Centro de eventos de Baln.Camboriú abre as portas em dezembro

 

Obra que recebeu R$ 70,6 milhões do MTur vai oxigenar mercado local de eventos e multiplicar impacto econômico do segmento em todo o estado.

 

O ministro do Turismo, Vinicius Lummertz, acompanhado do ministro Chefe da Secretaria de Governo da Presidência da República, Carlos Marun, realizou inspeção técnica da obra do Centro de Eventos e Pavilhão de Convenções de Balneário Camboriú (SC) na manhã deste sábado (8). Também participaram da visita o secretário estadual de Turismo, Valdir Walendowsky, o prefeito de Balneário Camboriú, Fabrício de Oliveira, e o secretário municipal de Turismo e Desenvolvimento Econômico, Altamir Teixeira.

O projeto de 33mil m2 terá capacidade para acomodar até 60 mil pessoas, distribuídas em dois espaços de exposição e dois salões para convenções. Além de apoiar a construção do empreendimento com repasse de R$ 55 milhões, o Ministério do Turismo também formalizou, na última quarta-feira (5), novo aporte de recursos no valor de R$ 15,6 milhões para a compra de equipamentos – incluindo projeto de climatização, divisórias móveis, elevadores, mobiliário, entre outros -, que permitirão que o Centro de Convenções seja inaugurado em condições de uso.

O efeito econômico da obra será “multiplicador” para todo o litoral catarinense, garantiu o ministro Vinicius Lummertz. “O turismo tem que ter funcionalidade, por isso o modelo desenvolvido por Balneário Camboriú está dando certo e todo o estado ganha com isso”, defendeu.

O ministro Carlos Marun disse que após visitar a obra, voltará pra casa com duas pautas para impulsionar o crescimento do setor: discutir com o BNDES a possibilidade de agilizar o financiamento para o alargamento da orla de Balneário Camboriú e retomar as conversas para a regulamentação de passeios embarcados para observação de baleias. “Esse litoral só tem a ganhar. E o Brasil avança junto. Vamos trabalhar nisso”, assegurou.

Para o prefeito de Balneário Camboriú, Fabrício Oliveira, a cidade está pronta para dividir sua história entre o antes e o depois do centro de eventos, que já é considerado o maior do sul do Brasil. “Estamos construindo também uma nova orla e isso nos levará a um novo tempo para a cidade. Em 2017, nosso turismo cresceu 30% em comparação a 2016. Somos também o ponto de escala que mais cresce no ramo de cruzeiros do país: recebemos 80 mil cruzeiristas na temporada passada e o crescimento estimado para este ano é de +50% , chegando a 120mil”, enumerou, comemorando a futura captação de dezenas de eventos que vão oxigenar a economia local.

O secretário estadual de Turismo, Valdir Walendowsky, destacou a relevância da participação de Santa Catarina no receptivo internacional do país e afirmou que o novo empreendimento “eleva ainda mais o padrão do turismo do nosso estado, já que fica dentro de um importante eixo rodoviário do Mercosul”.

 

Fonte: Ministério do Turismo

Veja também: Cruzeiros poderão ficar mais tempo no Brasil