Social também é legal!

Este ano os participantes do 32º Encatho & Exprotel conhecerão de perto algumas ações na área social que podem impactar de forma positiva seus negócios.

A COEPAD – Cooperativa Social de Pais e Amigos de Portadores de Deficiência criada para dar oportunidade de capacitação e trabalho para as pessoas com deficiência intelectual, a fim de fortalecer sua autoestima, proporcionar sua inclusão na sociedade e exercício da cidadania. A COEPAD estará com seu stand apresentando os produtos da Cooperativa que são feitos com papéis recicláveis: blocos, cadernos, agendas, entre outros que podem ser inclusive personalizados com a logomarca do meio de hospedagem. Se o participante quiser participar já neste primeiro encontro, poderá levar papéis em tamanho oficio, preto e branco que seriam descartados na sua empresa e na COEPAD são reutilizados em objetos especiais.

Já a ONG Autonomia que atua em Florianópolis no acolhimento e empoderamento de famílias de autistas e de pessoas com deficiência realiza atividades semanais com 250 pessoas (crianças, jovens, adultos, idosos e famílias), que acontecem gratuitamente em espaços públicos da cidade ou em espaços cedidos por pessoas ou empresas parceiras da ONG. Estará presente com uma Mostra Fotográfica que já percorreu vários lugares com sua sensibilidade que contagia. No stand da Autonomia, os participantes poderão conhecer um pouco mais do universo do Autista e das ações em prol das atividades desenvolvidas.

O CPDI – Comitê Para Democratização da Informática cuja missão é transformar vidas e fortalecer comunidades através da formação em tecnologias da informação e comunicação e de um aprendizado complementar voltado à prática da cidadania e do empreendedorismo, levará uma caixa coletora de equipamentos de informática que estão em desuso nas empresas. Os participantes poderão levar CPU’s, teclados, mouses e participar desta ação inicial. No Stand da ABIH-SC haverá mais informações também sobre as atividades do CPDI.

As três entidades estarão à disposição dos participantes para informações de como participar de suas ações sociais, do impacto positivo desta participação para a imagem interna e externa das empresas e até mesmo em relação a condições especiais em projetos que são incluídos em leis de incentivos fiscais bem como no abatimento de impostos.

 

Vamos lá! Na 32ª Edição do Encatho & Exprotel você saberá que ser Social é Legal!

Programação completa a inscrições no site www.encatho.com.br

48 3222-8492

abih@abih-sc.com.br

O impacto das atividades náuticas para os meios de hospedagens

 

Encatho terá palestra sobre a economia do mar e as possibilidades do setor

O setor náutico sempre foi um mar de possibilidades, indo além da fabricação e venda de barcos a um público seleto. Historicamente, as rotas comerciais da antiguidade geraram os primeiros centros de hospedagem – um impacto importante que demonstra o quanto a economia do mar pode transformar e movimentar toda uma cadeia produtiva, incluindo indústria, comércio, serviços e turismo.

Porém, somente com a integração destes setores é possível aproveitar todos benefícios.  Festivais náuticos, marinas e outras ferramentas do segmento geram emprego, renda e oportunidades, de forma sustentável. E tudo isso movimenta a indústria hoteleira.

Por isso, no dia 15 de agosto, das 14h55 às 15h40, Michele Castilho vai ministrar a palestra “O impacto das atividades náuticas para os meios de hospedagens”, na sala Jurerê do CentroSul, em Florianópolis, durante o 32º Encatho e Exprotel. A palestra é gratuita e voltada a proprietários, gerentes, setor comercial, reservas, recepção e demais interessados.

O diretor presidente da ABIH-SC Osmar Vailatti pontua que “é preciso ter uma visão integrada de todos os potenciais para alavancar o turismo em Santa Catarina, Estado que explora uma alimentação típica do mar e ainda pode explorar mais portos e transportes marítimos, eventos e tudo o que se pode aproveitar, integrando até mesmo o turismo marítimo aos destinos e serviços dos meios de hospedagem catarinenses”.

