Informativo ABIH-SC 30 de agosto

 

No Informativo ABIH-SC de 30 de agosto você vai ler:

 

Dia do Hoteleiro;-Estão abertas inscrições para o Turismo Summit 2018;-Brasil aposta no ecoturismo para atrair suecos;-Hotel Porto Sol Beach (SC) conclui retrofit em áreas de lazer;-Lideranças discutem estratégias para expandir cruzeiros no Brasil;-Cidades catarinenses conquistam o Selo Prodetur + Turismo;-Curso de Recepção na ABIH-SC;-CURSO PMOC: Plano de Manutenção Operação e Controle;-A ABIH-SC Parabeniza!;-Associados ABIH-SC!

A ABIH-SC parabeniza!

Julio Cesar Berndsen, Fabrício Silva, Josiane Castilhos e Carla Trindade

Julio Cesar Berndsen, Fabrício Silva, Josiane Castilhos e Carla Trindade

 

Parabéns àqueles que fazem parte da família ABIH-SC! Fabrício Silva, nosso fotógrafo oficial das últimas edições do Encatho&Exprotel, pela graduação no Curso Superior de Tecnologia em Marketing.

Carla Trindade, consultora e empresa parceira da entidade na área de Governança, pela graduação em Tecnologia em Processos Gerenciais.

Julio Cesar Berndsen, consultor e empresa parceira na área de Segurança do Trabalho e correlatos, pela tese de doutorado – PDPS – Um modelo que utiliza o Design for Service sistematizado ao PDP para promover maior integração de Serviços ao Desenvolvimento de Produtos.

Josiane Castilhos, graduada em Administração, recém retornando a casa de onde foi estagiária e muito orgulho a família ABIH-SC por seu trabalho e conquista!

Dia do Hoteleiro

O Dia do Hoteleiro este ano terá inúmeros momentos festivos!

Em Florianópolis, a  Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Santa Catarina – ABIH-SC promove o seu tradicional almoço em homenagem a passagem do dia, oferecido pela entidade em parceria com fornecedores.
Este ano com o lançamento da Revista Especial Encatho&Exprotel durante o almoço que acontecerá no Maria do Mar Hotel no dia 09 de Novembro.
No mesmo Hotel, porém durante a noite, o Núcleo dos Hotéis do Centro, chamado Floripa Tem Centro nas 4 Estações, fará a homenagem através de um Jantar comemorativo.
Mais informações sobre o almoço:
 Contacte a ABIH-SC:
comercial@abih-sc.com.br
📞48 3222-8492
📞48 9 8843-7659
Acompanhe a programação nos Informativos!

Cidades catarinenses conquistam o Selo Prodetur + Turismo

Ministro Vinicius Lummertz e o prefeito de Nova Trento, Gian Francesco Voltolini.

Ministro Vinicius Lummertz e o prefeito de Nova Trento, Gian Francesco Voltolini.

Nova Trento e Urupema pleiteiam empréstimos para melhorar a infraestrutura voltada à recepção de visitantes.

Dois municípios de Santa Catarina receberam nesta quarta-feira (29) o Selo Prodetur + Turismo, que garante prioridade à análise de empréstimos para melhorias em infraestrutura. O documento, entregue pelo ministro do Turismo, Vinicius Lummertz, aos prefeitos de Nova Trento, Gian Francesco Voltolini, e de Urupema, Evandro Frigo Pereira, permite acesso a uma linha de crédito do BNDES, que disponibiliza um total de R$ 5 bilhões a estados, municípios e empresários interessados em investir no setor.

Nova Trento, conhecido destino de turismo religioso do Vale Europeu do estado, e Urupema, uma das cidades mais frias do país, na Serra Catarinense, poderão obter financiamentos de cerca de R$ 6 milhões, cada uma, para ações como pavimentação e sinalização. Lummertz defendeu empenho a fim de dotar os municípios das melhores condições possíveis à recepção de visitantes. “Isso ajuda os turistas a terem ótimas experiências e permite a crescente geração de emprego e renda no turismo”, enfatizou.

