Informativo ABIH-SC

Informativo ABIH-SC 25 de novembro

No informativo da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Santa Catarina – ABIH-SC, você vai ver:

Workshop com o tema LGPD é postergado para março/2022;-BenLife4Guest – Garanta proteção para seu hóspede durante a temporada!! ;-Benefício para o associado ABIH-SC! Liberty Seguros;-ABIH-SC presente no Conotel 2021!;-Regularize seus débitos com o ECAD!;-Governo do Estado libera ocupação total de estádios e flexibiliza uso de máscaras em ambientes abertos;-MTur abre período para credenciamento de agências interessadas em receber turistas chineses;-Mogano Business Hotel;-Paraíso Palace Hotel.

Confira o informativo completo AQUI!

Rui Schurmann e Osmar Vailatti ABIH-SC

ABIH-SC presente no Conotel/Equipotel 2021

Estiveram presentes no 63º Congresso Nacional de Hotéis (Conotel), que acontece juntamente com a 58ª edição da Equipotel, o Diretor-presidente da ABIH-SC, Rui W. Schürmann e o Presidente do Conselho Deliberativo da ABIH-SC, Osmar J. Vailatti.

Organizado pela Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH Nacional), o Conotel é voltado para empreendedores, gestores e profissionais de hospitalidade e turismo e tem como foco estimular os debates institucionais e políticos entre as principais lideranças do setor, parlamentares e agentes econômicos, que discutiram maneiras de favorecer o ambiente de negócios no país.

No primeiro dia do congresso, a mesa de abertura reuniu o ministro do Turismo, Gílson Machado Neto, o deputado federal João Carlos Bacelar Batista, presidente da Comissão de Turismo da Câmara dos Deputados, a senadora Soraya Thronicke e o presidente da ABIH/SP, Ricardo A. Roman Jr., que falaram sobre as ações, aprovações de leis e atualizações legislativas necessárias para estimular o setor de turismo brasileiro. O primeiro dia do congresso também incluiu as apresentações da Confederação Nacional do Comércio (CNC) e do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

No segundo dia, o destaque foi a presença de Vinícius Lummertz, secretário estadual de Turismo de São Paulo, que falou da parceria público-privada e seus benefícios. Durante o evento as colaboradoras da ABIH-SC, Juliana Bossi Castro e Josiane Castilhos estiveram presentes no evento prestigiando a feira de produtos e serviços e participando da 2ª reunião de executivas das ABIH’S.

Juliana Bossi Castro (ABIH-SC), Leonora Poltronieri (ABIH-ES), Glaucia Sangiovanni (ABIH-SP), Bianca Borges (ABIH NACIONAL) e Josiane Castilhos (ABIH-SC).

Encerrando o Conotel 2021, no dia 24, o painel financeiro, composto por representantes do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), do Banco do Nordeste, do Banco do Brasil, da XP Investimentos e do Hotelinvest, discutiam as oportunidades do mercado para o setor.

O Conotel 2021 tem o apoio comercial da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), Serviço Social do Comércio (Sesc), Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Souza Cruz, CVC Corp, ABMotéis, RenTV, Saga Systems e Realgem’s, além do apoio institucional da Secretaria de Estado de Turismo de São Paulo.

ABIH Nacional

Regularize seus débitos com o ECAD!

A ABIH-SC oferece uma oportunidade única para seus associados regularizarem seus débitos com o ECAD!  A ABIH Nacional firmou um acordo histórico com o Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad), que oferece termos e condições especiais exclusivos aos meios de hospedagem associados à entidade nacional e às ABIHs estaduais.

No compromisso firmado, os hotéis associados as ABIH’s Estaduais terão um desconto de até 70% para quitarem seus débitos junto ao órgão arrecadador. 

O valor devido pode ser dividido em até 12 vezes, contanto que o valor mínimo seja de 1.000 reais mensais, e será calculado com base nos dados do Ibope e/ou na taxa de ocupação declarada pelo hoteleiro, cálculo que também será utilizado para as futuras cobranças.