 

Michele Castilho

É jornalista, bacharel em direito, gestora de Turismo, consultora, empresaria no setor náutico há mais de 10 anos e apresentadora e produtora do programa de televisão Mundo Mar. É diretora de Turismo e Eventos da ACATMAR – Associação Náutica Brasileira e também coordenadora do projeto Limpeza dos Mares, que já retirou mais de 99 toneladas de resíduos do fundo do mar e encostas de Santa Catarina.

O Encatho & Exprotel, maior encontro do turismo e hotelaria no sul do país, objetiva oferecer espaço de negócios, networking e uma excelente forma de qualificação profissional totalmente gratuita. Entre as novidades desta edição estão as palestras com maior tempo de duração, permitindo que os milhares de empresários, profissionais, autoridades e imprensa de todo Brasil possam discutir com mais qualidade de detalhes cada um dos temas.

Durante os três dias de evento, 13 a 15 de agosto, estão programadas dezenas de palestras com assuntos que englobam as principais soluções e inovações em produtos, processos, gestão, comercialização, segurança e marketing e diversos eventos paralelos, entre eles: Seminário de Desenvolvimento Turístico,10º Simpósio de Governança, Manutenção e Recepção Hoteleira; Momento Hoteleiro, além de reuniões de entidades da cadeia produtiva do turismo.

Programação completa a inscrições no site www.encatho.com.br

 

Serviço:

O que: ENCATHO & EXPROTEL

Quando: 13 a 15 de agosto

Onde: CentroSul – Florianópolis

Quanto: Entrada Gratuita

Informações e Inscrições: www.encatho.com.br | 3222-8492

Realização: ABIH-SC

 

Divulgação:

Vânia Monteiro e Adriana Bonin – VM Comunicação

(48) 99678-3883 |3093-0933

vania@vmcomunicacao.com.br

Sócio Colaborador – Anfer Design

Há 20 anos no mercado, a ANFER atua em todo Brasil na área de importação e exportação de Espelhos, Gravuras, Pôsteres e diversos outros produtos para área de Decoração e aposta no desenvolvimento e inovação de novas soluções para essa área. Procura levar toda a tradição no que sabe fazer de melhor: oferecer bom gosto, qualidade, responsabilidade e segurança.

Dispõe de uma linha exclusiva de produtos produzidos e elaborados por seus designers. Uma Empresa preocupada com o meio ambiente e utilizamos apenas madeiras de reflorestamento, contribuindo com a sua preservação. O corpo técnico é altamente capacitado para oferecer soluções rápidas e precisas para atender suas necessidades.

Estão sempre buscando novos desafios, com o prazer de ter uma equipe de profissionais quem fazem a diferença.

Anfer Design

www.anferdesign.com.br

import@anfer.com.br

(48) 3651-1750

Melhorias e concessão do centro de eventos de Canasvieiras em destaque na reunião do Fortur

 

A manutenção da infraestrutura do centro de eventos de Canasvieiras e a futura concessão do equipamento para a iniciativa privada foram debatidas em uma reunião do Fórum de Turismo da Grande Florianópolis (Fortur), na tarde desta quarta-feira, 31.

A Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina (Santur) e a SC Parcerias (SC Par) participaram do encontro e apresentaram os trabalhos que já estão sendo conduzidos pelo Governo. Após a reunião o grupo ainda acompanhou melhorias já feitas nos últimos meses no espaço, como reposição da iluminação, colocação de paver, reforma de rampas e troca de pisos, entre outras. De acordo com o diretor de planejamento turístico da Santur, Leandro “Mané” Ferrari, está sendo conduzido um levantamento por engenheiros das demais melhorias necessárias para abrir uma licitação em breve: “A parceria do trade da região é imprescindível para o fortalecimento deste centro e seu posicionamento no mercado de turismo de eventos”.

Captação de eventos

O diretor apresentou ainda o servidor da Santur que vai atuar exclusivamente na captação de eventos para o equipamento. Carlos Eduardo de Sá atua no setor de turismo de eventos há mais de 20 anos, tendo passado pelos Resort Costa do Sauípe, Costão do Santinho e Hotel Marambaia. Interessados em agendar eventos podem entrar em contato com ele pelos telefones: (048) 3665-7455 e (047)99958-0127. “O objetivo é fortalecer a captação externa, trabalhando de forma mais ativa a comercialização deste equipamento”, afirma Carlos.