Nova Trento, situada a 87 quilômetros de Florianópolis, abriga diversas vinícolas e o famoso Santuário Santa Paulina. O templo atrai milhares de fiéis, peregrinos e romeiros, e o município realiza uma das principais celebrações da cultura italiana no Brasil: a Festa Incanto Trentino. O prefeito Voltolini destacou que avanços com o Prodetur + Turismo podem favorecer a atração de investimentos à cidade. “Estamos criando vários roteiros associados a atrativos religiosos e precisamos de investimentos para isso”, afirmou.

 

 

Já Urupema, distante 208 quilômetros da capital catarinense e detentora da maior altitude média do estado (1.425 metros), ostenta nascentes de águas límpidas, repletas de trutas, e possui cachoeiras que chegam a congelar no inverno, proporcionando um espetáculo para os turistas. O prefeito Evandro Frigo frisou que a adequada estruturação do turismo tem o poder de aumentar a permanência de visitantes na região. “O desafio é criar novos pontos de visitação, para que o turista seja motivado a ficar mais tempo na cidade”, apontou.

ORIENTAÇÃO – O Ministério do Turismo disponibiliza um Call Center para tirar dúvidas sobre o Prodetur+Turismo, pelo número 0800 200 8484. A Pasta também oferece atendimento por meio do e-mail atendimento.prodetur@turismo.gov.br e um chat online, das 8h às 20h, de segunda a sexta-feira. Até o momento, o programa já recebeu 50 propostas e concedeu 29 selos + Turismo a 41 municípios de 4 estados, incluindo cinco empreendimentos privados. O valor total sob análise é de R$ 1,77 bilhão.

 

Fonte: Ministério do Turismo

Evento reuniu autoridades do setor de Viagens e Turismo em Brasília nesta quarta-feira (29)

Lideranças discutem estratégias para expandir cruzeiros no Brasil

Evento reuniu autoridades do setor de Viagens e Turismo em Brasília nesta quarta-feira (29)

Evento reuniu autoridades do setor de Viagens e Turismo em Brasília nesta quarta-feira (29)

 

O crescimento de 13% na oferta de leitos em navios na temporada 2018/2019 foi considerado baixo perto do potencial do setor no Brasil, segundo análise do II Fórum Clia Brasil 2018, realizado em Brasília nesta quarta-feira (29). “Aquela temporada 2010/2011, com 20 navios no nosso litoral não nos sai da cabeça. Este evento reúne as pessoas corretas para discutir soluções plausíveis para voltarmos a incluir o país na rota dos navios”, comentou Estela Farina, presidente do Conselho da Clia Abremar. Apesar do aumento na oferta de vagas nos cruzeiros, o número de embarcações permanece estável, com sete navios.

Para o ministro do Turismo, Vinicius Lummertz, o Brasil precisa traçar uma estratégia clara de atração de investimentos com a melhoria do ambiente de negócios e redução da burocracia. “Não é possível que um investidor precise esperar 12 anos para abrir uma marina ou um resort no Brasil ou que a burocracia expulse os cruzeiros dos nossos litorais”, comentou Lummertz.

Entre os entraves que dificultam a atração de novos navios para o Brasil estão a falta de infraestrutura, as leis trabalhistas brasileiras, altas cargas tributárias e elevadas taxas de atracação. “Geralmente temos mais de 50 nacionalidades trabalhando a bordo e, por isso, existe a convenção trabalhista internacional para regular a relação emprego e empregador”, explicou Mário Franco, diretor da Royal Caribbean, empresa responsável por 25% do mercado de cruzeiros no mundo e que detém mais de 40 navios.

Além de representantes do cruzeiros, o II Fórum Clia Brasil 2018 reuniu gestores públicos da esfera federal e de estados onde a atividade de cruzeiros representa um importante vetor da economia, como o Ceará, e os municípios de Búzios, Ilhabela, Porto Belo, Camboriú e Santos. De acordo com estudo realizado pela FGV, cada cruzeirista gasta R$ 515 nas escalas e cada grupo de 15 passageiros gera um emprego.

 

Fonte: Ministério do Turismo.