Quem quiser pagar em mais vezes, poderá negociar diretamente com o ECAD, mas os percentuais de desconto serão menores. As ABIHs Estaduais ficam responsáveis por informar ao ECAD caso algum hotel que tenha feito o acordo se desassocie da entidade. O acordo é exclusivo aos associados da ABIH Nacional/ ABIH’s Estaduais.

Outro benefício da negociação é que o hotel que nunca foi fiscalizado pelo órgão poderá pagar apenas os últimos três anos. O prazo anterior era de cinco anos. Também será criada uma comissão nas cinco regiões do país, formada por cinco hoteleiros e cinco membros do ECAD, para que seja estabelecida uma forma de cobrança mais justa, uma vez que hoje uma pousada paga o mesmo que um hotel 5 estrelas.

Entre em contato

Os hoteleiros que queiram aproveitar esta oportunidade de negociação e não estejam ainda filiados a ABIH-SC podem entrar em contato com a entidade através do e-mail abih@abih-sc.com.br ou no whatsapp 48 98843-7711 para maiores informações.

Workshop com o tema LGPD é postergado para março/2022

Este workshop terá como foco a exposição dos principais aspectos da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) e o treinamento dos participantes com relação à aplicação desta lei a empresas do ramo hoteleiro.

Os participantes serão capacitados com aulas teóricas e terão participação ativa nas análises e discussões de casos práticos que lhes serão apresentados durante o curso, e que lhes permitirão compreender e iniciar um projeto de implementação da adequação à Lei Geral de Proteção de Dados em estabelecimentos do setor hoteleiro.

Público-alvo

O curso é destinado à profissional de qualquer área, seja do setor jurídico, do administrativo, do RH, da TI ou mesmo consultor externo, e que busca conhecimento e ferramentas para compreender melhor a incidência da LGPD no ramo hoteleiro.

Metodologia

O curso será dividido em 03 fases:

  1. Teoria: Exposição dos temas inerentes à LGPD e ao ecossistema de privacidade e proteção de dados;
  2. Parte prática: Análise e resolução de casos hipotéticos sobre assuntos envolvendo a proteção de dados nas empresas do ramo hoteleiro;
  3. Atendimento individual: Após o encerramento do curso, atendimento individual do participante para dúvidas a respeito do conteúdo ministrado.

Tanto na exposição oral quanto no material escrito é usado uma linguagem acessível e de fácil compreensão para todos os profissionais do público-alvo.

Atendimento individual

Como se trata de um curso com forte viés prático em que o participante tende a consolidar o aprendizado e colocar em prática o conteúdo aprendido, será ofertado atendimento individual pós curso.

Em até 20 dias após o encerramento do workshop o participante poderá agendar um atendimento individual com o professor do curso, de forma presencial ou on line, para tirar dúvidas a respeito do conteúdo ministrado.

Carga horária: 15h

Dias: 15/03 – TERÇA-FEIRA (manhã e tarde), 16/03 – QUARTA-FEIRA(manhã e tarde) e 17/03 – QUINTA-FEIRA (manhã) + 01hora do atendimento individual.

Investimento

Associado ABIH-SC: R$1.700,00;

Não associado ABIH-SC: R$2.100,00.

Informações

comercial@abih-sc.com.br

48 98843-7659

BenLife4Guest

BenLife4Guest – Garanta proteção para seu hóspede durante a temporada!

Com BenLife4Guest, seu hotel oferece uma assistência à saúde e a integridade de seus clientes, incluindo assistência 24h, garantindo proteção durante sua estadia e mais tranquilidade e segurança para o dia-a-dia de suas operações.

Um hotel proporciona experiências únicas para garantir a satisfação de quem se hospeda. Mas por melhor que seja sua estrutura ou o treinamento de sua equipe, seus clientes estão sujeitos a incidentes durante a hospedagem. Nessas horas, o importante é estar preparado para lidar e reverter dificuldades em amparo aos hóspedes.

Uma nova experiência para seu hotel transformar imprevistos em cuidado com a saúde e o bem-estar de seus hóspedes.


