ABIH-SC realiza a 33ª edição do Encatho em agosto

Tradicional encontro da hotelaria no sul do país terá como tema central “Mercado & Negócios”

No ano em que comemora o seu 55º aniversário, a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Santa Catarina- ABIH-SC, realiza seu tradicional evento, o Encontro Catarinense de Hoteleiros – ENCATHO & EXPROTEL, com temática que foca no desenvolvimento do mercado, e maior aproximação dos fornecedores e empresários do setor para geração de negócios.

“Se o último ano foi de recuperação, 2020 será um ano de crescimento”, afirma o diretor-presidente da ABIH-SC, Osmar José Vailatti. Segundo ele, as pesquisas e o movimento do mercado indicam que o ambiente econômico irá proporcionar uma ocupação crescente e novos investimentos no setor. “Com mais dinheiro no bolso as pessoas viajam mais. O Brasil possui destinos muito desejados por pessoas de todo mundo, mas também é o mais procurado pelos próprios brasileiros. A pesquisa feita pelo Google confirma isso. Sete das 10 cidades com maior procura de hotéis são do Brasil”, salienta Vailatti.

Para o dirigente da ABIH de Santa Catarina, as boas perspectivas do mercado fazem do Encatho & Exprotel um evento ainda mais estratégico para empresas fornecedoras para o setor hoteleiro e turístico. “O tema foi definido pensando, justamente, nas muitas oportunidades que o evento proporciona para quem participa. “Nosso objetivo é gerar networking, qualificar a mão de obra para atuar no mercado e, é claro, proporcionar bons negócios para quem compra e para quem vende. Um espaço único para este mercado que gera muitos negócios e movimenta a economia do país”, afirma Vailatti.

A 33ª edição do Encatho será realizada de 18 a 20 de agosto, no CentroSul, em Florianópolis. Além de uma feira de negócios com 76 estandes, o evento conta com programação de palestras, encontros de entidades do trade turístico, espaço para negócios e muito mais.

O acesso ao evento é gratuito e o link para inscrições será divulgado posteriormente pela organização. Interessados em participar da feira ou ter sua marca vinculada como patrocinador/apoiador, podem solicitar proposta através do fone: (48) 3222-8492 ou pelo e-mail comercial@abih-sc.com.br

Serviço:
O que: ENCATHO & EXPROTEL
Quando: 18 a 20 de agosto
Onde: CentroSul – Florianópolis
Quanto: Entrada Gratuita
Informações: www.encatho.com.br | 3222-8492
Realização: ABIH-SC

Divulgação:
Vânia Monteiro
VM Comunicação
(48) 99678-3883 / 3222-8492
vania@vmcomunicacao.com.br
imprensa@abih-sc.com.br

TAXA DE OCUPAÇÃO: O que é e qual a sua importância?

A Taxa de Ocupação (TO) é o principal indicador da porcentagem de ocupações vendidas em relação ao disponível. Os hotéis utilizam dessa taxa para entender como o negócio está caminhando, quantas pessoas entram e saem todos os dias.

Essa taxa pode ser obtida seguindo a fórmula:

TO (Taxa de Ocupação) = Unidades vendidas / Unidades disponíveis x100

Isso sempre levando em consideração todo o contexto que o hotel se encontra. É necessário definir onde o hotel se encontra, qual sua tipologia, qual seu público, tudo isso interfere diretamente com a Taxa de Ocupação.

POR QUE CONHECER A TAXA DE OCUPAÇÃO É TÃO IMPORTANTE?

Conhecendo a Taxa de Ocupação no seu hotel, é possível entender quais são seus períodos de baixa e alta ocupação e como lidar com eles, aplicando melhores tarifas e ações promocionais.

Se seu hotel se localiza em um litoral, pode-se perceber um aumento da Taxa de Ocupação em épocas de temporada. Se seu hotel é voltado para empresários, dias da semana, como segunda-feira, podem ter uma maior Taxa de Ocupação. Se o seu hotel recebe jovens em férias, percebe-se que a Taxa de Ocupação é menor durante o ano letivo.

E como informação nunca é demais, ao conhecer o público alvo do seu hotel, é possível se manter atualizado em tudo que ronda o setor. Eventos, palestras, shows, e qualquer outro acontecimento que podem acontecer na  cidade do seu hotel que chamem pessoas de fora podem aumentar sua Taxa de Ocupação.