Veja também: Curso de Recepção

Hotel de Florianópolis deve fechar o ano

Hotel Porto Sol Beach (SC) conclui retrofit em áreas de lazer

Hotel de Florianópolis deve fechar o ano com 60% de ocupação média

Hotel de Florianópolis deve fechar o ano com 60% de ocupação média

 

Um dos dois empreendimentos ligados à rede Porto Sol, de Florianópolis, o Hotel Porto Sol Beach acaba de concluir um processo de reformas em sua área de lazer. Depois de dois meses em obras, a unidade conta com piscina reconstruída, novo bar, além de reformulação em academia, iluminação e corredores. As intervenções ocorreram durante o fechamento temporário do hotel, entre junho e julho, e custaram cerca de R$ 1 milhão.

Em entrevista ao Hotelier News, César Augusto David, gestor da rede, explica que faz parte da estratégia da empresa realizar, anualmente, uma grande renovação. A interrupção das atividades, contudo, nem sempre é necessária. “Sempre aproveitamos o período de Inverno, quando a procura é menor”, acrescenta.

Segundo lembra o executivo, em 2017, os 90 apartamentos foram reconfigurados e para este ano a ideia foi modernizar estruturas com capacidade de atrair público. “As revitalizações são feitas para fomentar a ocupação e incorporar à oferta do hotel novas opções”, reforça.

Depois das modernizações entregues, a novidade do hotel é o espaço do bar, que tem cardápio de drinques e petiscos exclusivo. “São alternativas novas que já conseguiram agradar o público que frequentemente está conosco”, comenta.

Hotel Porto Sol Beach em 2018

Tal qual o outro empreendimento da rede, o Hotel Porto Sol Beach tem tido uma temporada compatível com o visto em 2017. De acordo com a avaliação de David, o próximos meses também devem seguir esse ritmo.

Conforme revela o executivo, no ano passado, a ocupação média anual foi de 57%. Para este ano, o índice projetado é de 60%. O resultado positivo está na diária média, que, embora ainda não tenha números porcentuais precisos, deve fechar o ano em elevação.

 

Fonte: Hotelier News

Veja também: CURSO PMOC: Plano de Manutenção Operação e Controle

Estão abertas inscrições para o Turismo Summit 2018

Evento realizado por Sebrae, Ministério do Turismo e Embratur discutirá modelos e impactos das novas tecnologias no setor de viagens.

 

Principal aliada do turista na atualidade, a tecnologia tem papel fundamental no processo turístico, desde a pesquisa de destinos, à compra de passagens, escolha de hospedagens e mapeamento de restaurantes e passeios. Para debater a transformação digital no setor, o Sebrae, o Ministério do Turismo e a Embratur vão reunir gestores públicos, coordenadores dos projetos de destinos turísticos inteligentes, lideranças, empresários e universidades no Turismo Summit. O evento, realizado entre os dias 4 e 5 de setembro, em Brasília, tem o objetivo de disseminar os novos conceitos mundiais do setor. As inscrições estão abertas e podem ser feitas neste link.

De acordo com o Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC), o turismo foi responsável por um em cada cinco empregos gerados no mundo nos últimos 10 anos e emprega 7 milhões de pessoas no Brasil. No turismo, as mudanças tecnológicas fizeram com que o setor evoluísse da dinâmica de destinos analógicos (tradicional, off-line), para os digitais (multicanal, online) e, agora, o desafio é transformá-los em inteligentes (sensoriais).

“Neste mundo cada vez mais conectado, o setor turístico tem que entender o que o turista deseja e propor soluções que o ajudem desde a hora de planejar a viagem até o momento de efetivamente desfrutar dos atrativos e comodidades que o destino tem a oferecer. Essa é uma preocupação tão presente que a própria Organização Mundial do Turismo resolveu dedicar o Dia Mundial do Turismo, em 27 de setembro, ao debate das transformações digitais no setor”, afirmou o ministro do Turismo, Vinicius Lummertz.

No âmbito dos pequenos negócios, a necessidade de se adequar neste cenário cada vez mais tecnológico e competitivo está cada vez mais presente. “As novas relações de consumo referenciadas pela emergente economia digital vêm influenciando mudanças muito rápidas nas relações de consumo e geram novos desafios a todo o ecossistema do turismo. E como a maioria são pequenos negócios, é fundamental que os empresários desse setor estejam atentos às demandas do novo perfil do turista, cada vez mais digital, independente e em busca uma experiência mais sensorial e integrada quando viaja”, pondera a diretora técnica do Sebrae, Heloisa Menezes.