Mais vantagens para seu hotel

Contratação fácil, rápida e de baixo custo na estadia: A ativação é integrada ao sistema do hotel e efetivada no check-in, com cadastro simplificado e baixo impacto no valor final da hospedagem.

Reverta dificuldades em experiências positivas ao hóspede: É uma forma de seu hotel estar preparado para lidar com imprevistos e uma oportunidade de impactar na satisfação do hóspede até mesmo na hora da adversidade.

Proteção extra que supera as expectativas: O benefício vai além dos cuidados usuais com a saúde e a integridade do hóspede, garantindo ainda mais segurança a sua estadia.

A estrela que faltava para completar e destacar seu hotel: BenLife4Guest ajuda a diferenciar seu hotel no mercado, agregando um benefício que protege a saúde do hóspede e traz mais tranquilidade para a equipe e suas operações.

Confira qual é o plano ideal para seu hotel!!

Entre em contato agora mesmo!

BenLife4Guest é um diferencial para atrair e fidelizar seus hóspedes. Tire suas dúvidas e veja como oferecer esse benefício em seu hotel.

https://benlife4guest.com.br/

Governo do Estado libera ocupação total de estádios e flexibiliza uso de máscaras em ambientes abertos

Governo do Estado libera ocupação total de estádios e flexibiliza uso de máscaras em ambientes abertos

O governador Carlos Moisés assinou, nesta quarta-feira, 24, o decreto que permite a realização de todos os tipos de eventos, inclusive esportivos, e flexibiliza as regras para o uso de máscaras em Santa Catarina. As medidas vêm em um momento de redução do contágio no estado, diminuição do risco potencial e do avanço da vacinação.

No que diz respeito às máscaras, o uso delas se torna opcional nos ambientes abertos em que há possibilidade de manter distanciamento. Nos ambientes fechados ou naqueles em que não é possível manter distanciamento, o uso continua obrigatório.

O decreto também autoriza o funcionamento integral dos estabelecimentos que promovam eventos corporativos, feiras de negócios, eventos sociais, shows e entretenimento, inclusive esportivos. No caso das competições de futebol, uma portaria específica trata dos novos limites de ocupação (veja mais abaixo). O decreto também estende a situação de calamidade pública até 31 de março de 2022.

“Da mesma forma como fomos o primeiro estado a adotar medidas restritivas no início da pandemia e um dos primeiros a retomar as atividades econômicas, também estamos saindo na frente em mais um passo na direção da volta à normalidade”, ressalta o governador. Na avaliação de Carlos Moisés, esse passo se tornou possível e seguro graças ao avanço da vacinação. “Hoje somos um dos estados com maior percentual da população vacinada e temos cobertura superior à de quase todos os países desenvolvidos. Tudo isso dá segurança para avançar mais”, acrescenta.

De acordo com o secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, as medidas adotadas pelo Estado são responsáveis e em conformidade com a situação do momento. “Liberamos em 100% a capacidade dos eventos, incluindo presença de público em estádios, e também mantivemos a obrigatoriedade do uso de máscaras em espaços abertos apenas onde há aglomeração. Estendemos a situação de calamidade pública para que tenhamos um regramento claro durante a temporada de verão. Lembramos que cada município tem a possibilidade de ser mais restritivo, se assim entender e se o cenário exigir que assim seja”, afirma.

Regramento para eventos

Nos casos em que a presença de público supera o número de 500 pessoas, o protocolo prevê comprovante de vacinação completa (duas doses ou dose única) da vacina contra a Covid-19 (18 anos ou mais) ou parcial (12 a 17 anos) ou apresentação de laudo de exame RT-qPCR ou teste de antígeno com resultado negativo, além de máscaras. Também há necessidade de distanciamento de um metro ou isolamento mínimo de uma poltrona entre as pessoas que não coabitam na mesma residência, respeitando o percentual de ocupação máxima simultânea prevista no calendário de retomada de eventos.