Compare as informações obtidas periodicamente e anualmente, entendendo os períodos diferentes dos anos em comparação com os anos anteriores, de forma a perceber as mudanças. Também deve-se sempre manter-se a par dos seus concorrentes diretos, afinal, eles devem se encontrar no mesmo contexto que você.

Analisando a Taxa de Ocupação, você pode planejar como vai utilizar os dados que coletou na análise, entendendo quais épocas precisam de inovação, quais épocas podem ter tarifas alteradas e aumentar seus lucros.

Marcos Hardt

Diretor de Operações ABIH-SC

OFICINA: Equipe de Vendas – Alta Performance no Varejo

Uma oficina direcionada para empresários, colaboradores e profissionais que buscam performar de maneira estratégica, nos seus negócios, através de atitudes, habilidades e comportamentos essenciais para o desenvolvimento da capacidade técnica na sua forma vender!

Neste evento, de forma prática, a Treinadora para Vendas Fabricia Borba irá compartilhar informações que diferenciam o seu posicionamento na forma de vender mais e melhor.

SOBRE O ORGANIZADOR

Empresários em Movimento

Os EMPRESÁRIOS EM MOVIMENTO, é uma organização de suporte ao empresário. O objetivo é criar oportunidade de negócios a partir da realização de eventos e fortalecer iniciativas comerciais e empresariais da região por meio de capacitações. Temos como missão gerar networking e, ao mesmo tempo, contribuir para o desenvolvimento pessoal e profissional do empresário. Incluindo Deus em nossos negócios.

Data: 28 de Janeiro;

Horário: 19h às 21h0;

Local: São José – SC.

Valor: R$60,00.

Inscrições AQUI!

Festa Pomerana celebra cultura alemã que ultrapassa gerações, em Pomerode

A alegria, o folclore e as tradições da cidade de Pomerode, conhecida como “A idade mais alemã do Brasil”, são celebrados na 37ª Festa Pomerana, em 12 dias de atrações que envolvem os habitantes da região e turistas, que teve início nesta quarta-feira (14). A edição 2020 da festa tem como tema “Tradição que envolve, cultura que contagia” e destacou, na cerimônia de abertura, as raízes alemãs que ultrapassam as gerações.

Antes da abertura, no início da noite, o desfile tomou conta do município e levou a população às ruas para festejar mais uma edição da festa típica. Para a presidente da Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina (Santur), Flavia Didomenico o município conta com uma diversidade de atrativos turísticos para durante todo o ano receber visitantes.

– Pomedore é uma cidade inovadaora e inova em cada edição da Festa Pomerana. Sempre com novas atrações e novos equipamentos, mas o principal segue por aqui: a essência dessa comunicdade, a cultura e a tradição. É isso que o turista vem buscar, é isso que nos alegra e traz uma experiência ainda mais agradável. Além da gastronomia e tudo mais, mas são vocês, as pessoas daqui que fazem a diferença. Que sejam dias alegres, de muita amizade e diversão – disse a presidente da Santur.

A cerimônia contou com a presença do prefeito do município anfitrião, Ercio Kriek e também do cônsul da Alemanha no Brasil, Thomas Schmitt, além de outras autoridades.

Para mais informações sobre a Festa Pomerana, acesse aqui.

A programação
Com encontros de grupos folclóricos, competições, feiras e uma animada programação musical, os festejos acontecem de 15 a 26 de janeiro, na Avenida 21 de Janeiro, no Pavilhão Municipal de Eventos, no centro da cidade. A festa ocorre de segunda a sexta-feira, a partir das 18h e, aos sábados e domingos, a partir das 12h.

Os pratos típicos da culinária alemã também têm destaque na festa que conta com diversas competições entre os foliões, como o chope em metro, disputa de tiro ao alvo, disputa de serrar madeira, além do concurso de Miss da Festa Pomerana. Os ingressos variam entre R$10 e 25, dependendendo do dia da semana. Para quem vai vestido com traje típico, a entrada é gratuita. Na noite de abertura e nos dias 20 e 21, a entrada é gratuita para todos.

