes e Grupo DiRoma foram alguns dos parceiros lembrados durante a fala da Presidente. “Também agradecemos ao Governador Ronaldo Caiado por nos ceder esse espaço”, completou Vanessa, estendendo o agradecimento à Reed Exhibitions Alcântara Machado, empresa organizadora da Equipotel Regional.

 

Fonte: Revista Hotéis

Associações de hotéis elaboram propostas para erradicar hospedagem ilegal

ReformBnB – Painel formado das Associações de Hotéis de todo o mundo

ReformBnB – Painel formado das Associações de Hotéis de todo o mundo

 

Manoel Linhares, presidente da ABIH Nacional, juntamente com mais de 30 associações de hotéis de todo o mundo assinaram um documento com propostas de ações que podem servir de base para a regulamentação mundial do aluguel de imóveis residenciais.

As “Guidelines” foram resultantes das discussões promovidas pela segunda edição do ReformBnB, encontro internacional que reuniu associações hoteleiras de todo o mundo e outros grupos afins que vem pressionando as autoridades de seus países pela regulamentação do setor.

O documento, construído e validado por todas as entidades presentes no encontro, foi estruturado com base nos seguintes pilares: Registro, regulamentação fiscal, fiscalização, limitações de área, segurança e salubridade, capacidade de decisão dos moradores locais, responsabilidade, aplicação e controle.

O primeiro pilar sugere um sistema de registro para que as autoridades locais tenham conhecimento das propriedades que estão sendo alugadas, quem está alugando e de quanto tempo será essa aluguel, além de atribuir as plataformas a responsabilidade de informarem o número da “licença turística” dos alojamentos ofertados.

O segundo ponto refere-se à regulamentação fiscal e a inclusão de taxas e impostos, similares aos pagos pela hotelaria, para a indústria de residências turísticas, cabendo as autoridades locais estabelecerem esse valor. A segurança e a salubridade são outros aspectos que o documento destaca.

O documento também prevê que a vontade dos moradores efetivos dos bairros turísticos seja soberana e sugere que estes deveriam eleger se querem, ou não, que a vizinhança disponha de residências temporárias votadas para o turismo. Outra medida listada é a definição das responsabilidades legais das plataformas e dos anfitriões.

Para o presidente da ABIH Nacional é hora do governo brasileiro, da indústria do turismo e das próprias plataformas se reunirem e regulamentarem o setor de aluguel de curto prazo.

“O aluguel de casas a curto prazo são um fenômeno social e econômico mundial e uma das muitas barreiras à regulamentação efetiva tem sido a falta de uma definição clara do que constitui um aluguel de curto prazo. Todas as associações foram unânimes sobre a necessidade das autoridades começarem a cumprir seu papel, registrando tais residências como comerciais e, assim, terem um controle maior sobre suas ações, exigindo registros locais, com incidências dos impostos sobre as referidas operações, não somente sobre o proprietário, mas também sobre a plataforma digital que atua na intermediação do negócio”, declarou Linhares.

 

Fonte: Mercado&Eventos

Presidente Jair Bolsonaro recebe entidades do Turismo

 

O presidente Jair Bolsonaro recebeu nesta quarta-feira (24) no Palácio do Planalto, 27 empresários e representantes das principais entidades do setor do Turismo. Acompanhados do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, eles apresentaram reivindicações para impulsionar essa cadeia produtiva no país. O grupo, liderado pelas entidades do setor, busca apoio político para dar celeridade a projetos do setor em tramitação no Congresso Nacional. “Sabemos muito bem onde estamos em relação ao turismo e onde queremos chegar e como chegar. A gente vive um novo no Brasil, momento de economia liberal, certamente o ambiente de negócios vai melhorar muito daqui para frente e temos propostas que vão realmente trazer esse investimento do capital financeiro para o Brasil”, disse o ministro. Manoel Linhares, presidente da ABIH Nacional, contou que foram apresentados os dez pleitos do setor para acelerar o crescimento do Turismo no Brasil. “Em momento descontraído, lembrei a ele que a avó da primeira dama foi hoteleira na cidade de Crateus no Ceará, proprietária do Hotel Oriente”, disse. “O presidente reconhece a importância do Turismo e assumiu o compromisso de acompanhar o andamento destes projetos de perto”, complementou.

O presidente Jair Bolsonaro com Manoel Linhares, presidente da ABIH Nacional

O presidente Jair Bolsonaro com Manoel Linhares, presidente da ABIH Nacional

Entre os projetos destacados, está a instituição de áreas especiais de interesse turístico, o que, segundo ele, engloba medidas de desburocratização e simplificação de licenças, “sobretudo ambientais”, em áreas com vocação para o turismo. Marcelo Álvaro Antônio cita como exemplo Cancún, no México, que é uma área de interesse turístico que atrai mais de 20 milhões de turistas estrangeiros por ano.

O presidente Jair Bolsonaro entre Edmar Bull e Geraldo Rocha, da Abav Nacional

O presidente Jair Bolsonaro entre Edmar Bull e Geraldo Rocha, da Abav Nacional

A meta do Ministério do Turismo é dobrar o número de visitantes estrangeiros no Brasil, que hoje é de cerca de 6 milhões ao ano, impulsionar mais os turismos de eventos e corporativo e fazer crescer o turismo de lazer.

 

Fonte: Mercado&eventos

ABIH-SC presente na Assembleia Geral Extraordinária da ABIH Nacional

 

Na última terça-feira (12) o Diretor-presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Santa Catarina – ABIH-SC, Sr. Osmar José Vailatti esteve presente na Assembleia Geral Extraordinária da ABIH Nacional, presidida pelo Presidente Manoel Cardoso Linhares.

O objetivo principal de encontro era a apresentação e aprovação da minuta de alteração do Estatuto Social da ABIH Nacional. Em clima de muita harmonia, respeito e amizade foram aprovadas as mudanças propostas e registra-se a presença de 32 participantes.

Leia também: Curso – Recepção, Comercial e Reservas

ABIH-SC presente no encontro promovido pela FRENTUR

 

Osmar José Vailatti, Diretor-Presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Santa Catarina – ABIH-SC esteve presente no encontro promovido pela FRENTUR – Frente Parlamentar Mista em Defesa do Turismo na manhã de quarta-feira (13) na Câmara dos Deputados, em Brasília.

Diretor-presidente da ABIH-SC, Sr. Osmar José Vailatti

Diretor-presidente da ABIH-SC, Sr. Osmar José Vailatti

A reunião teve presença de cerca de 236 pessoas, entre parlamentares e hoteleiros, e contou também com a participação das ABIH’S estaduais, que ajudaram a garantir o comparecimento dos representantes legislativos de seus estados que fazem parte da Frentur. “ Na próxima semana, haverá uma votação para definirmos de uma vez por todas as regras contemporâneas para a hotelaria brasileira. Acredito que só assim poderemos começar num novo capítulo na história do setor no país”, explicou Manoel Cardoso Linhares, Presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis – ABIH Nacional.

Os pleitos apresentados foram levantados pelas entidades nacionais ligadas à indústria de hotéis e foram apresentados na reunião organizadora pela FRENTUR que tem a liderança do deputado Herculano Passos. Ao final do encontro ele comemorou a presença expressiva de parlamentares: “Foi uma das maiores reuniões da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Turismo que eu presidi. Isso nos mostra a importância da mobilização e do envolvimento da iniciativa provada junto aos representantes de seus estados”, finalizou o deputado.

Leia também: Curso – Recepção, Comercial e Reservas

Fonte: Revista Hotéis