Especialistas observam que o turismo tem interações diretas ou indiretas com 52 outras atividades econômicas, constituindo uma malha ampla e complexa de encadeamento, que, a partir da internet, passou a ter uma lógica diferente de atuação. Os intermediários tradicionais, como as agências de viagens, ganharam a concorrência de plataformas digitais e das Online Travel Agencies (OTA). Com isso, o turismo está mais digital do que nunca. Isso tem feito surgir uma variedade de novos modelos de negócios, que estão movimentando esse mercado.

 

Fonte: Ministério do Turismo

Veja também: Curso de Recepção

Nesta sexta-feira (24), ministro reuniu-se com representantes do Sweedish Institute, Visit Sweeden, Ministério de Indústria e Inovação da Suécia e operadores de viagens no país.

Brasil aposta no ecoturismo para atrair suecos

Nesta sexta-feira (24), ministro reuniu-se com representantes do Sweedish Institute, Visit Sweeden, Ministério de Indústria e Inovação da Suécia e operadores de viagens no país.

Na sexta-feira (24), ministro reuniu-se com representantes do Sweedish Institute, Visit Sweeden, Ministério de Indústria e Inovação da Suécia e operadores de viagens no país.

 

Em reuniões com autoridades governamentais e operadores de viagem da Suécia, governo brasileiro promoveu destinos de natureza.

O ministro do Turismo, Vinicius Lummertz, pediu o apoio do governo sueco para aumentar o fluxo de turistas entre os dois países e atrair investidores. O foco são os destinos de natureza, que estão em primeiro lugar na preferência dos viajantes dos países nórdicos.

“Somos o número um no mundo em atrativos naturais e precisamos aproveitar melhor esse nosso diferencial para atrair investimentos e gerar emprego”, comentou o ministro do Turismo do Brasil, Vinicius Lummertz. De acordo com o Relatório de Competitividade do Turismo Fórum Econômico Mundial (WEF, na sigla em inglês), entre todos os 136 países analisados, o Brasil é o primeiro no quesito natureza.

O ministro do Turismo informou à ministra de Indústria e Inovação, Stina Billinger, a quem os assuntos referentes ao turismo da Suécia estão relacionados, que o Brasil, por meio do Ministério do Meio Ambiente e ICMBio, vai abrir concessões em alguns dos principais parques nacionais do país. “Seria bom contar com empresas suecas participando desse processo. Queremos que os principais atores mundiais nos ajudem a gerir de maneira sustentável esse importante patrimônio da humanidade”, comentou Lummertz.

Os parques nacionais do Pau Brasil, na Bahia, e Chapada dos Veadeiros, em Goiás, serão os próximos a terem serviços como de bilheteria e alimentação concedidos para a iniciativa privada. Atualmente, o Brasil recebe 10,7 milhões de visitantes nas unidades de conservação. Mais da metade desse total são registrados nos parques que já contam com algum tipo de concessão, como os de Foz do Iguaçu (PR), Fernando de Noronha (PE) e Tijuca (RJ). Os Estados Unidos, que estão em terceiro lugar em atrativos naturais no ranking de competitividade do WEF, recebem mais de 300 milhões de pessoas nos seus parques nacionais anualmente.

Pesquisa realizada pela revista sueca especializada em turismo Vagabond sobre o que os suecos buscam nas viagens revela que 16% deles querem “calma e tranquilidade para relaxar” e 10%, “se desligar”. O Brasil, que já chegou a ter 42 mil turistas suecos em 2014, registrou a entrada de 23 mil viajantes desse país no último ano, uma queda de 45,3% em três anos.