Pomerode
Localizada próxima ao litoral, a uma distância de 175 Km de Florianópolis, a 90 km de Balneário Camboriú e a 79 km do Beto Carrero World, Pomerode é vizinha de Blumenau e tem uma população estimada em 34 mil habitantes, conforme dados do IBGE. Devido à localização e fácil acesso, os organizadores esperam que os turistas que veraneiam no Estado visitem a Festa Pomerana e tenham mais uma opção de lazer e diversão no verão de Santa Catarina.

Na feira comercial, industrial e artesanal é possível encontrar produtos diversificados e também os típicos da região, como os artigos de trajes alemães, canecos, tirantes, chapéus, entre outros. As tradicionais cucas, os chocolates e as linguiças, entre outros produtos, também estão disponíveis para os consumidores levarem para casa.

Cultura alemã

O município de Pomerode foi colonizado por imigrantes alemães que estabeleceram-se na região do Vale do Itajaí entre 1860 e 1880, no início da imigração alemã no Brasil. A maior parte desses imigrantes vieram da histórica região da Pomerânia, situada no norte da Alemanha, de onde se origina o nome do município catarinense.

Pelas ruas da cidade, há casas edificadas de acordo com as características da arquitetura germânica enxaimel, que consiste em paredes montadas com hastes de madeira encaixadas entre si. Nos restaurantes, há diferentes opções de comida e bebida alemã, além dos bolos e doces tradicionais.

Fonte: Santur

Destinos brasileiros estão entre os mais buscados para 2020, aponta levantamento

São Paulo (SP) é o segundo destino mais desejado no mundo e o terceiro entre os brasileiros.

Um levantamento realizado pelo Google apontou que oito destinos nacionais estão entre os mais desejados no Brasil e no mundo para viagens em 2020. Segundo o site de buscas, São Paulo (SP) é a segunda cidade, em um grupo de dez, mais desejada pelos turistas de todo o mundo, perdendo apenas para Da Nang, no Vietnã. Entre os internautas brasileiros, a capital paulista é o terceiro destino mais buscado ficando atrás de Londres, na Inglaterra, e do Rio de Janeiro (RJ), respectivamente.

Além das duas capitais, outras cidades como Brasília (DF), Florianópolis (SC), Santos (SP), Natal (RN) e Belo Horizonte (MG) também aparecem na lista. Para o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, a maior procura pelos destinos brasileiros conversa com o trabalho que a Pasta vem realizando no sentindo de estruturar e divulgar esses lugares. “Temos trabalhado constantemente para levar aos turistas domésticos e internacionais o melhor do Brasil, para que eles saiam daqui com uma boa experiência e que indiquem para seus familiares e amigos. Não foi à toa que 9 em cada 10 estrangeiros aprovam a viagem ao nosso país”, finalizou.

O turismo cultural é uma das marcas de São Paulo. O município possui diversas expressões artísticas que vão desde exposições, espetáculos de dança até circuitos culturais. Mas, quem pensa que a capital é só cultura está muito enganado. Milhares de pizzarias, churrascarias, bares, padarias e restaurantes com a culinária de mais de 50 países, elegem a cidade como um dos principais destinos gastronômicos. O turismo de negócios, também, é uma das marcas da economia local, tanto que a cidade foi o principal destino dos estrangeiros que vieram para o Brasil para eventos e convenções em 2018, segundo pesquisa do Ministério do Turismo.

No Brasil, a capital da fluminense é o principal interesse dos turistas domésticos. A intensa vida cultural e o centro histórico exuberante se unem à paisagem natural com muitos atrativos urbanos. São ícones do roteiro turístico carioca: a Floresta da Tijuca (considerada a maior mata urbana do mundo), as praias de Copacabana, Ipanema e Leblon, além do mundialmente famoso Pão de Açúcar com o vai-e-vem do seu Bondinho e o Corcovado com a estátua gigante do Cristo Redentor.

O LEVANTAMENTO – Realizado pelo site de pesquisas Google, o levantamento trouxe os 10 destinos mais buscados pelos internautas com base nos buscadores de hotéis, entre janeiro e dezembro de 2019 com reservas para 2020.

Fonte: Ministério do Turismo.


Exprotel 2020 já está com espaços à venda

Ilhas com espaço interno para palestras são os diferenciais desta edição.