De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde, o uso de máscara de proteção individual segue obrigatória em espaços públicos e privados fechados, incluindo no transporte público coletivo, e em espaços abertos onde não seja possível manter o distanciamento, com exceção dos espaços domiciliares.“Em ambientes abertos, com ventilação natural, sem aglomeração e mantendo um distanciamento de 2 metros entre outras pessoas, com o nível de casos reduzindo em todo o estado, é relativamente seguro permanecer sem máscaras, mas em ambientes fechados, sem ventilação, e mesmo em ambientes abertos com aglomeração, é arriscado ficar sem máscaras. Haverá reforço da fiscalização para cumprimento desta medida, mantendo multas para os que não cumprirem as regras pois colocam o coletivo em risco. Precisamos focar em medidas efetivas de forma a alcançar os resultados esperados, ma redução do risco de transmissão”, afirma o superintendente de Vigilância em Saúde, Eduardo Macário.

Cobertura vacinal em SC

Mais de 93% da população vacinável em Santa Catarina já recebeu ao menos a primeira dose e aproximadamente 80% completou a imunização. Considerando a população total, esses percentuais são de 78% e 66%, respectivamente, ambos entre os maiores do país.

Santa Catarina tem, atualmente, uma taxa de letalidade por Covid-19 de 1,6% dos infectados, a menor entre os estados do Sul e Sudeste e a terceira menor do país. A taxa nacional é de 2,8%.

Nova portaria para os estádios

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) revogou a limitação de 50% de ocupação do público nos estádios de futebol. Com isso os estádios catarinenses podem receber a capacidade máxima de público sentado, de acordo com os limites estabelecidos no Anexo da referida Portaria.

Outro ponto importante para a presença do público nas partidas de futebol profissional é que será necessário seguir as mesmas regras do protocolo evento seguro, que são a apresentação de comprovante de vacinação completa ou parcial, conforme a idade, ou testagem por RT PCR ou antígeno com resultado negativo antes do jogo. E também o uso de máscaras permanece como obrigatório dentro dos estádios.

As sedes das torcidas organizadas poderão funcionar integralmente respeitando normas sanitárias vigentes, inclusive em dias de jogos. Os Planos de Contingência deverão ser aprovados previamente pelos municípios sede onde ocorrerão os jogos. Os municípios ainda podem estabelecer regramentos próprios mais restritivos, de forma complementar, de acordo com a situação local.

:: Com as alterações, assim ficaram as ocupações máximas dos estádios catarinenses

  • Arena Condá – Chapecó – 20.000
  • Orlando Scarpelli – Florianópolis – 19.584
  • Heriberto Hulse – Criciúma – 19.300
  • Dr. Aderbal Ramos da Silva – Florianópolis – 17.800
  • Arena Joinville – 17.515
  • Vidal Ramos Júnior – Lages – 7.522
  • Aníbal Torres Costa – Tubarão – 6.800
  • Dr. Hercílio Luz – Itajaí – 5.740
  • João Marcatto – Jaraguá do Sul – 5.500
  • Augusto Bauer – Brusque – 5.000
  • Domingos Machado de Lima – Concórdia – 5.000
  • Carlos Alberto Costa Neves – Caçador – 4.400
  • Roberto Santos Garcia – Camboriú – 3.300
  • Dr. Mário Balsini – Criciúma – 3.005
  • Ervin Blaese – Indaial – 2.500
  • Hermann Aichinger – Ibirama – 2.000
  • Renato Silveira – Palhoça – 1.881
  • Domingos Silveira Gonzales – Tubarão – 1.800
  • Municipal Armando Sarti – Porto União -1.218
  • Emília Mendes Rodrigues – Imbituba – 1.200
  • Valério Gomes Neto – São João Batista – 1.000

Mais informações para a imprensa:
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Comunicação – Secom
Governo de Santa Catarina
Fone: (48) 3665-3029
E-mail: imprensa@secom.sc.gov.br
Site: www.sc.gov.br

Liberty Seguros

Benefício para o associado ABIH-SC! Liberty Seguros

Precisou de seguro? Conheça a Liberty! Seguro de Vida individual e em Grupo, possibilidade de abrir uma conta Affinity para empresas acima de 50 Funcionários, onde o diferencial deste produto é ter descontos além dos praticados no mercado. Também trabalha com seguro automóvel, residencial, comercial e engenharia.