Atualmente, o gasto dos turistas dos países escandinavos é o quinto maior do mundo, com 42,8 bilhões de euros, atrás apenas da China (228,1 bi de euros), EUA (119,7 bi de euros), Alemanha (74,1 bi de euros) e Reino Unido (56,1 bi de euros). Para tentar reverter esse quadro, o chefe da Assessoria de Gestão Estratégica da Embratur, Rafael Felismino, apresentou destinos de natureza do Brasil para operadores de viagens da Suécia. Enquanto o turista internacional que visita o Brasil gasta, em média, US$ 55,78 por dia, o sueco deixa US$ 170 por dia nos destinos internacionais.

Além das reuniões com a ministra de Indústria e Inovação, Stina Billinger, e com operadores de viagens, a delegação brasileira na Suécia encontrou-se também com o chefe do Departamento de Diálogo Intercultural do Sweedish, Henrik Selin, e com a presidente da Visit Sweeden, Ewa Lagerqvist. Na pauta, o modelo de gestão dos órgãos especializados em promover os destinos suecos para o mundo.

Para o ministro do Turismo brasileiro, há um enorme potencial a ser trabalhado para aumentar o fluxo turístico de turistas suecos no Brasil. “Enquanto recebemos pouco mais de 20 mil turistas suecos por ano, a Tailândia, que está a mais ou menos a mesma distância, recebe mais de 200 mil”, comparou. Ele destacou que já há uma relação comercial intensa entre os dois países, o que favorece a atração de viajantes. Cinco das maiores empresas do país escandinavo estão no Brasil: Volvo, Scania, Ericsson, Electrolux e Saaby.

 

Fonte: Ministério do Turismo

Veja também: Curso de Recepção

Curso de Recepção - ABIH-SC

Curso de Recepção

Curso de Recepção - ABIH-SC

 

OBJETIVO GERAL

Proporcionar ao colaborador participante, noções de comportamento, leis, regras de atendimento e ferramentas para qualificar o trabalho e promover a qualidade profissional, o desenvolvimento e a ocupação no estabelecimento em que trabalha.

 

Ao final do curso o participante deverá ser capaz de:

a) Atender com qualidade, profissionalismo e competência os hóspedes;

b) Executar tarefas observando as regras e a legislação vigente;

c) Realizar vendas e fomentar a ocupação da empresa hoteleira onde trabalha;

d) Aprimorar seus conhecimentos e suas habilidades de relacionamento interpessoal;

e) Ter consciência do seu papel no resultado da empresa e se motivar para isso.

 

 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

—  Evolução da hospitalidade

—  Tipos e características de hospedagens

—  Estrutura organizacional.

—  Perfil e conduta profissional.

—  Ferramentas.

—  Atendimento e Abordagem.

—  Overbooking, No show, chaves, Day Use, Consierge, portaria social,

—  Check In e Check Out. – processos , comportamentos e legislação

—  Serviços de andares.

—  Relacionamento interpessoal

—  Auditoria.

—  Qualidade x Diferencial.

—   Contrato de hospedagem

Local: Florianópolis  – ABIH-SC  – Av. Osmar Cunha, 183 – Bl B 801 I Ceisa Center, Centro

 Horário13h00 ás 17h00

Garanta sua vaga! 🛎🛎

– Associado: R$ 120,00 
– Não Associado: R$ 180,00

Inscrições e Informações:

comercial@abih-sc.com.br
📞48 3222-8492
📞48 9 8843-7659

 

Informativo ABIH-SC 23 de agosto

Informativo ABIH-SC 23 de agosto

Informativo ABIH-SC 23 de agosto

 

No Informativo ABIH-SC de 23 de agosto você vai ler:

 

CURSO PMOC: Plano de Manutenção Operação e Controle;-Globo Repórter mostra a beleza rural e selvagem da Serra catarinense;-ABIH-SC presente no 4º Fórum de Desenvolvimento Econômico Local (DEL);-Promoção conjunta e irmanamento é foco de destinos brasileiros;-MTur prepara novo Mapa do Turismo Brasileiro;-Observatório de Gastronomia será lançado em Florianópolis nesta segunda (27);-Expositores da Exprotel apresentaram novidades e destacaram a importância do Encatho;-Pesquisa: Mapeamento do perfil hoteleiro em Santa Catarina é divulgado no Encatho;-Sebrae-SC é homenageado na abertura oficial do 31º Encatho;-Associados ABIH-SC!