Promovido pela Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Santa Catarina- ABIH-SC, o Encontro Catarinense de Hoteleiros – ENCATHO & EXPROTEL será realizado de 18 a 20 de agosto, no CentroSul, em Florianópolis. Entre os destaques da 31ª edição, a os espaços com autorização para realizar palestras no interior dos estandes.

Uma das maiores vitrines do setor no Sul do país, a Exprotel é reduto de negócios, mas também uma excelente forma de proximar fornecedores e compradores dos meios de hospedagem, lançamento de produtos e divulgação de marca para toda cadeia produtiva do turismo.

Para a edição 2020 estão disponíveis 76 estandes, nas opções de área livre ou montagem básica com tamanhos que variam de 9m² a 36m². Para o Diretor-presidente da ABIH-SC, Osmar José Vailatti, participar da Exprotel é um investimento estratégico para empresas que desejam se relacionar com os hoteleiros. “Seja para buscar novos clientes ou manter relacionamento com os atuais, participar da Exprotel é sempre um ótimo negócio. Em 2020 serão ainda mais opções de participação, não tem como ficar de fora. Com o espaço para palestras no interior do estande, as empresas podem valorizar ainda mais o seu potencial para treinamento com especialistas”, afirma Vailatti.

No espaço, o visitante poderá encontrar artigos de cama, mesa, banho, decoração, tecnologia, segurança, comunicação, higiene pessoal, softwares, e muito mais. Como a feira integra a programação do Encatho, é possivel adquirir também novos conhecimentos no setor, trocar experiências com outros profissionais e empresários do setor, bem como, dialogar e buscar informações com entidades associativas do trade turístico.

Interessados em participar da feira podem solicitar proposta através do fone: (48) 3222-8492,  pelo e-mail comercial@abih-sc.com.br

O acesso ao evento é gratuito e, em breve, será disponibilizado o link para credenciamento no site www.encatho.com.br

Serviço:

O que: ENCATHO & EXPROTEL

Quando: 18 a 20 de agosto

Onde: CentroSul – Florianópolis

Quanto: Entrada Gratuita

Informações: www.encatho.com.br | 3222-8492

Realização: ABIH-SC

Divulgação:

Vânia Monteiro

VM Comunicação

(48) 99678-3883 / 3222-8492

vania@vmcomunicacao.com.br

imprensa@abih-sc.com.br

ABIH-SC Informa

Vendendo sem erros – 5 tipos de vendedor que você não vai querer ser

Um bom vendedor traz para a empresa bons resultados de faturamento, por isso existe a necessidade de ter bons colaboradores. É preciso adaptar-se ao mercado, à cada situação singular e, principalmente, é necessário aprender com cada erro. Dessa forma, apresentamos aqui 5 tipos de vendedor que você não deve ser!

1.  O vendedor vidente

Como o Google tentando completar sua frase, o vendedor vidente é aquele que tenta desesperadamente adivinhar o que o cliente está pensando, antes mesmo dele pronunciar qualquer palavra. Esse tipo de vendedor acaba perdendo um potencial consumidor, pois não oferece a ele o produto que atende a sua necessidade.

2.  O vendedor acomodado

O vendedor acomodado é aquele que acredita que o cliente é totalmente fiel a ele e não precisa de mais nada para conquistá-lo. No momento em que um vendedor se acomoda, a confiança do cliente pode ser quebrada, bem como a fidelidade à marca.

3.  O vendedor que não escuta

Falar demais e ouvir de menos nunca funciona com um cliente. Ao tentar adivinhar o que o cliente deseja e tentar conquistá-lo na “lábia”, sem ouvir o que ele realmente deseja, o vendedor vai “espantar” o cliente e não vai realizar o seu desejo ou necessidade.

4.  O vendedor inflado

Um vendedor com superego é aquele que acredita que está sempre certo e que o cliente faz um “favor” ao comprar com ele. Sua passividade pode causar muita antipatia com os clientes, fazendo com que eles não queiram comprar com o mesmo vendedor novamente.

5.  O vendedor estagnado

É aquele vendedor que não busca se atualizar sobre as inovações e renovações do mercado, não busca se aprimorar ou melhorar sua forma de trabalho. Um vendedor que não deseja ser mais qualificado para o trabalho, vai continuar no mesmo lugar.