Conheça a Liberty Seguros

Consolidada com uma das maiores seguradoras do país, a Liberty Seguros tem como foco oferecer a melhor experiência para seus clientes e segurados. Nos últimos anos, a companhia alcançou grandes conquistas rumo a este objetivo.

Pensando em oferecer uma opção completa para clientes sensíveis a preço, a Liberty lançou em 2017, a Aliro Seguro, nova marca que nasceu de um trabalho colaborativo com corretores e a partir de pesquisas com consumidores brasileiros. A Aliro Seguro disponibiliza seguros de automóveis completos, com coberturas mais enxutas, com a qualidade Liberty Seguros.

Em 2018, a Liberty deu mais um importante passo para melhorar continuamente a experiência de seus clientes com a aquisição da Fácil Assist, empresa de assistência formada por profissionais com mais de 20 anos de experiência em serviços de gestão de assistência, incluindo serviços de call center.

Tendo a inovação como parte da estratégia da companhia, em 2019, a seguradora apresenta a unidade brasileira do Solaria Labs, laboratório de inovação da Liberty Mutual, presente nos Estados Unidos e Singapura, desenvolvendo soluções para atender às necessidades de consumidores em um mundo em constante transformação.

SEGUROS DE VEÍCULOS

Caminhão: Para você, que se preocupa com sua ferramenta de trabalho;

Auto Exclusivo: Para você, que exige o melhor desempenho sempre;

Auto Perfil: Para você, que quer opções de serviços e benefícios;

Auto Consciente: Para você, que se preocupa com os outros.

SEGURO RESIDÊNCIA

Residência: Sua casa segura, com opções de serviços e benefícios.

SEGUROS DE VIDA

Acidentes Pessoais: Custa pouco garantir a sua tranquilidade;

Vida Especial: Segurança completa para você e sua família;

Vida Mais Tranquila: Tranquilidade sem complicação;

Vida Perfil: Para quem valoriza qualidade de vida.

SEGUROS PARA EMPRESAS

Auto Frotas: Seguros para frotas;

Equipamentos: Seguros para equipamentos;

Pessoas: Tranquilidade para o que realmente importa;

Responsabilidade Civil: Responsabilidade é a base do seu negócio;

Riscos de Engenharia: Seguros para todas as fases da sua obra;

Riscos Patrimoniais: Seguros para comércio, serviços e indústrias;

Transportes: Um seguro do tamanho que sua empresa precisa.

AFFINITY

Seguro para seus funcionários, instituições financeiras e cooperativas.

Descubra as vantagens em ser um cliente Liberty Seguros


Quer conhecer mais? Entre em contato agora mesmo!

48 988437711 ou abih@abih-sc.com.br

www.libertyseguros.com.br

Férias de verão e feriados de fim de ano representam mais de 40% das vendas de viagens em outubro

Férias de verão e feriados de fim de ano representam mais de 40% das vendas de viagens em outubro

Ainda falta mais de um mês para o início do verão, mas a temporada já promete ser intensa. É o que revela o Boletim Mensal da Associação Brasileira das Operadoras de Turismo (Braztoa), divulgado nesta quinta-feira (18.11). Segundo o estudo, as férias de verão e os feriados de Natal e Réveillon foram responsáveis por 40,4% das vendas de outubro. Também foi registrado uma forte procura pelo próximo feriado de Carnaval, celebrado em março de 2022.

O levantamento mostra ainda que 93% das operadoras de turismo vêm registrando aumento contínuo no faturamento. Além disso, 52% das operadoras alcançaram 50% do faturamento pré-pandemia, sendo que 21% já ultrapassou esse índice. Acesse o Boletim AQUI.

Para o ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, os números tendem a aumentar com a aproximação das festas de fim ano. “Estamos acompanhando os índices crescentes de atividades turísticas como os setores aéreo, rodoviário, hoteleiro e, agora, dos operadores de turismo. Este verão será um marco da retomada do turismo em nosso país, setor tão importante para geração de emprego e desenvolvimento”, destacou.

