Tufi Michreff Neto

Novo secretário de turismo, cultura e esporte de SC promete capacitação e infraestrutura

Tufi Michreff Neto

Tufi Michreff Neto

 

Nomeado pelo governador Eduardo Pinho Moreira (PMDB) na semana passada, o administrador Tufi Michreff Neto, que também é filiado ao PMDB há 22 anos, tomou posse como o novo secretário de turismo, cultura e esporte de Santa Catarina na segunda-feira, 23, em Florianópolis. Para um auditório composto por governantes e o trade turístico do Estado, Tufi prometeu diálogo, esforço para “fazer mais com menos” e foco para dar conta das demandas até o fim do ano. Entre as prioridades, o atual responsável pela pasta, que assume no lugar de Leonel Pavan após uma possibilidade de extinção da secretaria, defendeu que irá trabalhar pela execução de projetos municipais aprovados nos três fundos, além de capacitação e infraestrutura turísticas.

A posse de Tufi é fruto da indicação do catarinense Vinícius Lummertz, que assumiu o comando do Ministério do Turismo há duas semanas. Eles trabalharam juntos no Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur). Em vídeo exibido no início da cerimônia na Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte (SOL), Lummertz destacou a amizade e o trabalho dos dois, além de colocar-se à disposição em Brasília. “Mantida por Pinho, essa será uma secretaria forte, com apoio do PMDB e do trade turístico. Estaremos trabalhando juntos para que aconteça”, declarou. Pinho Moreira, que havia cogitado acabar com a SOL, reforçou que essa é “uma pasta importante, que ganha ainda mais importância com o ministro Lummertz” pouco depois de assinar o termo de posse de Tufi.

Ao endossar a “decisão acertada” em manter a secretaria, Tufi disse em seu primeiro discurso como secretário que pretende contar com o apoio a nível ministerial. Tudo para que as políticas estejam alinhadas em Brasília e com os conselhos estaduais para o desenvolvimento turístico de Santa Catarina, que movimenta 13% da economia.

— Nós estamos levantando todas as demandas apresentadas pelas prefeituras nos fundo de turismo, cultural e de esporte. Então, ali tem um elenco de pedidos que estão sendo levantados para a gente chegar a um valor. Nós vamos conversar com o secretário da Fazenda e com o governador para ver de que forma nós vamos atender esses projetos já aprovados nesses fundos. Também vamos verificar projetos na área de turismo de capacitação e de infraestrutura que nós possamos levar ao Ministério do Turismo para que nós possamos acelerar esses processos — comentou.

Como exemplo de ação, Tufi citou a contratação de uma empresa na semana passada para capacitar as 12 regiões turísticas do Estado dentro de uma política de estruturação desses destinos. O setor teve crescimento de 6,7% em 2017 e abriu mais de mil novas vagas de emprego no mesmo período, de acordo com a Pesquisa Mensal de Serviços do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) no comparativo com o ano anterior. O desempenho foi o terceiro melhor do país, atrás apenas de Goiás (11,1%) e de Pernambuco (8,2%). No mesmo período, o segmento no Brasil encolheu 6,5%.

Promessa com o edital Elizabete Anderle

Apesar do privilégio histórico dado ao turismo no Estado e reforçado por Tufi, as áreas culturais e esportivas também foram mencionadas pelo novo secretário. Ele lembrou o investimento recorde no Prêmio Catarinense de Cinema 2018, que está com inscrições abertas e promete premiar 23 obras audiovisuais com R$ 8,4 milhões, sendo R$ 3,5 milhões do governo estadual e R$ 4,9 milhões da Agência Nacional de Cinema (Ancine).

— É 40% mais do que foi investido nas dez edições desse prêmio. Também estamos conversando com o governador para que possamos garantir este ano o lançamento do edital Elizabete Anderle — prometeu Tufi, que reforçou a importância da Fundação Catarinense de Cultura (FCC).

O novo secretário informou ainda que, no esporte, por meio da Fesporte, vai fomentar os Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc), Jogos Abertos Paradesportivos de Santa Catarina (Parajasc), Jogos Abertos da Terceira Idade (Jasti), Jogos Escolares de Santa Catarina (Jesc) e a Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc).

Também participaram do ato os presidentes da Fundação Catarinense de Cultura (FCC), Ozeas Mafra Filho; da Fesporte, Erivaldo Caetano Júnior; da Santur, Valdir Rubens Walendowsky, prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro, presidente da Câmara de Vereadores, Guilherme Pereira de Paulo; deputados estaduais e federais e outras autoridades.

Perfil

Pós-graduado em economia e gestão, com foco em planejamento, orçamento e gestão pública, pela Fundação Getúlio Vargas e bacharel em Administração pela Faculdade Estácio de Sá de São José, em Santa Catarina, Tufi Michreff Neto foi diretor de Administração e Finanças da Embratur, de 2012 a 2017, foi também diretor-presidente da Companhia de Desenvolvimento e Urbanização (Conurb) de Joinville de 2009 a 2011.

Durante quatro anos (2005 a 2009), Tufi esteve no governo do Estado de Santa Catarina, ocupando cargos no Departamento de Transportes e Terminais da Secretaria de Estado da Infraestrutura. Lá foi gerente de Administração e Recursos Humanos, diretor administrativo e financeiro, gerente de Administração, Finanças e Contabilidade e, por fim, diretor de Transportes.

 

Fonte:  ClicRBS

Leia também: Informativo ABIH-SC 19 de abril