Agora que você sabe o que NÃO deve fazer, bora vender?

Marcos Hardt

Diretor de Operações ABIH-SC

Viva a Ponte: comércio movimentou cerca de R$ 1,2 mi no evento de reabertura

A emoção de cruzar a maior ponte pênsil com sistemas de barras de olhal do mundo atraiu milhares de pessoas no evento Viva a Ponte, entre 30 de dezembro e 5 de janeiro de 2020, em Florianópolis. Cerca de 1,18 milhão de pessoas circularam entre as cabeceiras continental e insular da Ponte Hercílio Luz, o que também trouxe incremento à economia. Com base nos valores previstos no edital, a organização calcula que a comercialização de comidas e bebidas movimentou R$ 1,2 milhão durante os sete dias de atrações.

O monumento símbolo de Santa Catarina foi reaberto, depois de permanecer fechado por 28 anos. Na manhã do dia 30, milhares de pessoas aguardavam ansiosas pela liberação de pedestres, ávidas por se reencontrar com a estrutura inaugurada em 1926 para ligar ilha e continente. Mais que uma conexão física com 821 metros de extensão, a reabertura da Hercílio Luz estabeleceu uma conexão com a memória de quem vive ou visita a Capital.

A partir das passarelas, o público prestigiou o desfile de carros antigos que encerrou a cerimônia de reabertura da Ponte. Participaram do ato 172 veículos com data de fabricação até 1970. O governador Carlos Moisés conduziu um Fusca dos anos 70 e puxou o comboio.

infografico reabertura Ponte

Após passar o último veículo, a ponte foi tomada pela multidão, que se fez presente todos os dias do evento, superando todas as expectativas dos organizadores. “A reabertura da Ponte Hercílio Luz tem um significado enorme para a Santur. Essa semana de reabertura demonstrou a seriedade e o comprometimento com a obra e o recurso público. A expectativa que tínhamos foi superada, ficou claro o pertencimento e autoestima recuperada de todo o catarinense e manezinho que teve novamente a Ponte de volta”, disse Flavia Didomenico, presidente da Agência de Desenvolvimento do Turismo de SC (Santur).

O movimento surpreendeu inclusive os comerciantes das 17 barracas de comidas e bebidas, credenciados pela Santur. Durante os sete dias, foram vendidos 15,7 mil itens de comidas, 12,6 mil sorvetes, milk shakes e sundaes, e 82,5 mil litros de bebidas (chope, água, refrigerante e caldo de cana).

Esporte e cultura

Atletas também participaram deste momento histórico para Santa Catarina, por meio da primeira Corrida da Ponte, organizada pela Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte). Foram 2 mil competidores, que registraram o percurso em selfies no domingo, dia 5.

O último dia do evento Viva a Ponte também teve outras atrações. Durante o dia, atletas do highline, modalidade extrema do slackline, surpreenderam quem passava pela Velha Senhora. A multidão observou atentamente o caminhar lento e calculado sobre a fita instalada entre as duas torres da ponte. Rafael Bridi, profissional do esporte, conquistou novo recorde nesta data ao realizar a inédita travessia.

01pontebridi2020

Além do slackline e de acrobacias em tecido, entusiastas de aventuras radicais puderam experimentar a sensação de saltar da ponte: foram realizados mil saltos de bungee jumping. Além de 150 de pêndulo humano e 135 descidas de rapel. Para quem preferiu estar nas alturas, mas sem sair do chão, teve o simulador de voo de balão, conduzindo os usuários em uma viagem até a Capadócia, na Turquia, através de óculos de realidade virtual.

A diversidade foi outra marca do evento. O palco Viva a Ponte foi um dos espaços mais democráticos da celebração de reabertura. De acordo com a Fundação Catarinense de Cultura (FCC), foram 65 apresentações que contemplaram quase todos os gostos musicais: do samba ao rock, do sertanejo à batucada, passando pelo rap e gospel, entre outros estilos. Para encerrar, a Orquestra de Baterias de Florianópolis prestou homenagem à Velha Senhora fazendo todo mundo vibrar.

ponte hercilio luz 20200102 1272823745

A conclusão das obras da ponte está prevista para março. Até lá serão definidas as diretrizes sobre o uso dessa estrutura, inclusive para o turismo. “Agora precisamos definir qual o melhor uso desse bem, que tem suas belezas e que precisa ser autossustentável”, avaliou Flávia.