Os destinos de Sol e Praia continuam sendo os mais buscados, principalmente com a chegada do verão, mas os atrativos de luxo, resorts, viagens de inverno, ecoturismo e turismo rural também ganharam espaço e aparecem na lista de desejos dos viajantes.

O mercado nacional, por sua vez, representa a maior parcela das comercializações de outubro. No ranking dos destinos, Gramado (RS) lidera a lista, seguido por Natal e Salvador na segunda colocação, e Fortaleza, Maceió e Rio de Janeiro em terceiro lugar. Já Bonito (MS), Jalapão (TO) e São Luís (MA) então entre os destinos com crescimento expressivo nas buscas de viagens no período.

O coordenador-geral de Dados e Informações, Elton Medeiros, representou o Ministério do Turismo durante apresentação do boletim nesta quinta-feira e pontuou as principais tendências reveladas pelo estudo. “É fato que as viagens domésticas entraram de vez para a cesta de produtos dos turistas nacionais. Além disso, percebemos uma forte tendência para viagens compradas com pouca antecedência, principalmente para destinos próximos e não convencionais. Cidades do interior estão sendo mais procuradas, assim como destinos de natureza”, comentou.

Segundo o boletim, um quarto das vendas foram para embarque no próprio mês e 63% terão embarques ainda em 2021. Outros 30% foram para o 1º semestre 2022 e apenas 6% das viagens contam com planejamento a longo prazo e se realizarão no 2º semestre do próximo ano ou depois.

CRUZEIROS – O Boletim Mensal da Braztoa apontou que os Cruzeiros Marítimos representam 15% das vendas para o Carnaval, 12% para o Réveillon e 11% para o Natal. “Os dados são de vendas realizadas em outubro, quando a retomada dos cruzeiros ainda era uma expectativa. Agora que se tornou realidade, este número deve crescer”, destacou Roberto Haro Nedelciu, presidente da BRAZTOA.

Com protocolos robustos e experiências que oferecem transporte, hospedagem, alimentação e entretenimento em uma única viagem, a navegação vem ganhando força entre as opções escolhidas pelas pessoas e volta às vitrines de agências e operadoras, que representam 90% das vendas desse tipo de turismo.

OBSERVATÓRIO – O Ministério do Turismo lançou, no início do mês de novembro, o Observatório Nacional de Turismo. O espaço, desenvolvido pela Coordenação-Geral de Dados e Informações, reúne informações trabalhadas pela Pasta e apresenta-as aos usuários por meio de publicações, painéis, indicadores e anuários estatísticos.

A grande novidade são os painéis interativos, que trazem dois perfis de consulta: “Ocupações formais do setor de turismo no Brasil” e “Perfil socioeconômico das ocupações do setor de turismo no Brasil”. O primeiro, por exemplo, possibilita que os dados sejam filtrados por atividade do setor, ano, região e obtenha informações como o número de trabalhadores formais, a remuneração média do turismo e o cenário em cada uma das regiões do país. Acesse aqui o Observatório.

MTur abre período para credenciamento de agências interessadas em receber turistas chineses

MTur abre período para credenciamento de agências interessadas em receber turistas chineses

O Ministério do Turismo abriu na última quinta-feira (18.11) um credenciamento para agências de viagens interessadas em trabalhar com o receptivo de chineses no país em 2022. As inscrições podem ser feitas até o dia 19 de dezembro. O cadastro das agências faz parte de um memorando de entendimento (Status de Destino Aprovado – ADS) assinado entre Brasil e China em 2004, cujo objetivo principal é o de fomentar o fluxo de turistas entre os dois países.

A China é um dos principais emissores de turistas para o mundo: cerca de 150 milhões de chineses viajam anualmente ao exterior. Contudo, pouco mais de 60 mil (0,05%) têm como destino o Brasil, principalmente a negócios.

“Temos na China um grande e importante parceiro em todos os setores e tenho certeza de que, no pós-pandemia, teremos plenas condições de receber um número crescente de viajantes chineses”, destacou o ministro do Turismo, Gilson Machado Neto.

