ABR e Embratur querem trazer mais turistas estrangeiros para os resorts

 

O presidente da Associação Brasileira de Resorts (ABR), Alberto Cestrone, esteve terça-feira (17), na sede da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), em Brasília (DF), para estreitar o relacionamento com a autarquia, e sugerir ações conjuntas que visem uma retomada no número de turistas internacionais nos equipamentos brasileiros.

Participaram do encontro a presidente da Embratur, Teté Bezerra, e os diretores de marketing, Walter Vasconcelos e de Inteligência Competitiva e Promoção Turística do instituto, Gilson Lira.

“Em 2009, 40% dos turistas que se hospedavam nos resorts nacionais eram estrangeiros. Hoje, esse número é inferior a 10%”, afirma Cestrone. Segundo o diretor executivo da associação, Ricardo Domingues a ideia da ABR é intensificar a divulgação dos resorts brasileiros no exterior e a estratégia passa pela participação em workshops que a Embratur promove para mercados prioritários e pela presença efetiva no calendário internacional de feiras nas quais o instituto tem estande de divulgação dos destinos e produtos turísticos brasileiros no exterior.

A expectativa é que o setor possa participar de um workshop na Embaixada da Argentina, em outubro, quando será realizada a Feira Internacional de Turismo (FIT), em Buenos Aires. “A Argentina é um mercado primário e tem sido muito importante para nosso setor”, afirma Domingues.  O aumento da conectividade aérea entre Brasil e Argentina foi decisivo para o número de argentinos nos resorts, especialmente na região Nordeste do Brasil, segundo informações da Embratur.

Apesar da queda no número de turistas internacionais nos resorts nos últimos anos, o mercado tem números contundentes para a economia do turismo. A Associação Brasileira de Resorts, que representa 70% do segmento, conta com 48 associados em 13 estados do Brasil e um total de aproximadamente 14 mil leitos. Os resorts da ABR faturam R$ 1,9 bilhão por ano e geram quase 20 mil empregos diretos.

 

Fonte: Hotelnews