Concessão

O secretário executivo de Parcerias Público-Privadas (PPPs) da SCPar, Ramiro Zinder, informou que a concessão do equipamento em Florianópolis vai integrar o Programa de Parcerias e Investimentos do Estado de Santa Catarina (PPI-SC), conduzido pela SCPar. Ele destacou que a estratégia da Santur de recuperar a estrutura e depois encaminhar para concessão é ideal: “A reforma do equipamento e a contratação de um profissional exclusivo para captação vão dar mais visibilidade ao centro e devem atrair a atenção dos investidores para a licitação futura”. A expectativa do órgão é que o processo licitatório para a concessão seja encaminhado ao longo do ano de 2020.

Na avaliação da coordenadora do Fortur, Zena Becker, a reunião foi muito satisfatória: “Pela primeira vez desde que o centro foi inaugurado, nós vimos algo concreto. O foco na gestão administrativa e a contratação do captador de eventos vão contribuir para que o empreendimento vá para frente e que futuramente se possa fazer a concessão”, pontua ela.

Participaram da reunião do Fortur representantes da Abav-SC, ABIH-SC, Abrasel, Acatmar, CDL-Fpolis, Fhoresc, Fiesc, Floripa Convention & Visitors Bureau, Floripa Manhã, Sebrae-SC e Sindetur.

Registros no Cadastur sobem 16% nos sete primeiros meses de 2019

O número de profissionais e empresas do setor de turismo que se registraram no Cadastro dos Prestadores de Serviços Turísticos do Ministério do Turismo (Cadastur), de janeiro a julho deste ano, teve um aumento de 16,09% em relação ao mesmo período do ano passado. O índice representa um incremento de 12.580 novos prestadores formalizados até esta quarta-feira (31), atingindo um total de 90.784 cadastros.

Em termos numéricos, as novas agências de turismo (4.072) representam 32% do aumento de cadastros nos últimos 7 meses. Já os meios de hospedagem formalizados no mesmo período (2.147) correspondem a 17% dos cadastros em 2019. O Brasil conta, atualmente, com 28.065 agências de turismo e 13.492 meios de hospedagem formalizados no Ministério do Turismo que representam, respectivamente, 31% e 15% do total de cadastrados atualmente.

Para a coordenadora-geral de Regulação e Fiscalização do Ministério do Turismo, Tamara Galvão, o aumento é fruto das ações realizadas pelas equipes da Pasta, que têm trabalho para aprimorar o setor no país. “Esse crescimento se deve ao trabalho de fiscalização, remota e presencial, realizado pelos fiscais do MTur e a orientação junto aos municípios e instâncias de governança das regiões turísticas, que é feita pelo Programa de Regionalização do Turismo”, destacou.

Um exemplo desse trabalho realizado em parceria com os destinos é o estado do Espírito Santo. No primeiro semestre de 2019, a Unidade Federativa registrou um crescimento de 51% no Cadastur em relação ao ano inteiro de 2018. No ano passado, o estado capixaba contava com 1.177 prestadores de serviços turísticos formalizados. Em 2019, número já soma 1.788.

A participação no Cadastur é obrigatória para agências de turismo, meios de hospedagem, organizadoras de eventos, parques temáticos, transportadoras turísticas e também para os guias de turismo. Além disso, a iniciativa promove o ordenamento, a formalização e a legalização destes prestadores.

Tamara Galvão ressalta, ainda, que são muitas as vantagens para os empreendedores regularizados junto ao Ministério do Turismo. Ela destaca a participação em programas de qualificação e infraestrutura, acesso a financiamentos, apoio a eventos, feiras e ações do MTur, além de maior visibilidade nos sites do Cadastur e Mapa do Turismo Brasileiro, entre outros. O turista também pode consultar o Cadastur antes de contratar um serviço turístico.

Quanto maior a adesão dos prestadores de serviços turísticos no Cadastur, melhor para o segmento. O cadastro é simples, online e gratuito. Os interessados devem acessar o site (www.cadastur.turismo.gov.br) e preencher o formulário. O número do Cadastur precisa ser renovado a cada cinco anos para os guias de turismo e a cada dois anos para as demais atividades.

 

Fonte: Ministério do Turismo