Para participar do processo, as agências devem estar regularizadas junto ao Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos (Cadastur), declararem ciência dos termos do acordo assinado entre as duas nações e aceitarem o Termo de Responsabilidade contido no edital.

Acesse AQUI a página de inscrição.

Após a avaliação pelo Ministério do Turismo, o resultado da seleção será publicado no dia 28 de dezembro no Diário Oficial da União (DOU) e no site www.gov.br/turismo. O credenciamento é realizado anualmente, sendo o Ministério do Turismo do Brasil o órgão responsável pela seleção.

BALANÇO – Em 2020, 430 agências foram cadastradas distribuídas em 21 estados e o DF. O número representa um aumento de 46% na comparação com 2019, quando 295 agências foram credenciadas.

Para auxiliar o setor a compreender melhor o mercado chinês, neste ano, o Ministério do Turismo e a Embratur promoveram o 1º Webinário Turismo Internacional da China: potencial do mercado. A transmissão reuniu autoridades e representantes das empresas credenciadas pelo MTur no receptivo de turistas chineses, além de integrantes das secretarias estaduais de Turismo. Saiba mais AQUI.

“O mercado chinês de turismo possui uma série de peculiaridades, como a questão da língua, costumes e preferências. Por isso, a importância da qualificação das agências brasileiras para atrair mais viajantes chineses, considerando que este é um mercado importante e que deve contribuir para a economia brasileira”, avalia o chefe da Assessoria Especial de Relações Internacionais do MTur, Jorge Kadri.

Fonte: Mtur

Vinicius Lummertz, secretário de Turismo e Viagens de São Paulo, fala sobre parceria público-privada

Vinícius Lummertz, secretário de Turismo e Viagens de São Paulo, fala sobre parceria público-privada no segundo dia da 63ª edição do Congresso Nacional de Hotéis (Conotel 2021)

O segundo dia do Conotel – Congresso Nacional de Hotéis – começou com a apresentação de Vinícius Lummertz, secretário estadual de Viagens e Turismo de São Paulo. Seu painel teve como tema “A parceria público-privada na retomada dos negócios” e teve como destaque a apresentação do Plano 20-30 que pretende transformar São Paulo numa referência para o turismo em escala nacional e internacional. “O plano foi elaborado de forma colaborativa e procuramos unir as vocações turísticas do estado articuladas com o mercado para criar condições políticas e econômicas para viabilizar o uso de tecnologias na criação e divulgação de novos destinos turísticos, sempre buscando explorar o potencial de cada localidade”, explicou Lummertz.

Segundo o secretário de turismo de São Paulo, o país é um dos principais destinos de natureza do mundo e precisa internacionalizar seu turismo com o apoio das marcas relacionadas ao setor. “Para realizar todo o processo, é preciso estabelecer estratégias e objetivos para que se possa acompanhar o desempenho de cada uma das ações. A cidade de Olímpia em São Paulo é um exemplo disso. A região já conta com os parques Hopi Hari e Wet’n Wild e atrai cerca de dez milhões de visitantes por ano. Com os investimentos certos, ela pode se tornar a Orlando brasileira”, afirmou. Lummertz citou ainda a meta de transformar o centro da capital paulista em um grande museu de arquitetura.

O plano 20-30, apresentado pelo secretário de Turismo em seu painel, propõe ainda a inclusão de disciplinas eletivas relacionadas ao turismo no ensino fundamental e médio, iniciativa que já está em andamento. “Temos hoje cerca de 900 escolas que já aderiram à ideia e a expectativa é que a procura por esses cursos aumentem conforme forem mais divulgados para o público”, afirmou. Lummertz ressaltou também a campanha São Paulo para todos, lançada em 2019, que vem obtendo excelentes resultados na geração de empregos e promovendo ações de gastronomia, entretenimento e lazer.

A liberação dos cassinos em resorts e hotéis também foi abordada pelo secretário de Turismo e Viagens de São Paulo em seu painel. Lummertz defendeu a medida e apresentou exemplos de outros locais em que a atividade traz desenvolvimento para a região e seu entorno, incrementando principalmente a busca pela hotelaria da região. “O Brasil é um dos países que melhor controla suas finanças. Não há o que temer com relação a liberação dos cassinos. Temos que ter medo é do desemprego. Sua liberação trará investimentos para a região onde se instalará em vários setores”, afirmou.