Fonte: Santur

Curso de Atendimento ao Turista supera os 15 mil inscritos

Objetivo da iniciativa é melhorar a qualidade do serviço prestado aos visitantes e a gestão do turismo no país.

O curso de atendimento ao turista Brasil Braços Abertos, oferecido pelo Ministério do Turismo, atingiu a marca de 15.875 inscritos. Os alunos têm até o dia 30 de março para concluir as aulas que dão direito a certificado válido como curso de extensão. O BBA é uma plataforma online, totalmente gratuita, aberta a pessoas com mais de 15 anos e se destina a profissionais que já atuam ou pretendem operar no setor.

A manauense Ivânia Fernandes é técnica em guia de turismo e acaba de terminar o curso Brasil Braços Abertos. Todos os dias, ela atende turistas brasileiros e estrangeiros interessados em conhecer as belezas amazônicas encontradas na cidade de Manaus. “O curso me ajudou muito a reciclar as informações de como oferecer um bom atendimento aos visitantes. A região norte recebe muitos turistas e precisamos sempre estudar e nos atualizar. Se os turistas são bem recebidos, com certeza eles voltam e fazem propaganda para os amigos e familiares”, comentou.

A região Sudeste se destacou em número de inscritos (49,8%), seguida do Nordeste (20%), do Sul (17,1%), do Centro-Oeste (6,5%) e do Norte (5,2%). O maior número de alunos é de São Paulo (3.650). Na sequência, Rio de Janeiro (2.325), Minas Gerais (1.525), Santa Catarina (1.094) e Rio Grande do Sul (979). Residentes em outros países somam 115 inscritos, com destaque para Argentina (48), Venezuela (11), Portugal (6), Chile (6) e Uruguai (5).

A coordenadora-geral de Qualificação do Ministério do Turismo, Neuza Portugal, afirma que o curso busca atender às necessidades dos interessados e de qualificação do mercado. “O curso, voltado aos profissionais que atuam na linha de frente do turismo, independente do perfil de ocupação, permite que o aluno, especialmente o que já trabalha, planeje seus estudos conforme a disponibilidade de horário. Trata-se de uma excelente oportunidade de se posicionar melhor no mercado, aumentando as possibilidades de contratação na área e aprimorando, de forma geral, o nível de excelência do atendimento ao turista no Brasil”, salienta.

AVALIAÇÃO – De acordo com uma pesquisa promovida pelo Ministério do Turismo com alunos da última edição do curso, 95% apontaram a flexibilidade de horário e local para estudar como a principal motivação da qualificação. Outros 90% citaram a chance de aperfeiçoamento profissional como diferencial para realizar o curso.

Ainda segundo o levantamento, 84% citaram a possibilidade de obter um certificado como motivação, e 80% elegeram a facilidade de acesso às aulas. Já 77% indicaram a ampliação das oportunidades de inserção no mercado de trabalho. A pesquisa, realizada entre 16 de maio e 4 de junho deste ano, consultou um total de 480 voluntários.

SOBRE O BBA – A capacitação, que possui 80 horas-aula, abre inscrições a cada ano e se divide em quatro módulos: Introdução, Atendimento, Comunicação e Temas Transversais. O curso utiliza linguagem simples e engloba conteúdos como noções de inglês, ética e marketing, transmitidos por meio de jogos e vídeos.

A conclusão exige que o inscrito some 696 pontos. Ao final, o próprio aluno pode emitir certificado, chancelado pelo MTur e pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro (IFRJ). O BBA oferece atendimento ao público por meio do endereço eletrônico pea@turismo.gov.br ou do telefone gratuito 0800 200 8484. Informações sobre novas inscrições ainda serão divulgadas.

Fonte: Ministério do Turismo

Boas Festas

Chegada a hora dos festejos!

Festejar mais um ano de desafios e vitórias! Estivemos juntos e isso fez toda a diferença. Para 2020 o desejo de sucesso, prosperidades e que juntos novamente, tenhamos motivos de sobra pra comemorar, dia a dia! A arte de bem receber brinda a arte do viver! Viva 2020! Viva a Hotelaria!