A Auditoria Financeira e sua finalidade

Cada dia mais as empresas tem a necessidade de transformar suas informações em indicadores e através destes, tomar decisões estratégicas no dia a dia da organização, para otimizar as receitas e reduzir a despesas, aumentando a lucratividade e a rentabilidade.

Algumas empresas tem dificuldades em conseguir essas informações através do departamento financeiro, onde praticamente todos os números da empresa são gerados. Essa dificuldade se dá pela falta de um padrão gerencial capaz de mostrar os números de forma que facilite sua leitura e gere segurança para tomada de decisões. Na maioria das empresas essas informações existem, mas estão de forma muito dispersas ou mal gerenciadas.

O primeiro passo, lógico, é organizar essas informações, através de um bom plano de contas financeiro, gerando controles diários, semanais e mensais e um bom software de gestão.

Um desses controles mensais é a Auditoria Financeira, que tem como objetivo validar as informações que foram geradas durante o período.

O processo é relativamente simples: o Hotel, quando inicia um novo período ele tem valores a receber compostos pelos cartões de crédito e débito, faturas fechadas à prazo e comandas em aberto ou hóspedes na casa (são os lançamentos que foram efetuados nas contas dos clientes no período anterior e não tinham sido fechadas até o término desse período, ficando em aberto).

Todos esses valores são somados ao faturamento do mês auditado e ao lançamento de adiantamentos de reserva à vista, em banco e cartões de crédito e débito gerando um total.

Subtrai-se desse total os valores recebidos no período atual, gerando assim o Saldo Auditado.

O Saldo Auditado será justificado pelos valores que ficaram a receber e os valores de comandas em aberto, através de relatórios do sistema.

Durante o período em questão acontece diversas situações que aparecem na Auditoria Financeira e que precisam ser justificadas através de notas explicativas, como cancelamentos/estornos/exclusões de adiantamentos de reservas, exclusões e alterações de valores do contas à receber, estornos de comandas em aberto, lançamentos com datas retroativas e diversas outras situações.

Além de justificar essas informações, a Auditoria Financeira garante que os indicadores que estão sendo analisados e os números que ficaram para o mês posterior à receber, são fieis gerando assim um novo ciclo com segurança na informação.

Deverson L. G. Pereira

Diretor de Controladoria