O secretário de Viagens e Turismo  de São Paulo apresentou ainda um panorama das ações da secretaria desenvolvidas desde 2019. “Podemos destacar algumas iniciativas importantes para o setor como o lançamento do programa SP Para Todos, a privatização de aeroportos e a ampliação da malha aérea, a geração de quase 10 mil empregos no setor turístico, o Programa de Crédito Turístico, a redução do ICMS para as companhia aéreas, além da criação de estratégias no combate aos efeitos negativos da pandemia de covid-19”, finalizou.

Vinicius Lummertz

Eduardo Faraco aborda em seu painel o impacto da pandemia e analisa como está a recuperação no setor de hotelaria

A apresentação de Eduardo Faraco, sócio-diretor da Faraco Consultoria, encerrou as atividades no segundo dia de Conotel. Com o tema “Crescendo em tempos de crise: a hotelaria em foco”, o painel fez um balanço dos últimos dois anos no setor de hospedagem, desde que a pandemia de Covid-19 começou a se disseminar pelo mundo. “A partir de março de 2020, quando a OMS – Organização Mundial de Saúde – decretou que estávamos diante de uma pandemia mundial, o setor de turismo já perdeu cerca de 20 milhões de empregos no mundo. No Brasil, os prejuízos chegam a R $122 bilhões de reais”, afirmou.

Farraco explicou que ao pesquisar para a palestra descobriu que o incidente mais recente que afetou tão radicalmente o turismo foi o 11 de setembro de 2001, nos EUA. “Os ataques às torres gêmeas causaram um colapso na aviação e, consequentemente, no turismo mundial. Já a pandemia causou uma queda de 47% na ocupação dos hotéis no Brasil. Numa crise desse porte, deveríamos ser mais agressivos com relação às políticas tarifárias”, recomendou.

Em sua apresentação, Faraco destacou ainda que há cerca de R $6,1 bilhões de investimentos programados até 2025 na hotelaria brasileira. “Cerca de 77% das novas unidades habitacionais estão concentradas em São Paulo, Rio Grande do Sul, Minas e Santa Catarina. Quase 90% são marcas tradicionais ou da hotelaria independente. Há uma tendência de novos tipos de hospedagem, como a lifestyle, com diárias menores. A hotelaria precisa estar atenta a esse mercado que já conta com marcas como W, da Marriot, e LOMA, entre outras”, destacou.

Dados recentes mostram que pela primeira vez, desde o início da pandemia, houve mais admissões que desligamentos no último mês de julho, aumentando o mercado de trabalho em 1,4%, segundo estudo da CNC – Confederação Nacional do Comércio. O FOHB – Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil registrou alta de 19,4% na ocupação entre os meses de junho e julho, o maior índice desde o início da pandemia. “Outros números também mostram um aumento na demanda no setor de turismo brasileiro. Uma pesquisa da Conversion, especializada em marketing digital, registrou crescimento no e-commerce de 18,6% entre junho e julho. Em relação ao ano passado, o aumento foi de 150% nos índices do comércio eletrônico no turismo”, explicou.

Segundo Farraco, é preciso estar atento às mudanças trazidas pela pandemia, como a digitalização dos serviços de hospedagem, a necessidade de investir nos programas de fidelização e o upselling. ”A digitalização torna mais claro tudo que é oferecido, sejam produtos ou serviços. É importante também responder com pró-atividade às avaliações dos hóspedes nas redes sociais e demais ferramentas on-line, demonstrando interesse em resolver as necessidades dos clientes”, finalizou.

O Conotel 2021 tem o apoio comercial da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), Serviço Social do Comércio (Sesc), Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Souza Cruz, CVC Corp, ABMotéis, RenTV, Saga Systems e Realgem’s, além do apoio institucional da Secretaria de Estado de Turismo de São Paulo.

Eduardo Ferraco

Fonte: ABIH Nacional